O Herpes Genital

O que é herpes genital?

Herpes genital é uma doença de pele sexualmente transmissível que pode ser causada por dois tipos de vírus do herpes simplex, o tipo 1 e o tipo 2.

A grande maioria das infecções por herpes genital são causadas pelo tipo 2 do vírus, e o tipo 1 é responsável pela quase totalidade dos casos de herpes oral (labial).

Porém, hoje em dia está crescendo o número de casos de herpes genital pelo tipo 1 devido ao aumento da prática de sexo oral. Quando uma pessoa que está com herpes labial, faz sexo oral em outra, pode transmitir o vírus tipo 1 para os genitais dela.

O herpes genital (assim como o herpes oral) é uma doença que causa recorrências para muitas pessoas. Isto é, o vírus que estava em um estado dormente, reativa de vez em quando e causa uma nova crise.  A quantidade dessas crises varia muito de pessoa para pessoa, mas em média, costuma acontecer entre 3 a 4 vezes ao ano.

Quais são os sintomas do herpes genital?

Os sintomas mais comuns do herpes genital dependem do tipo de infecção que está acontecendo. Se for uma primeira infecção (infecção primária) quando você ainda não tem anticorpos estabelecidos, os efeitos costumam ser mais severos. Pode aparecer dor ao urinar, febre, corrimento vaginal, coceira, vermelhidão, dor de cabeça, e vesículas (bolhas) na pele.

Em uma recorrência do vírus, os sintomas costumam ser mais leves. Normalmente começa como uma coceira na pele, depois passa para uma vermelhidão, em seguida saem bolhas no local que cicatrizam e secam em torno de uma semana.

Algumas pessoas (como eu) sentem as prodromes antes de acontecer uma nova crise.Estas prodromes são sensações tais como, sensibilidade na pele, formigamento, coceira ou “dor interna” e podem servir de aviso de que o vírus está reativando.

Porém os sintomas variam muito para cada um. Muitas pessoas, por algum motivo, não apresentam nenhum, ou eles são tão leves que elas os confundem com alguma outra coisa.

Por isso, cerca de 80% das pessoas que tem herpes genital não sabem.

Se você está com alguma dúvida se pode ter contraído herpes genital, certamente o primeiro passo é fazer uma consulta médica para obter um diagnóstico correto.

Como se transmite herpes genital?

O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível (DST). Ela somente se transmite através de sexo vaginal, sexo anal, sexo oral ou compartilhamento direto de objertos sexuais. Existe muita polêmica se o vírus pode ser transmitido em assentos de vasos sanitários, banheiras, piscinas, compartilhando roupas íntimas, toalhas, mas não existe nenhum caso confirmado no mundo de que isso seja verdade.

É claro que sempre é bom usar o bom senso pois podem existir casos extremos.  Por exemplo, se depois do banho, você enxugar a área que está com uma crise e outra pessoa usar a mesma toalha, teoricamente é possível que tenha ficado algum vírus vivo no calor e umidade da toalha e assim pode existir risco de transmissão. Como também, se você compartilhar objetos sexuais com alguém que está infectado, pode ser muito perigoso.

O que muitas pessoas não sabem é que é possível transmitir o vírus mesmo sem estar com nenhum sintoma aparente. Isto se chama transmissão assintomática.

O básico para evitar o risco de transmissão, é nunca fazer sexo se você estiver sentindo os prodromes ou se estiver com algum sintoma aparente, e sempre usar preservativos nas relações entre as crises.

Está comprovado também que tomar antivirais supressivamente (todos os dias), pode reduzir em 50% o risco de transmissão.

Quais são os tratamentos para o Herpes Genital?

Infelizmente, até o momento não existe cura para o herpes genital nem para o herpes oral, mas existem muitas maneiras para tratar e controlar esta doença.

Depois que o vírus se estabelece no organismo (no gânglio sacral na base da coluna – no caso de herpes genital) ele nunca mais sai. Ele fica lá em estado latente (inativo) e de vez em quando se reativa e volta até a pele causando uma nova crise.

O tratamento convencional do herpes é feito com antivirais. Os três antivirais principais que existem aqui no Brasil são o Aciclovir, o Valaciclovir e o Famciclovir. Os antivirais não servem para curar a doença mas sim para tratá-la. Eles impedem a replicação do vírus e desta maneira ajudam o nosso próprio sistema imunológico a acabar com a infecção.

Você irá encontrar na internet diversos tratamentos alternativos, a maioria deles nunca foi testado corretamente e alguns podem até piorar a situação.

Se quiser tentar algum tratamento alternativo, procure sempre um médico antes, para saber a sua opinião. Nunca se automedique sozinho.

E fique longe de quem diz que tem a cura para esta doença. Muitos “esquemas” fraudulentos existem por aí somente para a captação do seu suado dinheiro. Se alguém realmente descobrisse a cura, ficaria instantaneamente famoso no mundo inteiro e os principais jornais e revistas do planeta colocariam essa descoberta na primeira página com certeza!

Muitas pesquisas estão sendo feitas para encontrar medicamentos mais eficazes e principalmente uma vacina contra este vírus. Estamos aguardando e torcendo por um avanço nesta área.

Quais problemas emocionais o herpes genital causa?

Eu noto que aqui no Brasil são poucos os sites que falam alguma coisa sobre os problemas emocionais que aparecem quando você descobre que pegou esta doença.

Na minha opinião, o sofrimento emocional que o herpes genital causa pode até ser muito maior do que o problema de pele que ele realmente apresenta.

O herpes genital não é somente um problema físico, mas sim, é também um problema emocional e dos relacionamentos pessoais, pois um grande medo que surge é o “medo de rejeição”.

É muito comum causar tristeza profunda, confusão,raiva, culpa, arrependimento, baixa auto-estima, vergonha, constrangimento, medo e até depressão em algumas pessoas. Eu mesmo sei disso porque já estive lá.

Algumas pessoas se isolam de novos relacionamentos, mudam seu estilo de vida, ficam desmotivadas e desenvolvem frustrações sexuais.

Eu acho que é um problema sério e deveria ser acompanhado com mais cuidado pelos profissionais da área médica pois causam grande sofrimento nos pacientes que contraem este vírus, principalmente no início.

Ninguém está preparado para receber a notícia de que pegou herpes genital e geralmente possuem pouca informação sobre esta doença. E é nessa hora que pensamentos errados começam a surgir e causar desespero. Alguns destes pensamentos como por exemplo, “achar que agora é inferior por ter esta doença”, são verdadeiras Armadilhas Mentais e podem levar a um ciclo persistente de sofrimento emocional que pode demorar para desaparecer.

916 respostas em “O Herpes Genital

  1. Por isso os portadores do herpes genital tendem a se aprisionar no isolamento. No entanto, gostaria de saber se você conhece algum site de relacionamento para portadores do herpes.
    Onde posso encontrar grupos de apoio e agências de namoro para pessoas com herpes genital? Sou de Fortaleza, tenho herpes genital (leve) e gostaria de encontrar/formar um grupo de integração, apoio, intercâmbio e discussão sobre o assunto. e-mail para contato: roberto333fortal@hotmail.com
    Resumindo o meu histórico para melhor compreensão: tenho 40 anos, profissionalmente bem definido, contexto social – classe média, boa aparência e sociável.
    Faz 12 anos que contrai herpes genital, cuja recidiva ocorre em média três vezes ao ano. Quanto às consequências e sintomas físicos, são mínimos, em torno de seis dias desaparecem.
    O que pior ocorre desde então é que evito relacionamentos sérios, que transcendam a meros romances sem o compromisso do cotidiano, pois assim pode-se haver intermitência na relação, não sendo necessárias explicações. Isto, na realidade, para evitar revelar o fato e se colocar diante deste, perante uma parceira, na ocasião de uma recidiva, pois neste ultimo caso não teria como me afastar sem justificativas, após os primeiros sinais até o total desaparecimento de qualquer sintoma.
    Sei que uma grande parcela da população tem herpes genital, embora muitos não saibam.
    O que realmente quero perguntar é a respeito de informações se existem grupos de interações, apoio, e até namoro entre pessoas com herpes genital.

