Quais são as fases de desenvolvimento de uma Vacina?

Vacina herpes genitalO desenvolvimento de uma vacina é um processo complexo e que consome muito tempo.
Antes de uma vacina ser aprovada, ela passa por um rigoroso processo de pesquisa seguido por muitos anos de teste. No final, apenas uma pequena porcentagem das vacinas candidatas progridem para o licenciamento, o que faz com que os custos de pesquisa e desenvolvimento de novas vacinas seja bem alto.
Basicamente, esse processo segue os estágios abaixo:

Ensaios pré-clínicos: Os estudos começam nos laboratórios onde os pesquisadores procuram a descoberta de antígenos relevantes e criam o conceito da vacina. Depois testam em tubos de ensaio e animais para avaliar a sua segurança e eficiência.

Fase 1: Aqui começa o desenvolvimento clínico, que é quando a vacina é testada em humanos. Os ensaios envolvem um pequeno número de voluntários que varia entre 20 a 50 pessoas. É avaliada a segurança e a resposta imunológica. Esta primeira fase pode durar de 12 a 18 meses.
(70% de taxa de sucesso)

Fase 2: Se a vacina apresentar bons resultados na fase 1, ela então passa aos ensaios da Fase 2 durante a qual ela é administrada em um grupo maior de pessoas (100 a 300) para avançar mais profundamente na sua segurança, efeitos colaterais e efetividade imunológica. Nesta fase é definida a melhor dosagem e período de administração e pode demorar cerca de 2 anos.
(33% de taxa de sucesso)

Fase 3: A vacina candidata que chega nesta fase é então estudada em uma escala maior, com várias centenas de pessoas (>1000), para avaliar a sua real eficiência e segurança. Isso pode levar de 2 a 5 anos. Se a vacina mantiver a eficiência e segurança pelo período definido, então o desenvolvedor poderá pedir às autoridades reguladoras a licença para produção da vacina para uso humano.
(25-30% de taxa de sucesso)

Mesmo depois de a vacina ser liberada para o uso geral, continuará existindo um acompanhamento para determinar seu uso em longo prazo e efeitos colaterais raros.
Tabela vacina herpes genital

Abraço a todos,
Eduardo Rosadarco

Anúncios

55 comentários sobre “Quais são as fases de desenvolvimento de uma Vacina?

  1. ninha disse:

    Edu!!!
    Acredito que a vacina do Dr Ian Frazer
    Não esta seguindo essa ordem de anos
    Os resultados da vacina dele as fases estão indo mais rápido, um exemplo disso é a fase 2 que começou em 2015 onde a primeira dose da vacina foi dada em março ou abril se eu nao me engano e a segunda dose em maio ou junho e até o final do sairá um resultado prprovisório então podemos contar ai menos de 1 ano.
    E em 2016 acredito eu que logo no primeiro trimestre saia o resultado final da eficácia da vacina e logo a seguir comece a fase 3
    Acredito que Dr Frazer esteja querendo colocar no mercado essa vacina o mais rápido possível tendo em vista que esse DST é um grande problema de saúde pública que antige fisicamente e psicologicamente um grande percentual de pessoas em todo mundo.
    Com fé Deus dará tudo certo e menos do que agente imagina essa vacina estara sendo comercializada e ajudando a todos que sofrem com esse vírus.

  2. vander disse:

    Edu! Muito Obrigado por está publicando noticias novas em seu blog. Inúmeros cientistas estão trabalhando para encontrar a cura da herpes, uma hora um deles irá descobrir se DEUS quiser!

    • ninha disse:

      De todos os cientistas que estão tentando desenvolver a vacina
      Boto fé nessa de Dr Frazer
      No guardo do 4 semestre para saber os dados provisórios!!!

      • Anonimo disse:

        Ninha, penso como você. Tenho acompanhado a vacina do Dr Ian Frazer de perto. Soa-me muito promissora desde os testes pré-clínicos que foram encorajadores. Esta fase dois será crucial. Veja este e-mail retirado de um fórum internacional, respondido por Julian Chick, integrante do laboratório do Dr Frazer.

