O que faz o seu Herpes Genital reativar?

Eu gastei bastante tempo tentando descobrir quais eram os “gatilhos” que faziam desencadear em mim, um novo episódio de herpes. Até hoje não consegui identificar todos eles. Mas o logo tempo de convívio com esse vírus faz você reparar algumas coisas.

No meu caso, eu acho que dois fatores  podem ajudar mais a surgir novas crises.  O primeiro deles é o stress, principalmente se estiver ligado a algum sofrimento emocional, e o segundo é o sexo prolongado. Tem mais um, mas ocorreu em menor número, que é quando uma nova crise apareceu logo após pegar um resfriado. A estes três casos eu consegui ligar a uma maior freqüência de aparecimento de uma nova crise para mim, mas mesmo assim, não foram todas as vezes em que aconteceu.

Já faz bastante tempo que eu faço uma anotação de quando tenho uma nova crise. Nessa anotação eu marco a data de quando começou, se eu senti algum prodrome (sensações estranhas antes da crise), em que local apareceu, qual foi a intensidade e se existia algum detalhe especial presente no momento, como por exemplo, os que comentei acima. Mesmo assim, foram várias as vezes em que eu não consegui identificar nada que pudesse ser algum “gatilho” e simples mente parecia que a crise tinha começado sem motivo.

A ciência ainda não sabe dizer com certeza o que leva o vírus a se reativar, mas os principais fatores são os seguintes:

  1. Stress
  2. Menstruação
  3. Alguma outra doença presente (faz baixar a imunidade)
  4. Prática de sexo prolongado
  5. Dormir pouco
  6. Algum trauma cirúrgico
  7. Comidas picantes
  8. Luz do sol (para herpes labial, pois os genitais estão quase sempre cobertos!)
  9. Alimentos com muita Arginina, como por exemplo, chocolate, sementes, nozes, castanha, amendoim, gelatina.

Fica aí a minha sugestão para que você também faça um tipo de controle como o meu, e tente descobrir quais são os principais fatores que podem fazer com que esse vírus se reative no seu caso.

Inclusive, não fique só neste tipo de anotação, o ideal é ter uma “ficha médica pessoal” ou uma pasta com todas as informações relativas a sua saúde. Anote as doenças que pegou, os remédios que tomou, exames clínicos, vacinas, consultas, etc.

Até breve,

Edu

Anúncios

35 comentários sobre “O que faz o seu Herpes Genital reativar?

  1. Naiara Miranda disse:

    Há pouco tempo infectada, ainda estou bem confusa sobre os sintomas que antecendem o aparecimentos de ferimentos… mas tenho observado que sinto levemente inchada e doída a virilha, e as vezes, mas quase que imperceptível, formigar… mas as bolhas em si eu nunca vejo…
    Quanto a reincidências, tem sido constantes… quase que semanais… mas já pela terceira vez vejo que elas aprecem logo depois de manter relações sexuais…quanto tempo de abstinência é o ideal para evitar reincidências???

    • Samira disse:

      Olá Edu,
      Tenho 40 anos e adquiri herpes genital ainda na adolescência e desde então sempre convivi “bem” com o vírus, tendo uma frequencia de uma ou duas crises por ano. Ocorre que, de uns 4 ou cinco anos para cá, tenho recorrências quase que mensais. Já fiz vários exames, vou ao infectologista frequentemente, faço tratamento supressivo com Aciclovir 400 mg e evito todos os alimentos possíveis que possam conter arginina, além de utilizar suplementos para reforçar o sistema imunológico. No entanto, venho tendo essas crises, às vezes chegando a aparecer 5 bolhas de uma vez, deixando-me inclusive incapacitada para o trabalho. Sinto-me extremamente esgotada, pois nada do que eu faça está surtindo efeito. Reforço que já fiz todos os exames possíveis e imagináveis e minha saúde está ótima, porém, devastada psicologicamente.