    • Oi Roberto,

      Infelizmente aqui no Brasil ainda não existe um site de relacionamentos para quem tem herpes genital.
      Conheço o site americano positivesingles, mas por aqui isso não foi inventado ainda.
      Se pelo menos tivesse algum fórum de discussões brasileiro sobre herpes genital, acho que já seria de grande ajuda.
      Poderia até ser separado por regiões do país . Iria facilitar muito encontrar alguém com o mesmo problema.
      Realmente é difícil encontrar outras pessoas com herpes genital. É uma doença “secreta”. Mas com certeza muita gente tem.
      Se eu tivesse disponibilidade e mais tempo eu faria, mas por enquanto não dá. Nem no meu blog não consigo postar tão frequentemente.
      Vou pensar em escrever um post sobre isso no futuro.
      Fiquei contente que você gostou do livro.
      Abraços,
      Edu

      • Oi Edu,
        vivo nessa situação angustiante há qse 02 anos. Não aguento mais crises recorrentes, ou estou com lesão, ou estou com os sintomas que anunciam a crise. Há seis meses estou namorando, e de cara contei que tinha herpes genital. Comecei um tratamento de vacinas com um Imunologista, mas não vi grandes mudanças. Nem esse imuno, nem a minha ginecologista me disseram que nesse período (pódrome) eu não poderia transar. Nunca transamos sem camisinha, e evitamos quando estou com lesões. Sexo oral, é coisa que tenho muito medo, e poucas vezes tenho segurança de receber. Não tenho uma vida normal, passamos longos períodos sem transar, e até mesmo sem nos beijarmos, pois também tenho herpes labial. Eu vivo num inferno.
        Eu sei que daqui um tempo meu namorado vai cansar disso, e ficarei sozinha novamente… mas talvez isso seja mais fácil. Atualmente tenho uma cicatriz na boca, que coça, mas não chega a abrir lesão. Eu não sei o que fazer. Me sinto mal assistida pelos médico com quem tenho conversado. Você tem alguma boa indicação de médico? Preciso muito de ajuda.Me ajuda por favor.

      • Oi Maíra,

        É o seguinte… se você estiver sentindo uma prodrome, então é melhor não transar pois esses sintomas significam que o vírus está se reativando e logo virá uma crise. Portanto a chance de transmissão começa a ficar maior a partir do momento que agente sente algum prodrome. E é claro, o risco atinge o ápice quando tem alguma bolha presente na pele.
        Se você não estiver com sintomas prodrõmicos ou uma crise presente, pode transar sim! Porém se for sem preservativo, os parceiros precisam estra cientes de que ainda existe um pequeno rico de transmissão assintomática.
        Maíra… acho que vc deveria dar uma olhada no meu livro… tem muita coisa importante lá que pode te ajudar e o assunto é extenso. Garanto que as informações que coloquei lá são confiáveis e importantes para todos nós que temos esta doença e que queremos nos adaptar e minimizar o impacto da herpes genital nas nossas vidas.
        Abraços,
        Edu

      • Aliás Edu,
        meu email é mayralameirao@gmail.com . Se vc puder compartilhar essas informações comigo, e me ajudar, vou ficar extremamente grata. Eu realmente preciso muito de ajuda. De drogas novas, de tratamentos alternativos, de qualquer coisa.

      • Não aguento mais tenho feridas constantes e enormes tomo aciclovir mais ela ainda se multiplicam. Não paro de chorar e só quero ficar deitada em meu quarto, tenho um parceiro a três anos e foi no inicio do nosso relacionamento que tive as primeiras crises mais ele nunca teve nada. queria diminuir essas crises não sei lhe dar com isso. O que faço?

      • Oi Elizabeth,

        Se você toma o aciclovir de forma supressiva e mesmo assim está tendo crises constantes, então o que você pode tentar fazer é aliar o seguinte…. basicamente:
        - diminuir alimentos com arginina.
        - tomar suplemento de lisina.
        - vitamina c 3x por semana ou outro suplemento de vitaminas.
        - dormir suficiente e bem.
        - Controlar o stress emocional. Isso é meis importante do que parece!
        - exercícios moderados… mín 3x por semana.
        - evitar … cigarro, álcool.
        Se quiser mais detalhes que sei que irão te ajudar muito, recomendo o meu livro: http://www.dosustoaosucesso.com
        Abraços,
        Edu

      • Fala aí maíra fica tranquila tudo tem um jeito , tbm tenho herpes tive 2 crises e nunca mais , pesquisei bastante e encontrei uma solução no meu caso deu certíssimo , comprei L LISYNE 500mg , ZINCO 500g , E VITAMINA C 1000mg e penvir de 125mg , se vc estiver em crise tome esse penvir de 12hs em 12hs durante uma semana !!!!!! ao fechar essa semana inicie o ciclo com Lisyne 500 2 vezes ao dia a primeira em jejum , na refeição (almoço) tome 1 capsula de ZINCO e outra de VITAMINA C , na janta ou antes ou depois outra de L LISYNE , com esse tratamento obtive sucesso !!!! nunca mais tive essa praga !!!!! as vitaminas vc encontra na internet site BIOVEA , e o preço é bem acessível , obs e se vc por acaso no tratamento sentir algum indicío que vai atacar novamente comece com penvir durante uma semana mesmo q não apareça ou suma antes !!!!!!! penvir age na corrente sanguínea e o herpes é um vírus q tbm trafega nela !!! por isso a necessidade de vc completar o ciclo com o remédio !!! espero q eu tenha ajudado , todos esses (remédios) são vitaminas e podem ser tomados sem prescrição medica e todos juntos de uma vez são suplemento alimentares. abraços!!!!!

    • Mas pq namorar alguém que também tenha herpes.?
      Õ Medõ n te leva a nada.
      Eu tenho HpV e Herpes e encontrei alguém que me queira do jeito que sou e estou, pq n tive medõ.

      • Oi Hanna,

        Pelo meu conhecimento, as crises de herpes genital possuem um ciclo – desde quando surgem até a cicatrização – de aproximadamente 7 a 12 dias. Não é comum sentir dores depois de encerrada uma crise de herpes.
        Acredito que você deveria investigar isso melhor (se já não o fez).
        Abraços,
        Edu

    • também estou com essa ideia de fazer uma rede social para nos portadores desse virus, vou entrar em contato com edu e trocar uma ideia sobre isso ou se ele ler esse comentario ele pode entrar em contato comigo.
      Uma ideia que tive aqui é de como o Edu é o administrador do fórum ele deve ter acesso aos emails que cadastramos para o feed de comentários então ele ficaria como mediador dos interessados. Por exemplo :se um guri se interessar por uma guria o Edu entraria em contato um com outro e revelaria o email um do outro preservando o anonimato. Por favor Edu entre em contato comigo para ver a possibilidade disso

      • Oi João,
        Eu leio todos os comentários do blog sim.
        Mas eu não tenho como colocar em prática essa ideia. Não tenho como administrar isso.
        E também, eu não posso divulgar nenhum e-mail colocado aqui e muito menos dos meus clientes que compraram o livro.
        Mesmo se eu tivesse autorização, eu prefiro não intermediar isso.
        Att,
        Eduardo Rosadarco.

      • Edu vc poderia pelo menos fazer um tópico com algo parecido dizendo que esse espaço seria para as pessoas se conhecerem e se relacionarem deixe o pública analisar se pública o email ou não se não der certo vc deleta, vc também pode fazer um tópico experimental perguntando se o pessoal gostoria de um espaço assim aqui. Obrigado pela atenção

    • Olá, descobri recentemente que tenho herpes genital, estou tendo uma crise horrível, na verdade hoje já estou melhor, e a médica receitou Penvir de 12/12 horas por cinco dias. Estou no segundo dia e amanhã a caixa já acaba, vou precisar comprar outra caixa ou posso parar amanhã no terceiro dia, já que estou melhor. Hoje já é o quinto dia da crise, acho que está no final. Estou passando a pomada também.