        Acabei de receber um e-mail de Julian Chick de Admedus !!!!!!!
        Obrigado pelo seu e-mail. Os dados até agora demonstrou que a vacina (em modelos pré-clínicos) faz eliminar o vírus. No estudo de fase I mostrou que a vacina era segura, que pode ativar uma célula T contra o vírus e as indicações de resposta de anticorpo. Nós anunciamos no final de dezembro que nós estamos olhando para iniciar o nosso estudo de Fase II que vamos fazer, inicialmente, em Brisbane.
        Quanto a ser uma cura, parando o derramamento e transmissão – o derramamento será um dos indicadores que vamos estar olhando no estudo de Fase II, juntamente com a carga viral (a quantidade de vírus no sangue). Pode-se supor que, se formos capazes de limpar vírus e parar o derramamento poderíamos reduzir pelo menos grandemente transmissão. Quanto a uma “cura” o objetivo para nós é desenvolver uma vacina que permita ao corpo limpar e combater o vírus. Apesar de não ser uma ‘cura’ puro, nós estamos apontando para uma vacina que eliminar o vírus, permitir que o corpo para continuar a limpar o vírus, resultando em derramamento e virais flares reduzidos ou impedindo. Por isso seria agir como uma cura. Gostaria de acrescentar também que, nos estudos pré-clínicos, fomos capazes de mostrar que a vacina foi capaz de impedir o vírus de entrar nas reservatórios do vírus dormente.
        Atenciosamente,
        Julian

        Que Jesus Cristo interceda nesse processo!

    • ninha disse:

      Que Deus abençoe e guie a mão desse cientista para que essa vacina tenha o resultado positivo tão esperado por todos nós que assim seja amém!!!

  3. Vanessa Barros disse:

    Meu Deus, eu conto os dias para que eu veja a notícia que em poderemos tomar a vacina e todos juntos vencer essa batalha na vida, seja o que Deus quiser ❤

  4. srn disse:

    Concordo com todos vocês. A vacina sendo desenvolvida pelo laboratório Admedus é a que mais me chama atenção e a que mais percebo ser mais promissora pelos maravilhosos resultados até então. To ansioso demais! Parabéns a Admedus.

      • alex disse:

        oi edu blz
        me explica uma coisa com decorrencia de crises de herpes e possivel ter uma doeca mais grave ?? como hiv e cancer

      • edurosadarco disse:

        Oi Alex,
        – O vírus da herpes não vai causar câncer. Pode ficar tranquilo quanto a isso.
        – Quem tem herpes genital tem uma chance um pouco maior de contrair o vírus HIV durante uma relação sexual, pois justamente as lesões ou micro lesões de herpes genital oferecem uma “porta de entrada” muito mais fácil para o vírus da aids.
        Abraços,
        Edu

    • Lp disse:

      Srn se mais gente tivesse tomado essa atitude muita coisa seria diferente hoje, pq tenho a impressão de q os orgaos competentes estao dando as costas pra essa qrstao.

      • srn disse:

        Com certeza. É incrível também como os médicos durante o diagnóstico da herpes, tratam como se fosse uma gripe ou uma dor de cabeça de tanta indiferença em relação ao assunto. Fico pensando se tanto sofrimento psicológico é exagero nosso ou se são os médicos é que mostram toda sua incompetência e falta de profissionalismo típico agindo dessa forma. Há muito tempo venho percebendo/desconfiando que a boa parte da classe médica não sabe de nada.

      • vander disse:

        srn! acho que é os médicos mostrando sua incompetência mesmo. Ontem mesmo, no programa” bem estar” da rede globo, o médico do programa afirmou que dá pra transmitir herpes através da toalha de banho, por alguém infectado pelo vírus, mas pelo que eu sei ,o vírus sobrevive no máximo 1 min fora do hospedeiro. É lamentável!

      • Camila disse:

        Sim Srn, são poucos os especialistas preparados para abordar o tema não só a questão fisiológicá como também psicologica. Quando fui ao ginecologista pensando se tratar de uma infecção urinária -realmente não tinha mínimo conhecimento sobre o assunto – o diagnóstico do médico foi de uma frieza q me deixou sem palavras… Apenas falou “Isso aí é herpes”e saiu da sala de exames. Apenas quando ele me vou com lágrimas nos olhos, completamente chocada, me passou informações mínimas, como se fosse realmente uma gripe.