      • edurosadarco disse:

        Oi Samira,
        Pelo que vc descreveu, acho que o mais provável é que a sua menstruação esteja enfraquecendo o seu sistema imune.
        É estranho que o vírus esteja se manifestando mais frequente agora pois a tend~encia comprovada é que com o tempo ele diminui de atividade.
        Por isso é que acho que apesar dos exames que vc fez, deve existir algum outro fator externo (ou interno ex: emocional) que esteja contribuindo para a reativação frequente do vírus.
        Espero que vc consiga controlar.
        Abraços,
        Eduardo Rosadarco

  2. Raquel Sodré disse:

    Falando sobre os “Gatilhos” o que eu observei é que quando estou com crise garganta e tomo nimesulida(antinflamatório) logo em seguida ocorre a recidiva. Depois que observei esse detalhe eu fui pesquisar.Descobri que tais remédios podem baixar sua imunidade.Ou seja, minha imunidade já está comprometida e ainda tomo algo que baixa mais ainda. Dessa última vez foi coisa de uma hora, entre a nimesulida e o aparecimento do “comichão” que antecede a crise.
    Não sei se tem algum amparo cientifico, mas foi o que observei. Tendo em vista que pratico atividade física, tenho excelente alimentação e suplementação e tenho um bom estilo de vida, longe ao máximo de stress…..esse pode sim ser meu gatilho…

  3. Fernandinha disse:

    Olá, Meu nome é fernanda, tenho 19 anos e descobri hoje que tenho o virus, acho que to em choque ainda, mas vejo que da pra conviver muito bem com o virus, é só tratar, qnd bate a tristeza , tenho nojo e vergonha de mim, tenho um filho de 3 anos, fui casada, penso em tudo isso sabe, não tenho raiva de quem possa ter me passado o virus, e mesmo porque devo ter transmitido a alguem … Espero ter uma vida normal ainda, me tratar, mas não sei se um dia vou contar a alguem sobre o virus, vou me prevenir sempre, mas nao vou deixar de levar uma vida normal, Sei la, acho que minha ficha nao caiu ainda…. #triste

  4. FÁBIO disse:

    Ola Edu, sei que é muito individual, mas em quanto tempo sem tomar medicamentos eu posso diminuir as frequentes crises mensais, minimas, porém devastadoras psicologicamente falando?
    tenho herpes a 9 meses e tenho crises minimas de 15 em 15 dias, deixando claro que tenho uma imensa dificuldade de cuidar de meu psicológico e minha alimentação e dormidas, por exemplo, são muito boas. muito obrigado pela ajuda de todos!

    • edurosadarco disse:

      Oi Fábio,
      Não sei se entendi direito a sua pergunta, mas se você está tendo crises tão frequentes assim (apesar de fracas) acho que vc deveria fazer um tratamento supressivo com antivirais.
      Se você não for tomar os medicamentos, então tem que fortalecer o máximo possível o sistema imunológico.
      Quanto tempo leva para cada um é difícil dizer, mas comigo, comecei a notar diferença em uns três meses pelo que lembro.
      att,
      Edu

  5. Kelly disse:

    Olá Edu, ao sentir os prodomes você se antecipa e já toma o aciclovir? Fazem 3 dias que sinto os “comichões” e, prevendo uma crise, tomei o aciclovir….até agora, a crise não desencadeou.
    Qual a sua experiência nesse sentido? Toma o aciclovir por quantos dias? Até os prodomes sumirem?
    Obrigada pela atenção de sempre!

    • edurosadarco disse:

      OI Kelly,

      Com certeza. Quando sinto os prodromes eu já começo a tomar aciclovir. Funciona para diminuir a intensidade da crise.
      O aciclovir vc toma até o final da crise. Vc pode parar quando começa a cicatrização (casquinha). Essa casquinha costuma ser mais evidente qunado as lesãoes ocorrem na pele externa.
      Att,
      Edu

    • Naldinho disse:

      Olá Edu os sintomas apareceram em mim a 1 mês e meio ..me consultei tomei os medicamentos logo em seguida tive que viajar mais até hoje ainda não cicatrizou complenamente os ferimentos que são apenas duas feridas pequenas o que devo fazer para cicatrizar .?

      • edurosadarco disse:

        Não cicatrizou ainda?
        Mesmo em uma primeira crise, acho que por este tempo que vc falou já deveria estar tudo ok.
        Eu faria o seguinte… continue com os antivirais por mais uns dias, se não apresentar algum progresso na melhora, então faça uma nova consulta médica e mostre para ele.
        Ás vezes junto com a primeira crise de herpes genital, pode ocorrer alguma infecção por fungo ou bactéria.
        Abraços,
        Edu

      • edurosadarco disse:

        Olá “Mais uma”
        Em relação a herpes genital, os “comichões” podem ser sintomas prodrômicos que podem surgir um pouco antes do aparecimento da recorrência do vírus (crise).
        Podem aparecer como: coceira, íngua, sensibilidade (dor) na superfície da pele, dor interna na área genital.
        Isso pode variar de pessoa para pessoa.
        Abs
        Edu