      • Oi Roberta,

        Normalmente a primeira crise é BEM RUIM mesmo. A minha foi terrível também.
        Mas se caso você vier a ter recorrências no futuro, elas serão bem mais fracas.
        Melhoras para vc!
        Att,
        Eduardo Rosadarco

      • Pessoal, descobri a alguns dias que possuo a herpes genital, quando então sofri de uma manifestação, ainda estou assustada, mas cheias de dúfidas, pois consegui ir a minha médica duas vezes, mas como encaixe de emergência, então as consultas foram bem rápidas. Assim, dúvidas foram surgindo a partir do momento que vinha lendo milhares de artigos sobre o assunto. Minha dúvida é quanto a nossa hiegiene pessoal, pois não sabendo do caso clinico, lavei minha roupas intimas e tolhas sem a presença de luvas e logo depois vi um artigo falando que existem pessoas que possuem o nos dedos. Como são os banhos, para que nã espalhe por outras partes? Minhas dúvidas são bem da intimidade, mas desde já peço-lhes desculpas da santa ignorância, mas me ajudem por favor!!!

      • Oi Patrícia,

        O vírus não transmite assim.
        A transmissão acontece somente em relação sexual com atrito pele-pele ou pele-mucosa ou uso compartilhado de objetos sexuais.
        Fora desta situação é bem difícil de ocorrer transmissão. O vírus morre rapidamente fora do nosso organismo.
        Herpes na mão é uma coisa bem rara, e deve ter acontecido a transmissão em uma situação extrema.
        Recomendo muito que vc leia o meu livro para tirar todas as suas dúvidas sobre transmissão e tudo mais.
        Abraços,
        Eduardo Rosadarco.

  2. Sim…
    Esta dor interna que aparece no meu caso é uma prodrome.
    As prodromes são sintomas pré-crise e podem se manifestar em muitas pessoas de maneiras diferentes.
    No meu caso, eu sinto ás vezes uma sensibilidade irritante na pele que aparece em diferentes lugares como, na virilha, nas costas (lombar), barriga, parte interna das coxas. Também sinto algumas vezes esta dor interna que falei, é difícil de definir a sensação mas conheço bem. Geralmente ela “parece estar internamente” abaixo das bolas ou até meso no ânus, ou na virilha.
    Quando eu sinto qualquer um destes sintoma eu já sei que uma crise vem por aí em um ou no máximo dois dias.
    É interessante que quando enfim a crise aparece, esses sintomas irritantes somem rápido.
    Mas já tive crises que apareceram sem prodromes também… então é bom sempre lembrar disso.
    Abraços,
    Edu

    • Depois de 3 anos com essa maldita doença eu descobri que as minhas dores na virilha são prodromes. Eu tenho uma dor muito forte na virilha esquerda, sempre na perna esquerda, na verdade não é bem na virilha é bem na dobra da perna logo acima da virilha, e semana passada que me dei por conta que isso era da Herpes, mas é uma dor quase insuportável, parece até quando abre a virilha praticando algum esporte. Incrível a cada dia ela nos apresenta uma novidade ruim! Até quando?
      Uma menina de uma Universidade da Paraíba vai me enviar um medicamento que segundo ela me falou por telefone, vem dando ótimos resultados, teve pacientes que usaram e não tiveram mais recorrências, só o fato de ouvir isso a minha semana melhorou 99%, as vezes acontece algumas coisas com a gente, porque Deus quer nos colocar pessoas no nosso caminho, e essa menina que me atendeu é uma dessas pessoas que fazem questão de ajudar os outros.
      Se der resultado pode ter certeza que volto para dar a notícia! Abração amigos e amigas e vamos acreditar!

      • Oi Paula,

        Nesse começo eu sei bem como agente fica abalado.
        Por isso, a primeira coisa, é tentar manter a calma e fazer uma consulta médica.
        Se você já fez o diagnóstico e é herpes genital, então recomendo fortemente que leia o meu livro e também os comentários aqui no blog… vc vai ver que não está sozinha .
        Herpes genital é uma coisa chata, mas não é o fim do mundo como parece no começo.
        Qualquer coisa escreva,
        Abraços,
        Eduardo Rosadarco.

  3. Edu, você tem alguma novidade sobre aquela descoberta da cura das herpes pelos cientistas Russos? Esse profetal existe para venda?

    Abraço!

    Thiago

  4. Oi Thiago,

    Por enquanto não tenho nada de novo.
    Mas pelo que vi antes, esse Profetal parece que realmente existe.
    Assim que der eu vou tentar descobrir mais sobre isso.
    Qualquer coisa nova eu coloco por aqui.
    Abraços,
    Edu

  5. Quero comentar a todos que tem HERPES GENITAL, so vejo os sabidos querendo tirar proveito da situação dos que tem o viros, querendo vender alguma coisa, mais a cura não dão resposta de nada, pois eu falo para todos, eu não sabia que tinha o viros herpes g, a gora sei, dar coseiras no penis bolhas e no anos tambem, verifiquei que não tem cura, sei tambem que quando eu tomo remedio para verme diminui as coseiras, eu resolvi tomar CREOLINA quando estava com crise, pela manhã tomo com leite e nescau, ponho 5 pingo dentro de uma xicara com poquinho de leite e mando para dentro por 5 dias sequidos, sabe que no segundo dia as coseiras ja não estão mais, e repeti 3 semanas, toda segunda inicio paro quinta e assim vai 3 semanas, creio eu que este viros e um verme muito malandro, por isto nos temos que lidar com muita violencia com ele, CREOLINA mata todos os tipos de vermes ate de animais, e porque não este malandro peque nino, estou muito bem.

    • Oi Iziquiel,
      Muito Importante… Não use Creolina!
      Você está se envenenando devagar!
      Você pode ter tido a impressão que ajudou, mas garanto a você que a Creolina não teve parte nisso.
      Herpes é causada por um vírus que age de forma complexa e realmente ainda não foi desenvolvida a cura.
      Abraços,
      Edu

    • Não sei quem vc e mais vou ti falar comentei neste local, sobre a HERPES GENITAL o que eu tomei e elis tiraram da pagina meu comentário sei que eles não querem que pessoas com eu e vc não tenha a cura, pois bem ti conto eu tinha muita coceiras com bolhas no penis e no anos, fiz de tudo mais nada, foi então que me veio na mente que CREOLINA mata todos os tipos de vermes ate de animais e eu tomei 5 pingos na segunda ate quinta por 4 dias seguidos e na outra semana de novo e por 3 semanas seguidas e estou muito bem no momento, na segunda ver que tomei já não tinha mais coceiras nenhuma.

      • ta de sacanagem comigo né Iziquiel!? Toar Creolina?? fala sério!!!faça um tratamento supressivo! vá até um urologista.. ele ira te indicar o melhor a se fazer…Aguarde que em breve teremos novidades sobre a cura dessa doença.. abco!

      • Concerteza! valeu pelo link Du!!vou dar uma lida.. tem uns loucos que postam cada coisa aqui.. tomar CREOLINA foi demais…kkkkkk

        Acho que iremos nos livrar dessa porcaria de Herpes muito em breve!! abração.. vamos nos falando!!

    • Boa Noite! Edu escutei a notícia, estou desesperado cara, não aguento mais as reincidências de crises dessa doença. O meu caso é diferente de todos que já vi, Eu sempre tive Herpes Labial, e de alguns anos pra cá começaram as crises no pênis mas não na cabeça, na pele mesmo e nunca mais tive no lábio, estranho né, mantenha-me informado, se tiver a vacina em qualquer parte do mundo eu vou, vendo casa, carro, faço qualquer coisa pra me livrar desse trauma…Abração!

  6. Creio eu que vcs são de cidade grande eu não sou de cidade pequena, quando comentei que tomei creolina e porque este viros não tem cura e creolina serve para muitos tipos de vermes e quando eu tomava remedio para verme controlava tudo, e quero ti falar com sinceridade, so quis ajudar, fique com sua HERPES eu fico com aminha ok!!!