  5. Carolina disse:

    Edu, obrigada por nos trazer tantas novidades ótimas.
    Faz 1 mês que tomei a vacina BCG, por indicação da minha médica infectologista. Faz 16 dias que estou sem medicação e o herpes não voltou. Antes eu aguentava ficar no máximo 3 dias sem o tratamento supressivo a base de aciclovir.
    Segundo a médica que me atende, a vacina BCG faz uma imunização cruzada com o vírus do herpes, ou seja, ela faz o corpo ter uma resposta imune para a tuberculose (finalidade da BCG) e também para o herpes.
    Importante frisar que antes de tomar a vacina BCG fiz um exame médico chamado PPD para saber se a vacina BCG que eu tomei na infância ainda estava ativa. No meu caso o exame PPD deu negativo, ou seja, a vacina que tomei na infância não havia pegado.
    Este exame é muito importante, pois se a vacina BCG tomada na infância estiver ativa a aplicação da segunda dose da BCG não é indicada.
    Eu sei que ainda é cedo para comemorar, mas já me sinto vitoriosa por esses 16 dias sem o uso de medicação.
    Não podemos desanimar!!!!!!
    Beijos,
    Carol

    • edurosadarco disse:

      Oi Carolina,

      Eu também tomei a BCG a muitos anos atrás receitado por um médico dermatologista. Mas fora a marca que ficou no meu braço (é comum para a BCG) não senti resultados positivos na época em relação a diminuir as crises de herpes.
      De qualquer maneira é uma tentativa para quem tem muitas crises seguidas e nunca tomou a BCG.
      Mas atenção a todos… tem que ter acompanhamento médico para isso.
      Abraços,
      Edu

  6. Nathy disse:

    Olá!!! Fiquei super feliz com uma matéria que li sobre um novo tratamento para hepatite c que proporciona até 90% de cura.A indústria farmacêutica evolui a cada ano, a nossa vez também vai chegar, se não for a cura um tratamento mais eficaz.Eu creio.

  7. vander disse:

    Olá galera! se tem alguém aqui deste blog, que participa do grupo do face “fita amarela” gostaria de saber quais são os pré-requisitos necessários, além de ser portador do vírus, para poder participar do grupo?

  8. Mkn disse:

    Acompanho o blog a um tempo…edu parabéns é o mais atualizado…essas novidades me deixa com MT esperança…vamos te fe q essa vacina saia logo…

  9. ninha disse:

    Galera hj enviei um comentário no site da admedus vacina na opção contacte-nos, pedindo agilidade no processo e perguntando quando teremos uma resposta final a nível de comercialização da vacina se em 2016 ja estaria pronta.
    Sugiro que cada um faça o mesmo escrevendo e pedindo, pq várias pessoas entrando em contato ajuda e muito na conscientização de que queremos muito essa vacina para melhorar a Auto estima, o psicológico e o emocional.

  10. Izabela disse:

    Olá Edu. Gostaria de conversar com você e tirar algumas dúvidas que tenho e minha médica não tirou. Se possível, poderia me informar seu e-mail? É muito importante para mim, pois sou nova e preciso muito de ajuda. Desde já, obrigada.

  11. Miss disse:

    As meninas que tem herpes genital, vcs notaram algum ressecamento vaginal após adquirir o vírus?
    Estou notando isso e não sei se é sintoma da herpes ou se pode ser alguma outra coisa.
    Por favor meninas respondam 🙂
    Sabe oq mais estava pensando? Poderíamos fazer um grupo no Google para nossas discussões, como acredito que ninguém queira se expor com tudo isso, poderíamos usar emails fakes, alguém afim de encabeçar essa idéia? 🙂

  12. Lolo disse:

    Boa noite Edu,

    Existe pessoas imunes a doença? Pois tenho relação sexual com uma pessoa sem camisinha e ele nunca pegou, sendo que já aconteceu de no dia seguinte da transa eu perceber uma feridinha ou a feridinha está no processo de cicatrização e fazermos sexo mesmo assim.
    Obs: Essa pessoa sabe que tenho a doença e ele optou por não usarmos preservativo.

    • Lolo disse:

      Só complementando meu comentário, nunca faço sexo com uma crise ativa, e quando digo que a ferida estava em processo de cicatrização, quero dizer que já estava seca. Tenho muito cuidado com isso e não quero que ele pegue essa doença!