  6. lucelia disse:

    ola meu nome e lucelia tenho vinte e dois anos a um ano descobrir que sou portadora do virus foi mt dificil pra mim no começo as vezes ate hj choro mt mas ja sei me dar melhor com isso stresse sempre me faz mal tenho um relacionamento a um ano meu parceiro sab no momento to noiva e hj eu poso dizer que nao e facil mas o melhor e sempre olhar para frente com muita coragem e partimos pra luta

  7. Euzinha disse:

    Olá, Edu. Mais uma vez eu aqui no seu blog. Acho que o acompanho há uns 2 anos! rs
    Então, estou na minha 4 crise de verdade e dessa vez muito muito muito pior do que todas as outras, inclusive da primeira. O meu maior “gatilho” acredito que seja o estresse, sou uma pessoa naturalmente estressadinha. E sempre, sempre mesmo, acontece na TPM, será por quê? rs. Outro ponto importante é a alimentação e o sono, nesse último mês cheguei a dormir cerca de 3h por noite, e a alimentação uma bagunça total. Tudo bem, eu pedi por mais uma crise! rs. Agora tenho uma pergunta, o que vocês fazem pra aliviar o estresse? Alguma sugestão? Abraços!

    • edurosadarco disse:

      Oi Euzinha,

      Realmente, o stress (principalmente emocional) é um dos principais gatilhos e a menstruação é outro para algumas mulheres. E junte isso a pouco sono e alimentação errada e você tem uma condição ideal para o vírus reativar.
      Eu gosto de nadar para aliviar o stress mas academia também funciona. Massagem é muito bom. Outras coisas que funcionam para mim é ler um bom livro e jogar computador (Starcraft, Diablo III, etc). Sexo é muito bom também….rs
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco.

  8. Anita disse:

    Edu, bom dia!
    Eu tenho herpes genital há dois anos e minhas crises, com exceção da primeira, sempre foram fraquinhas. Ocorre que foram sempre frequentes, em intervalos de 15 dias, no máximo. Contudo, nas últimas semanas, estou com crises seguida. Encerra-se uma hoje, começa outra amanhã… A única coisa que mudou em meus hábitos foi que voltei a treinar (bem leve) e estou fazendo uso de um termogênico. Seria um fator desencadeante das crises?

    • edurosadarco disse:

      Oi Anita,
      Os treinos são excelentes para fortalecer o sistema imune, porém esse termogênico não tenho tanta certeza se não pode causar algum efeito colateral. É importante que não tenha nada de Arginina na fórmula.
      Para algumas mulheres a menstruação pode ser um forte fator para reativar o vírus pois costuma baixar a imunidade.
      Também vc pode tentar tomar antivirais supressivamente para diminuir a frequência.
      Abraços
      Edu

  9. estrela disse:

    Edu,
    Estou na minha segunda crise, essa muito mais intensa que a primeira, já fazia 45 dias sem uma crise, acredito que essa foi desencadeada pela menstruação estou muito preocupada, gostaria de saber se para amenizar as crises posso utilizar um chá caseiro que ajude a reduzir as crises tenho 20 anos sou super. nova e estou passando por um transtorno imenso,

    • edurosadarco disse:

      Oi Estrela,
      O ideal é vc usar um antiviral como o aciclovir.
      Eu já ouvi falar que o chá verde faz bem. Alguns usam até em compressas em cima das lesões. Porém a eficácia é questionável.
      Se vc quiser usar esse chá caseiro, vá em frente, porém recomendo de novo que paralelamente a isso vc também use o antiviral.
      Abraços,
      Edu

  10. Mais uma disse:

    Descobri ontem que fui infectada. Entrei em desespero e a médica não ajudou muito. Fez hora da minha cara e não me explicou nada. Sair do consultório me acabando de chorar. Até agora estou sem acreditar e sem entender como isso aconteceu. Eu nunca tive uma relação sexual sem camisinha, mesmo morrendo de curiosidade para saber como seria sem. De nada adiantou essa merda de cuidado. Enfim, agora estou condenada a essa porcaria para o resto de minha vida. Por favor,e responda. É verdade que melhora a com o tempo? Foi menos. Quantas vezes, mais ou menos, isso costuma ressurgir. Espero que não seja muito recorrente porque foi demais.