  7. Thiago, para vc não estou de sacanagem com vc, porque não sou moleque tenho muita idade para brincadeira, sou funcionario publico federal aposentado, so quis ajudar e comentar o que eu tomei não quero que vc tome, apenas falei que eu tomei ok.

  8. Meu caro Iziquiel.. você, por ser um funcionário publico, deve ser uma pessoa muito esclarecida! Me admira você pensar que um desinfetante, que alias minha vizinha utiliza para limpar os detritos de seus gatos, sirva para “matar” o vírus da Herpes!! Isso mata é você!!! vá a um médico!! De qualquer forma, como você mesmo disse: cada um que fique com sua Herpes.. vou ficar com a minha herpes da “cidade grande”.. POR MUITO POUCO TEMPO!! abco!

  9. So mais uma duvida Edu, esses remedios como aciclovir agente encontra em farmacias populares, pois o preço seria bem mais baixo, ou se pode manipular esses remedios…abraços.

  10. Oi Nando,

    O aciclovir existe em forma genérica nas farmácias sim.
    Mas sempre peça para comparar o preço das outras marcas porque já encontrei diversas vezes o Herpesil mais barato que o genérico aqui em Curitiba.
    Você também pode mandar manipular e acho que sai até mais barato.
    Tem que fazer uma pesquisa pois os preços variam bastante de um lugar para outro e os antivirais não costumam ser baratos infelizmente.
    Abraços,
    Edu

  11. Edu voçe ja ouviu falar desse tratamento resolve herpes detox, li no site que ele realmente cura, mais sei não acho que isso e mais uma maneira de ganhar dinheiro com o sofrimento dos outros.
    site http://www.resolveherpes.com, da uma olha ai. e se vc ja viu, deixa um depoimento sobre isso.abraço…

  12. Oi Nando,

    Tem que tomar cuidado com estas coisas.
    Infelizmente , muitos destes tratamentos não funcionam.
    Principalmente os que dizem que eliminam o vírus.
    Isso seria a cura! Onde estão as provas? As pessoas curadas?
    Lembre que muitos posts podem ser “fabricados” por quem vende o produto ou tratamento.
    Veja aqui:

    http://resolve-herpes-journal.blogspot.com.br/2009/08/resolve-is-scam.html

    ou aqui:

    http://posenergies.hubpages.com/hub/HERPES-CURE-THAT-WORK-AND-DONT-WORK

    ou aqui:

    http://www.ripoffreport.com/directory/Resolve-Herpes.aspx

    O ResolveHerpes está na lista “negra” do FDA Americano, segundo um dos sites acima.
    E assim como este, existem muitos outros aproveitadores.
    Estejam todos avisados…
    Abraços,
    Edu

  13. Ola pessoal
    Acabei de descobrir q tenho o vírus top II e estou no meio de uma crise.
    Confesso q tem sido devastador. Primeiro pelo incomodo, mas tb pela vergonha, pela culpa… Esta semana tenho percebi q minha rotina mudou, estou mais caseiro, tenho atendido menos o telefone e ando um pouco triste, o q n é comum p mim.
    Tenho lido bastante sobre o assunto e aqui me senti seguro, nao só p pegar informações, mas para, pela primeira vez, falar com sinceridade o q tenho sentido.
    Na verdade é assustadora a idéia de n poder ter uma vida sexual normal, ou mesmo um relacionamento com alguém q n possua o vírus. Tb me perturba o fato desse troço poder se espalhar pelo corpo.
    Em todo caso, gostaria de pedir refugio aqui com vcs. Peço q tenham paciência c um principiante no assunto, assustado com essa nova realidade. Espero um dia poder ajudar outras pessoas a se sentirem melhores, como vcs estão fazendo comigo.
    Abraço a todos e de modo especial a vc deu, por nos proporcionar este espaço.

    • Oi Flavio,

      Essas coisas que você está sentindo são muito ruins mesmo. Sei bem como é.
      Acontece com todos nós quando descobrimos que pegamos herpes genital.
      Até certo ponto isso é normal. A notícia desta doença é um impacto mesmo.
      Com um pouco mais de tempo vai passar sim.
      Mas por exemplo, você está achando que não poderá levar uma vida sexual normal….
      Algumas coisas, é claro, mudam e agente tem que se adaptar.
      Mas posso te dizer com sinceridade que isso não é o fim do mundo.
      E se você aprender a lidar com esta doença, agir com responsabilidade e tomar alguns cuidados, dá para levar
      uma vida (sexual) normal sim.
      Sobre a transmissão para outras partes do corpo, isso só acontece em casos muito extremos e o risco maior é durante a fase inicial em que os anticorpos ainda não estão bem estabelecidos.
      Passando a fase inicial, a autoinoculação é bem rara. Mas é claro que é bom evitar sempre entrar em contato com as bolhas ou lesões diretamente.
      Se você se interessar, no meu livro tem muitas informações que tenho certeza que irão te ajudar.
      E qualquer coisa escreva… estou por aqui sempre.
      Abraços,
      Edu

      • vi nos seus cometarios q vc ta bem por dentro da herpes er tao bom agente ter com quem comversar a respeito disso e esclarecer nossas duvidas

      • Oi Edu, também descobri essa semana que posso está com Herpes genital, estou muito triste por saber que essa doença não tem cura, meu estresse aumentou em 100% e minha auto estima caio um bocado tenho vergonha e me sinto culpada no momento o que mais me incomoda são essas dores semelhantes a choques que venho sentindo. T
        ô muito triste com essa situação e sem saber o que tomar. Fui a ginecologista que me receitou uma pomada e um sabonete liquido mas estava tão nervosa que perdi a receita não quero usar qualquer coisa sem orientação mesmo assim comecei a usar penvir creme não tive bolhas ainda, será que essas dores é um aviso de que vou ter as bolhas e mais coisas?

      • Oi Susanny,

        Pode ser que essas sensações que vc está sentindo sejam prodromes (sintomas que aparecem antes de uma crise).
        Recomendo que vc ligue para seu ginecologista para ele te passar o nome dos remédios que ele prescreveu. Normalmente vc não vai precisar de receita para comprar na farmácia remédios para a herpes genital.
        Na minha opinião, porém, as pomadas ajudam mas não são muito eficazes. É melhor tomar antivirais em comprimido (aciclovir).
        Abraços,
        Edu

    • gostaria de fazer amizades e dividir as reclamações que sentimos tenho tido recorrencias todo mes e me deixa triste. deixem um email para nos comunicarmos ou fazermos amizade

  14. Olá Edu,

    Estou na mesma situação do Flavio…tenho 32 anos e descobri há poucos meses que tenho herpes genital depois de um fim de namoro, e estou muito chateada com a descoberta.
    Parece que o mundo pára, e o sentimento de culpa te consome…daí nada tem mais sentido, e me pergunto todos os dias como será minha vida sentimental e sexual daqui em diante. Como alguém poderá ficar comigo? Ainda mais sendo mulher, pois querendo ou não vivemos em uma sociedade muito preconceituosa.
    Cheguei a ficar depressiva no fim do ano, perdi muito peso, mas graças a Deus, estou recuperando as forças para seguir adiante.
    Mas realmente essa doença afeta muito mais o emocional do que a própria ferida né? Parece que as “feridas” emocionais são mais dolorosas.
    Comprei o seu livro, achei muito bom, ajuda bastante. Mas confesso que o blog tem me dado mais força para conviver com essa “novidade” da minha vida, tendo em vista poder compartilhar com outras pessoas que estão no mesmo “barco”.
    Tenho tido crises todos os meses, o que me deixa extremamente triste, confusa, nervosa…será sempre assim?
    Agora, após passar no médico, fiz um tratamento episódico e me foi receitado a vitamina B12 para melhorar o sistema imunológico e estou esperando para ver como será daqui em diante.
    Agradeço pela ajuda, e sempre estarei por aqui para ler, aprender e compartilhar com todos os meus passos rumo ao sucesso como você mesmo descreveu em seu livro!

    Abraços !!!!