      • ninha disse:

        Continuando tenho 7 meses em relacionamento só transo com camisinha e nunca com lesão e pródomos nao estou fazendo tratamento supressivo pq nao tenho crises consecutivas e a pessoa até hj não apresentou nada. Porém não estou namorando sério com ele
        Estamos ficando não nos vemos com tanta frequência. No momento não quero me relacionar sério até sair o veredito final desta vacina.

    • ninha disse:

      Lolo desculpa a pergunta, aonde aparece as bolas em vc na região genital?
      Eu peguei em setembro de 2014
      E nao sei se fico feliz ou triste
      Pq durante esse tempo todo so tive uma lesão no mesmo lugar só nasci uma bolinha aliás só fica vermelho a lesao sai uma aguinha ai tomo logo o aciclovir é no grande lábio esquerdo
      Esse ano ja tive 3 crises e só nasci nesse mesmo lugar fui ao gineco ele olhou nao tenho lesões na vulva nem internamente e fiz o exame com a lesão
      Ativa eu acredito que a minha é fraca e nao se compara com lesões das fotos que tem na Internet. Mês que vem vou fazer exames ginecológicos e pedir ao médico para passar o igg tipo 1 e 2
      Sou doadora de sangue e graças a Deus doei sangue esse mês e ja recebi minha carteira de doador monstrando que não tenho outras doenças sexualmente transmissíveis.
      Oro a Deus todos os dias para que chegue logo final do ano estou ansiosa para os rssultados provisórios da fase 2 da vacina.

      • Lolo disse:

        Oi Ninha, minhas lesões aparecem em lugares diferentes, perto da virilha, nos grandes lábios… Eu peguei a doença no final de 2014 também e já tive várias crises que já até perdi as contas. Agora estou fazendo tratamento supressivo, mas ainda não estou vendo muitos resultados. O “bom” é q as feridinhas sempre são pequenas e saram rápido. Já aprendi a conviver com isso, mas tenho muita fé q vai ser descoberto a cura!

  13. srn disse:

    Desde que o uro disse que as lesões que apresento podem ser herpes (em abril de 2015), so tive uma relação sexual de lá pra cá. Tenho um medo do cão de transar com/sem camisinha mesmo sem apresentar lesões e transmitir pra alguma garota. O pior é que de vez em quando aparecem uns esqueminhas e tenho que dar um monte de desculpa ou sumir mesmo

  14. Fe disse:

    Alguém já teve uma recidiva que durou mais que duas semanas?
    Estou com uma lesão que está diminuindo muito lentamente, fica avermelhada mas já fazem 16 dias e ela ainda está ali.
    Será que tem a ver com estar com sinusite? Li que quando temos algum problema de saúde concomitante, a crise só passa totalmente quando melhoramos o outro problema.
    Se alguém puder me responder, agradeço!

    • edurosadarco disse:

      OI Fe,
      eu já tive sim crises que demoraram um pouco mais.
      Tem a ver com nosso sistema imune, stress, intensidade da carga viral.
      Você está tomando antivirais para ajudar a sarar mais rápido?
      Att,
      Edu

  15. Nathy disse:

    Fui infectada em 2009, não havia tido recidivas até a Abril, minha vida virou uma loucura, estou tendo crises de sete em sete, no máximo dez dias, alguém conhece algum bom médico em SP?

  16. Carlos Eduardo disse:

    Infelizmente contaminei minha namorada. Pensei que poderia controlar essa doença, mas além de me enganar eu traí a confiança dela. Não sei o que fazer. Não sei como será o meu relacionamento daqui para frente, os planos de casar e viver juntos talvez já eram. Estou me sentindo um lixo, eu a amo muito, porém agora é arcar com as consequências.

  17. Morena disse:

    Olá , tenho feito um tratamento , é longo, com um médico no Rio de Janeiro, o tratamento é caro , mas está valendo a pena ! Eu tomo Valaciclovir nos ciclos q ele passa, e Tbm ele aplica uma injeção de interferon uma vez por mês, e Tbm passou lisinia . Mas peço muito a deus todos
    Os dias que essa vacina venha logo e nos tire esse sofrimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s