    • edurosadarco disse:

      Oi “Mais uma”.
      Pelo que eu entendi a sua crise foi bem forte. Provavelmente foi sua primeira (que costuma ser muito mais forte mesmo). Isso pode indicar que vc se infectou recentemente e ainda não tinha anticorpos contra o vírus.
      – é difícil dizer quantas vezes o vírus pode reaparecer. Varia muito de pessoa para pessoa e depende também do sistema imunológico de cada um.
      – Se acontecer uma recorrência em você será bem mais fraca do que foi a primeira crise.
      – Sim… com o tempo as recorrência costumam diminuir de intensidade e frequência, mas existem exceções.

      Abs
      Edu

  11. Roberto disse:

    Olá Edu.
    Primeiramente, parabéns pela sua grande contribuição a todos nós, você foi a fundo em estudar e compartilhar as informações que conseguiu obter. Deixe-me contar o que acontece comigo. Descobri que estava com Herpes genital há 90 dias. Tomo Aciclovir 400mg 3X ao dia continuamente desde que fui diagnosticado, como as crises desaparecem e reaparecem semanalmente estou preocupado. Tenho uma vida saudável, pratico musculação diariamente, não me estresso com facilidade, zero consumo de álcool, evito alimentos/suplementos que contenham Arginina. Tomo há um mês suplementação diaria de 500mg de lisina. Outra coisa que me deixou intrigado devido a diferença do que li relatos em seu blog, é que no meu caso não surgem bolhas, apenas úlceras pequenas que desparecem após uma semana sem formar “casquinha”. Já havia visto um caso assim? Será que há mais alguma coisa a fazer?

    • edurosadarco disse:

      Oi Roberto,
      Sim…pode acontecer de surgir diretamente as lesões. Acredito que depende da pele de cada um e também do local… por exemplo nas mulheres, quando aparece nas mucosas mais úmidas da vagina.
      Pelo que vi você já se cuida direito e essas crises não estão dando folga.
      Sugestões:
      -Verifique se seus treinos não são muito pesados?
      -Faça um exame de sangue completo e urina para ver se está tudo ok. Verifique vitamina D.
      -Dormindo bem e suficiente?
      No momento é isso que consigo pensar. O tratamento supressivo que vc faz deveria fazer efeito ainda mais aliado com as outras coisas. Mas é comum realmente que no início (alguns meses depois do primeiro contágio) o vírus se manifeste com mais frequência. Acredito que com um pouco mais de tempo vc terá melhores resultados.
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

  12. Anita disse:

    Edu, do que se trata esse tratamento supressivo que você fala? Minhas crises são bem recorrentes (a cada 15 dias), mas bem fracas. Eu raramente tenho podromes, o que faz com que eu nunca tenha certeza de quando a crise vem. Pensei em tomar aciclovir por um tempo para ver se diminui a incidência.

  13. alemaomirassol@hotmail.com disse:

    edu, bom dia
    sou casado a 11 anos, nunca fiz este exame de hsv, e por natureza acabei fazendo e dei igg reagente e igm nao reagente, minha esposa olhei os ultimo exames dela, ela esta gravida, e não tem nada. Minha pergunta, antes sdeste relacionamento de 11 anos, tive varias pessoas com quem sai, será que posso ter contraido la atras e so desencadeou agora devido aop stress e baixa de imunidade ( tive febre e um resfriado forte que durou 1 semana ).

    • edurosadarco disse:

      Oi Alemão,

      Isso pode ocorrer sim. Muitas pessoas tem o vírus e não apresentam crises, ou as crises são bem fracas e elas não percebem a doença.
      Alguns só tem a primeira crise e não apresentam mais recorrências depois que desenvolvem os anticorpos.
      Outros (como eu) apresentam crises recorrentes que podem variar bastante de frequência ao longo da vida, mas a tendência é diminuir com o tempo.
      Por isso, sim vc pode ter pego lá atrás, e por uma diminuição do sistema imune o vírus se manifestou…isso é até bem comum.
      Abraços,
      Edu

  14. Maria Deluca disse:

    Fazem 3 anos que peguei herpes genital e ela é recorrente. Tenho de 1 a duas vezes por mes. Tomo lisina, aciclovir, nao bebo, nao fumo. Tento manter uma vida saudavel. Mas tenho transtorno de ansiedade e fazem 2 anos que tomo antidepressivo. Isso pode ser a causa da recorrencia? O que eu poderia fazer?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s