    • Querida Taty, sei muito bem o que você está sentindo.. no começo pra mim também foi um pouco difícil mas com o passar do tempo você verá que a doença tem controle e que, através dos “avisos” de que ela irá aparecer, você poderá através de medicação, evitar que as lesões retornem ou, se caso retornarem, verá que serão bem fracas e durarão no máximo 4 ou cinco dias..

      Se te ajudar, através do livro do nosso querido amigo Edu e de minhas próprias experiencias consegui controlar a doença tomando algumas medidas:

      1°- Atividade Física (academia, esportes): Melhora consideravelmente sua imunidade;

      2° – Alimentação: evitar doces e gordura em excesso, comer bastante verduras e alimentos mais saudáveis;

      3° – Vitaminas: Eu, por conta própria, tomo 1 comprimido de suplemento vitamínico (Supravit A-Z), todos os dias,Isso aumenta nossa imunidade e diminui as chances de recorrências.

      4° – Gripes e resfriados: Nos primeiros sinais, procure se tratar logo, pois, a medida que o quadro de sua gripe/resfriado piora, seu corpo vai ficando mais debilitado e a chance do vírus da herpes sair da incubação aumenta.

      5° Aviso da doença: Geralmente o vírus da herpes avisa nosso corpo antes de aparecer.. De que forma? através de dores do tipo “friagem na pele”, parecido de quando a gente está febril, porém aparece em apenas algumas partes do corpo (braço, barriga, costas, virilia). É nesse momento que você deve entrar com uma mediação do tipo Aciclovir 400mg (2 ou 3 vezes ao dia), por pelo menos 10 dias ou até os sintomas desaparecerem. Meu médico me aconselhou, sempre que eu for fazer uma viagem com uma namorada ou parceira, tomar o remédio uns 5 dias antes para evitar “surpresas” desagradáveis.

      Através dessas precauções estou a 4 meses sem uma crise sequer. Me sinto bem mais confiante. Não digo que dessa forma não terei mais recorrências, mas que pelo menos elas diminuirão bastante isso não tenho dúvida..

      É só uma dica.. espero te-la ajudado!

      Um beijo no coração, fica com Deus!

      Thiago

      • Thiago, você tom o remedio sem ter a crise ? e isso ajuda evitar que ela apareça com mais frequencia ? E mesmo em periodo que nao esta com as crises, vc tem relação sem preservativo ?
        Abç.

      • Oi Jaqueline tudo bem?
        Não tomo o remédio com frequencia não.. só tomo caso começo a sentir aqueles pródomos (sensação de dor de friagem na pele., normalmente aparecem nas costas, barriga e virilia). Graças a Deus estou sem crise há 7 meses!! também diminuí bastante alimentos gordurosos e voltei a malhar,,isso aumenta a imunidade de seu corpo consideravelmente. Tenho tomado também um complexo vitamínico chamado LAVITAN.. O da caixinha roxa possui Lisinha que é um aminoácido muito potente no combate às recorrencias do virus da Herpes. segue o link:www.drogariadisquefarma.com.br/lavitan-polivitaminico

        Nos períodos que eu não estou com crise, costumo ter relação com minha namorada sem preservativo.. Só evite ter relações quando você estiver com aqueles pródomos..aí vc pode passar para seu parceiro..

        Fique tranquila que a cura está muito próxima… tem muita novidade surgindo!!

        grande beijo..

        Thiago

      • Oi Tiago, então, tenho essa dúvida mortal do sexo sem camisinha, por que tenho muito medo de passar para o meu parceiro, mas ele vive insistindo o por que eu não quero transar sem camisinha, já que faz anos que estamos juntos. Por favor, me diga, vc transe sem camisinha certo? E ninguém nunca reclamou com vc? beijos

      • Oi Carolina,

        O correto é você contar a ele sobre a herpes genital se querem transar sem preservativo.
        É uma decisão que o casal deve tomar juntos e ambos conhecendo a situação.
        O risco de transmissão assintomática (sem estar com sintomas) é bem baixo.
        Abraços,
        Edu

      • O thiago, estava verificando seus comentários. Então vc tem relações com a sua namorada sem preservativo? E ela não adquiriu herpes? Por que eu to namorando a algum tempo, mas as desculpas da camisinha já estão se esgotando e eu tenho muito medo de contar. Por favor, relate pra mim a sua experiência. Obrigada

      • Nossa estou desesperada!! Acho que estou com herpes,essas bolinhas queiman mt!! Na hora de fazer chichi doi mt :’( Estou tomando Aciclovir a 3 dias mas sei lá parece que não passa arde mt mt.

    • Reforçar a imunidade parece ser o melhor… uma saladinha com três rodelas de cebolas três vezes por semana vai funcionar bem, vale a pena tentar não tem contra indicação. É natural. Abraços!!!

  15. Olá, tenho 27 anos e acredito ter herpes a pelo menos 5. infelizmente minha primeira crise não foi diagnosticada, pois a médica que me tratou não conseguiu identificar realmente o que era. Na época fiquei bem assustada, pois fiquei com graves feridas das quais tenho marcas até hoje. Passado a crise resolvi pesquisar sozinha e descobri que possivelmente era Herpes. Fiquei muito tempo sem ter qualquer crise, mas desde o final de ano passado tenho tido crises constantes e isso é muito desagradável! Agora vivo um dilema, pois infelizmente acabei transmitindo pro meu namorado e mais uma vez o médico não diagnosticou corretamente e disse ser um fungo, sei que não é, mas ainda não tive coragem de contar pra ele. Estou muito aliviada em poder compartilhar minha história com outras pessoas que vivem a mesma doença que eu. Por ser mulher, acredito que o preconceito seja maior e isso é muito difícil!!!!

    • Oi Adriana,

      Eu fiz pior, na minha primeira crise nem fui no médico.
      Eu achei que era uma bactéria, fui só na farmácia e o atendente me receitou um antibiótico.
      Só depois, quando tive uma recorrência é que a “ficha caiu”.
      Eu conto a história completa no meu livro, mas naquela época eu era muito inexperiente e nunca imaginava que um dia uma coisa dessas poderia acontecer comigo.
      Acho que você precisa achar um médico melhor para ter certeza do diagnóstico.
      Lamento que você tenha transmitido para o seu namorado, mas agora você precisa conversar com ele.
      E ele também deve ir a um médico verificar.
      Escrevi um capítulo inteiro no meu e-book sobre como contar ao parceiro… talvez te interesse.
      Inclusive também tem muitas dicas nele de como diminuir as recorrências frequentes.
      Realmente, o preconceito vem da falta de informação das pessoas e também por esta doença estar ligada ao sexo.
      Espero que vocês fiquem bem,
      Atenciosamente,
      Edu

  16. Olá,

    A pouco mais de dois meses fui diagnosticada com Herpes Genital, pela minha médica, uma crise normal com poucas bolhas, dai fui analisar a minha vida sexual e me lembrei que meu ex namorado tinha herpes labial e que embora tivesse consciência do perigo nunca utilizamos preservativo durante o sexo oral (na verdade acho que um pouco de ignorância de achar que se ele não tivesse com as bolinhas na boca não transmitiria).

    Depois de dois anos que terminamos é que tive a primeira manifestação do vírus no meu corpo e to meio atordoada, porque já estou em outro relacionamento a mais de um ano e não sei como contar para ele que tenho o vírus.

    Da uma tremenda vontade de sumir, uma vergonha, uma culpa e as vezes me sinto a pessoa mais “suja” do mundo, não tive coragem de contar pra ninguém até agora, tenho vergonha do que vão pensar de mim, tenho medo de ter contaminado meu atual namorado e ele também não ter tido a manifestação da doença ainda, Eu me pergunto se mesmo usando preservativo se outro homem vai ter “coragem” de manter uma relação sexual comigo sabendo que eu tenho a doença… ou se já que não é uma manifestação “silenciosa” se eu preciso contar pra pra pessoa sobre a minha situação… meu relacionamento já ta indo pro buraco porque como não tenho coragem de contar pra ele e também tenho medo de manter uma relação sexual com ele e mesmo com uso de preservativo contaminar ele.

    Tento me manter calma, saudável e principalmente sem me estressar pra evitar ter novas crises, mas tem horas que não tem jeito a “peteca cai” e fico triste pensando nisso como se minha vida tivesse acabado dai sinto essas sensações que o Edu chama de prodomes, ai me lembro que a vida continua e que é bola pra frente e essas sensações vão embora sem ter mais manifestações cultanêas.

    Eu não queria perder meu atual namorado, porque gosto muito dele, mas não tenho coragem de contar, tenho medo do que ele vai pensar e falar sei la…

    Há mais foi muito bom encontrar esse blog, é bom saber que não sou a única a sentir isso.

    Um abraço a todos

    • Querida Maria e Dri, a gente lê muita coisa sobre o virus da herpes na net e oq mais assusta eh que dizem que o virus pode ser transmitido mesmo sem ter a lesão..Mentira!! Meu urologista sempre me diz: Thiago, se nao houver lesao, nao tem como passar o virus! Por isso que tive toda a tranquilidade do mundo em contar pra minha namorada. que tenho herpes, so que ao inves de ser na boca eh na regiao genital..e que so aparece se minha imunidade baixar e que caso.
      apareca. alguma bolhinha a gente tem que ficar uns 7 sem ter relacao..gente, se a pessosa que edta ao seu lado te ama realmente, concerteza vai te aceitar e te amar da mesma forma!! Dica: seja a mais natural possivel em dar a noticia..dessa forma vc nao assusta seu parceiro..conte a ele mas ao mesmo tempo conforte-o de que nao ha como vc passar nada a ele sem ter lesao..bjo no coracao de vcs!! Fiquem calmas, pois a cura dessa doenca edta proxima!!

      • Oi Thiago,

        Vou ter que discordar de você e do seu urologista nesse assunto.
        Existe sim um risco de ocorrer uma transmissão assintomática do vírus da herpes.
        Isso já foi comprovado cientificamente e está bem certo.
        O risco realmente é baixo, mas ele infelizmente existe.
        Inclusive muitas pessoas transmitem o vírus para outras desta maneira.

        Para maiores informações, recomendo que leiam os seguintes livros:
        The Good News About the Bad News: Herpes: Everything You Need to Know by Terri Warren RN NP (May 1, 2009)
        The Truth about Herpes by Stephen L. Sacks (Jan 1, 1997)

        Na verdade, quando o vírus está em estado latente nos gânglios é que ele não se transmite mesmo.
        O problema é que mesmo sem sintomas não dá para afirmar com 100% de certeza que ele está latente e não está presente na pele de maneira assintomática. (como se diz em inglês “Asymptomatic Viral Shedding”)

        http://herpes-coldsores.com/viral_shedding.htm

        Não me entendam mal… eu também gostaria que isso não fosse verdade, mas de acordo com muitos pesquisadores (entre eles os médicos que escreveram os livros acima) isso ocorre sim.
        E por manter este blog eu me considero obrigado a colocar as informações mais corretas possíveis de acordo com minha extensa pesquisa nessa área.

        Abraços,
        Edu

      • òla ,tenho herpes genital á oito anos e o médico me disse a mesma coisa, se eu não estivesse em crise não transmentiria o virus, isso me preocupa muito pois , me separei de minha esposa e depois de um ano voltamos , tenho relaçõa com ela a três anos e ela nunca manifestou a doença. Gostaria de tirar uma duvida á um risco maior entre o tipo I e II.

      • Oi Wilson,

        Se o vírus realmente está em estado latente (dormente) ele não se transmite.
        O problema é que não dá para ter certeza com 100% de segurança quando ele está ou não.
        Existe um baixo risco de transmissão assintomática (quando não existe sintomas presentes),
        pois já foi comprovado que em raras ocasiões o vírus pode estar presente na pele sem causar
        sintomas ou crises, mas com possibilidade de transmissão… infelizmente.
        Att,
        Edu

  17. Olá Maria, me identifiquei muito com sua história, pois a minha é bem parecida.
    Eu também (ainda) não tive coragem de contar pro meu namorado que tenho herpes, ainda não encontrei uma maneira de dizer a ele. Tenho muito medo da reação dele, pois no meu caso eu tenho certeza que passei pra ele.
    Também fiquei muito feliz em descobrir esse blog, pois aqui podemos expressar todas as nossas frustações, dúvidas e inclusive pegar muitas dicas que podem nos ajudar muito.
    A única certeza que tenho é que agora mais do que nunca, precisamos cuidar da nossa saúde, como comer bem, boas horas de sono, atividade física, realmente ajudam a amenizar as crises.
    E quanto a mim e meu namorado: estou deixando o tempo passar pra um dia eu ter coragem de conversar com ele e seja o que Deus quiser!

  18. Descobrir que tenho herpes genital a cerca de um ano,fiquei na foça por um longo periodo e só a pouco tempo conseguir me relacionar com alguém,não contei para ele que tenho o virus e estou sempre inventando desculpas para transar sempre com preservativo,ele não entendia o porque já ele é meu unico parceiro e eu sou unica parceira sexual dele,no ultimo sabado fiquei sem argumento e acabei cedendo,verifiquei antes e não estava com nenhum sinal de reicidencia,mas no outro dia umas bolhas apareceram em mim,e agora estou desesperada e com medo de ter infectado ele,não faço ideia do que vou dizer pois tenho certeza que ele vai ficar pocesso,ele me ligou hoje dizendo que estava gripado sem saber de nada,já chorei tanto hoje de desespero,não sei o que vou fazer se meus amigos ou minha familia ficarem sabendo.

  19. Thiago a minha médica confirmou que embora seja raro pode acontecer a transmissão do vírus sem que aja as bolinhas (eu também me questionei sobre a isso afinal desde sempre aprendemos que só é transmitida com as bolinhas).
    Talvez seja melhor então eu procurar outra médica pra ver o que aconteceu, porque as vesículas são dolorosas e acho meio difícil que alguém consiga manter relação sexual nesse período.

      • Edu, obrigado pelos esclarecimentos..Eu namoro há 1 ano e Graças a Deus, através de prevenções, ela nunca apresentou sintomas de que possui o vírus…Alias, quando começo a sentir aqueles prodromes já evito relação mesmo com preservativo, justamente para evitar um contagio mesmo sem apresentar as famosas bolhinhas.. Agora, se eu for começar a pensar que mesmo sem os sintomas eu transmitirei o vírus, realmente entrarei em depressão, não me relacionarei com mais ninguém, viverei eternamente sozinho..Não é isso que quero pra minha vida.. Mas de qualquer forma eu agradeço de coração seu alerta!! Você está certíssimo em relatar seus conhecimentos a respeito da doença..

        Abraço!

        Thiago

        Abraço!

  20. Du, já leu alguma coisa a respeito desse Medicamento : MMS-Mineral Miracle Supplement?
    Sabe se isso realmente funciona?

    abraço

  21. bom dia edu eu mi chamo carlos tenho 24 anos gostei munto desse blog as infarmações estão mi ajudando muito descubri que sou portador do virus a mais o menos um ano e desde emtão evito mi relacionar com qual quer mulher as minhas crises estão sendo costantes agora meu psicologico esta muito abalado se você tiver mas informacões sobre qual quer assunto sobre remedios mas eficaz ou cura não deixe e compartilhar com nosco um a braço

  22. Boa noite! Estou aliviada por encontrar esse blog! Li todos os depoimentos e foi inevitável não emocionar, pois compartilho das mesmas inseguranças.
    Peguei herpes genital há mais ou menos dois anos. Era noiva e ele nunca havia comentado, mesmo tendo sintomas. Foda!!! Desde então, não tem um dia se quer que eu fico sem pensar que tenho esse vírus.
    Guel, Dri e Maria, vocês têem que contar pro parceiros de vocês. Se coloquem no lugar deles. Depois, acredito que conviver com a culpa e a responsabilidade de ter transmitido esse virus será pior! Namorei um ano e meio com um homem que não tem o virus. Contei pra ele no começo do namoro. Surgeri que fizessemos exames para checar as DST(estamos aqui, preocupadas unicamente com a herpes, mas temos que pensar que o outro tb pode ter DST assintomática). Sou tão neurada com isso, que obrigava ele a doar sangue de 4 em 4 meses para checar. E, na dúvida usava preservativo. Acredito que com os devidos cuidados, ele nunca foi contaminado, como mostraram os exames.Não estamos mais juntos, por motivos outros que não a doença. Torço para que nele não manifeste nada, visto que pode-se transmitir sem sintomas e tivemos relação depois do último exame.
    Bom pessoas, é isso. Agora é torcermos para que a cura,vacina ou remédios que eliminem os sintomas cheguem ao mercado!
    Parabéns Edu pela iniciativa. Além do seu blog ajudar, tb acolhe!!!
    Tudo de bom a todos!!!

  23. Oi Thiago,

    Essa pomada Viracea parece ser bem interessante para testar.
    Eu já tinha ouvido falar que a Echinacea tem bons efeitos contra o vírus da herpes.
    Espero que chegue logo por aqui.
    O brigado pela notícia.
    Abraços,
    Edu
    Echinacea
    Echinacea purpurea Maxima

  24. Edu, quero muito comprar seu livro, mas como estou numa fase de prestar concurso, encerrei minha conta no banco, portanto, não tenho cartão. É possível eu fazer um deposito e receber pelo correio?
    Abços

  25. Oi Ana,

    Você pode comprar por boleto bancário então.
    É só acessar o meu site: http://dosustoaosucesso.com ,
    clicar no botão de compra e escolher para comprar através do PagSeguro.
    O boleto é pagável em qualquer banco.

    Por motivo de segurança e privacidade eu não recebo por depósito bancário.
    Outro detalhe… o meu livro é um e-book (arquivo digital em pdf com senha) por isso envio por e-mail, ou se for comprado pelo PayPal dá para fazer o download direto no final da compra.
    Por enquanto o livro não existe em formato físico (impresso em papel).
    Mas garanto que o conteúdo é muito bom, o feedback tem sido muito positivo nestes quase dois anos que está a venda.

    Atenciosamente,
    Edu

  26. Edu, boa noite. você por um acaso chegou a pesquisar sobre essa pomada Oxyfend? Você acredita que ela seja eficaz como dizem? Teria coragem de comprá-la pelo Mercado Livre?abraço!

      • Então Jaque, quando vejo a região meio rosada, parecendo como se fosse uma picada de inseto, na mesma hora já aplico uma pomada chamada Penvir (3 vezes ao dia) e simultaneamente tomo aciclovir 40 mg 3 vezes ao dia por pelo menos menos 5 dias. O ideal é, assim que você notar aquela coceirinha, já entrar com a pomada, antes mesmo das bolhinhas aparecerem ou crescerem mais. Quanto mais no início você começar a tratar, mais rápido o virus some. geralmente, quando a gente pega no comecinho, ele cura em 3, no máximo 5 dias.
        Outra que faço, não sei se é certo, é aplicar a pomada e em cima dela coloco ,sem apertar muito, um Band-aid para que a roupa não tire a pomada das bolhinhas.. Pra mim ajuda muito a acelerar o processo secagem das bolhinhas.

        Espero que a ajude!

        Fica tranquila Jaque, eu sei que no começo é difícil, mas depois vc verá que sua vida segue normalmente! O preconceito está muitas vezes na cabeça da gente!

        beijo no seu coração!

        Thiago

      • Thiago, eu to cm uma duvida. Ja faz, 7 dias que eu to fazendo tratamento, mas ainda to na duvida se a criseja passou ou nao. To passando 2 tipos de pomada, a trivagel e a hipoglos e nao tenho sentido coceira. Mas, quando vou passar as pomadas sinto um relevo onde estava a bolha. A medica tinha pedido p tomar o aciclovir durante 7 dias. Mas, ainda nao tenho certeza se estou bem . O que eu faco ?? Desculpa gente, nao tenho nenhuma experiencia e to meio enrolada ..

      • Fica tranquila Jaque.. pode perguntar sempre que quiser.. se eu puder responder é claro.! é normal ficar uma relevinho sim.. ele vai sumindo com o passar dos dias..se esta assim o virus já foi dormir…rs relaxa! bjo!

      • Valeu, Thiago! Ta me ajudando muito. Esse blog é maravilhoso. Parabens Edu!
        Ah, Thiago acho que vou começar a tomar o lavitan. Tem um especifico p mulher, da caixinha rosa. Vou comprar esse. ;)

    • Oi Thiago,
      Essa Oxyfend já está por aí a algum tempo.
      Nunca testei.
      Não acredito que seja eficiente.
      Lembro que pesquisei sobre isso e a maneira que eles alegam como o produto age não me convenceu muito.
      Att,
      Edu

      • Oi Eduardo! Eu descobri (quando acho que peguei) que tinha herpes faz quase dois anos. Minha imunidade sempre foi baixa. Daí, comecei a ter incidências de herpes praticamente toda semana. Fui mais de 5 vezes em diferentes urologistas. Todos eles me passavam aciclovir. O aciclovir só ajudava a sumir com aquela aparição, mas na próxima semana já voltava, e as vezes mais fortes.

        Eu usei lisina, enax, vitaminas, minerais, etc. E nada resolveu! Eu parei de beber, nao bebo uma gota de alcool. Tento fazer exercicios, mas nem sempre consigo.

        Eu descobri oxyfend em outubro de 2012, e comprei. Mandei encomendar no exterior, levou uns dois meses pra chegar quase. Comecei a usar quando aparecia os sintomas, e percebi que as bolhas sumiam mais rápido que o normal. fiquei satisfeito por isso. mas as bolhas continuaram toda a semana, e eu continuei usando. depois de utilizar por um mês, as bolhas começaram a vir mais fracas, teve vezes que vinha num dia, e no outro ja estava sarando. dai me empolguei e continuei usando…

        as reincidências começaram a diminuir… teve vezes que aparecia apenas uma vez no mês. quando aparecia, eu lascava oxyfend.

        Hoje (06/07/2013) faz mais de dois meses que não aparece uma bolha em mim. Semana passada eu passei por uma gripe forte, e a gente sabe que gripe deixa o sistema imunológico debilitado. Fiquei com medo de aparecer bolhas. A gripe sarou e nenhuma bolinha.

        Acredito que o oxyfend tenha me ajudado nisso, pois eu não mudei muita coisa na minha vida, além de não beber mas nada com alcool.

        Paguei na época uns R$ 80 na pomada, mas até hoje ainda tem um pouco, então acho que valeu a pena, porque o aciclovir é caro e dura só pra usar uma vez.

        As pessoas que tem herpes genital não saem comentando por ai, por isso que eu sempre que posso, deixo a minha dica, pois eu acredito que ela me ajudou.

        Ah, pensei em fazer ozonioterapia, mas não encontrei na minha cidade, e pra fazer fora sairia muito caro, mas tem gente que diz que é muito bom.

        Um abraço!

      • Oi Joana,

        Obrigado pelo seu comentário.
        Porém eu tenho minhas dúvidas sobre o oxyfend.
        Você falou que estava tendo crises toda semana, o que é uma alta incidência e não é normal.
        Como você mesma disse, faz dois meses que você não tem uma crise e isso não é muito para verificar a
        eficácia do oxyfend.
        Eu sei que aparentemente ele pode ter ajudado, mas como você tem herpes a dois anos as suas recorrências podem estar diminuindo um pouco.
        Eu nunca vi nenhum teste oficial sobre este produto, fora o que eles colocam no site.
        Não sei por que o aciclovir não te ajudou. Você tomou supressivamente ou só quando as crises apareciam?
        O aciclovir, que tem eficácia comprovada pela medicina, costuma ser eficiente para diminuir as crises quando tomado da maneira correta e aliado a outras coisas. Pode ser que seu caso seja diferente da maioria.
        Mesmo assim, espero que suas crises diminuam!
        Abraços,
        Edu

    • Então Jaque, só confirma se esse Lavitan Mulher tem lisina OK?! senão tome o da caixinha roxa!

      E cuide bem da sua saúde física.. fundamental!

      bjão

    • Oi Thiago!

      Eu recomendaria comprar! Pelo menos pra mim, funcionou! Dá uma olhada no depoimento que acabei de deixar aqui embaixo.

      Beijinhos e boa sorte!

  27. Pessoal peguei o herpes ha 7 meses desde que peguei ainda to com sintomas porem estou apenas com uma placa rosa/ vermelha na glande e estou meio confuso meu medico disse que é herpes mas fiquei sabendo que pode ser candidiase tbm,, nunca tive frebre, enjoo, nada desse sintomas, mas ja tive feridas, ardencia, coceira vermelidao. pq dmeora tanto pra sumir?

    • Oi Antonio,

      O herpes genital não demora tanto para sumir. Só a primeira infecção costuma ser um pouco mais longa.
      Normalmente começa com uma vermelhidão na pele, surgem as bolhas que depois viram lesões, então elas cicatrizam e este processo geralmente leva em torno de 7 a 10 dias para acabar.
      Acho melhor você ir no médico novamente.
      Abraços,
      Edu

  28. Realmente não era normal, mas eu tentei tudo o que eu podia e lia na internet, como comentei antes, pois os médicos não me ajudaram em nada.
    Eu nunca tomei aciclovir supressivamente, somente quando aparecia os sintomas. Sempre achei dinheiro jogado fora, e não curto muito ficar tomando remédios até achar um que resolva. Sempre busquei métodos alternativos, ou naturais.

    Já me recomendaram até a vacina HPV. Você sabe de alguém que já tomou e ajudou?

    Outra coisa que acho que tbm pode ter relação, é meu sistema nervoso. Eu sempre fui ansiosa, nãos ei se melhorou agora, mas pode ser que o fato de eu estar mais calma, tbm reduza as crises. Já ouvi falar sobre isso.

    Você acha que a maioria das pessoas com herpes genital e com imunidade baixa como eu, não tem crise pelo menos uma vez no mês?

    Sobre o oxyfend, só me ajudou (penso eu), e não fez nenhum mal (isso também é importante, porque comprar um medicamento de fora assim a gente fica meio assim, como você comentou).

    Adorei o blog!

    Beijos!

  29. Edu, tem quatro anos que tenho herpes ate ai blz, mas sábado meu priminho e 4 anos deu uma espirrada em mim. ele tava em cima de mim brincando, do domingo já me deu dor de garganta, e na segunda apareceu o herpes em um luga que nunca tinha dado, o meu herpes só ficava na veri lha agora foi pra um luga que eu não queria que fosse, ele subiu ,subia ate na cabeça, eu to com esperança que não seja, mas sei la, eu sempre tive cuidado pra que não acontecesse e foda, logo agora que tava demorando as apariçoes

    • Oi Ricardo,

      Isso pode acontecer sim e é normal, não se assuste.
      O herpes genital nem sempre aparece no mesmo lugar.
      Dependendo da terminação nervosa que ele usa para sair do gânglio até a pele,
      ele pode surgir em qualquer lugar dentro da área que um “short curto” cobriria.
      Abraços,
      Edu

  30. Oi gente, depois da minha primeira crise de herpes genital (tipo I), nunca mais apareceu em mim nenhum tipo de sintoma (nem bolinhas, nem coceiras), e como já fui diagnosticada uma vez erroneamente por uma médica (ela me diagnosticou com HPV e quando saiu os exames era cândida), daí fico me perguntando se tem algum exame que eu possa fazer para garantir que eu realmente tenho herpes, porque quando fui diagnosticada a médica não fez exame laboratorial nenhum só o clínico mesmo e me lembro de ter feito junto o meu exame de prevenção e esse não acusou nenhum tipo de infecção.
    Todos os relatos que leio as pessoas sofrem crises com uma maior frequência (não que eu queira ter outra crise), e eu sei que esse vírus ta ligado diretamente ao sistema nervoso e tende aparecer quando estamos estressados ou com uma baixa imunidade e na verdade eu sou extremamente estressada e tive uma crise de sinusite e não apareceu.
    Dai gostaria de saber se existe algum exame laboratorial que eu possa fazer para ter certeza que realmente sou portadora do vírus.

    Um abraço a todos

    • Oi Maria,

      Sim , peça ao seu médico para fazer um exame IGG para herpes tipo 1 e tipo 2.
      Este exame vai identificar se você tem anticorpos para o vírus da herpes genital ou oral ou ambos.
      Se der reagente, significa que em algum momento você já entrou em contato com o vírus HSV.
      Porém se a infecção for recente, pode dar um falso negativo pois o nosso corpo precisa de um tempo para estabelecer os anticorpos.

      Outra coisa… não ter recorrência não significa que a pessoa não possa ter herpes genital.
      Muitos tem HG mas nem sabem por não terem crises ou por elas serem muito fracas então nem percebem.
      Independente de como for, claro que quanto menos crises melhor!

      Abraços,
      Edu

  31. OLÁ,
    Gostaria de relatar meu caso, tenho herpes genital a mais de 3 anos, minhas crises eram de aproximadamente 15 em 15 dias, sempre começando com muita vermelhidão no local e depois um rastro de bolhas, fui em vários Urologistas que sempre me recitavam pomada zovirax e aciclovir por 7 dias, mas não resolviam muita coisa, até que um infectologista me foi apresentado e me receitou: TOMAR 2 DOSES DA VACINA DA (VARICELA) E TOMAR DURANTE 6 MESES ACICLOVIR 400Mg,estou no ultimo mês de tratamento e NUNCA MAIS TIVE NENHUMA CRISE.a DICA É procure um profissional e não desista nunca.Abraços

    • Olá Marcio bom dia, estou fazendo tratamento a 2 meses e não tive muito resultado.. porém o seu tratamento me chamou atenção, ja passou mais de um ano, e o tratamento foi realmente eficaz? se for eu vou fazer este! obrigada

  32. Edu, Bom dia.

    Tudo bem rapaz? Espero que sim! Edu… estou tomando aciclovir de forma supressiva há aproximadamente 6 meses. Estava querendo avaliar se dando uma parada nos medicamentos minhas crises ficariam mais espaçadas. O que vc me orientaria com sua experiência?

    Sobre a intensidade/frequencia das crises com o passar do tempo…. Poderia me falar um pouco sobre isso? Realmente procede que com o tempo alivia bastante? Fui a um médico infectologista renomado aqui da minha cidade…. Ele disse que durante os dois primeiros anos… é o estágio crítico da doença… após isso… vai normalizando, etc. Sinceramente, não fiquei muito seguro com esse profissional. O q vc pode falar pra gente sobre isso?

    No mais…. Abraço meu amigo.

    • Oi Yago,
      Bom dia. Tudo tranquilo!
      Depois de um ano (mais ou menos) que eu tomava supressivamente, fiz uma experiência e parei de tomar por um tempo.
      Para a minha infelicidade a crise veio logo em seguida. Achei que eu teria que tomar para sempre.
      Mas não foi o caso.
      Depois, o que eu tentei, foi reduzir a dose do aciclovir e continuei tomando supressivamente como conto no livro.
      E no meu caso, tive um bom resultado baixando a dose diária.
      Em seguida, depois de alguns anos eu resolvi fazer outro teste de parar com o aciclovir novamente.
      E descobri que minhas crises diminuiram bastante. Por isso acho que realmente com o tempo as crises diminuem bastante de frequência. Mas você tem que ver que eu tenho herpes genital a mais de 18 anos, então é bastante tempo mesmo. Hoje em dia eu tenho uma ou duas no ano, por isso, só tomo o aciclovir quando sinto alguma prodrome e durante a crises.
      Um Abraço,
      Edu

  33. Olá,tenho 24 anos e semana passada tive uma crise de gripe muito forte e essa semana começaram a aparecer bolhas na minha vagina e antes disso tinha uma ferida q eu só percebi depois.Fiz muts pesquisas e td indica q é essa doença horrorosa da herpes. To mt assustada,com medo,com vergonha… só sei chorar e ando mt triste. Keria q vcs me tirassem uma dúvida de quanto tempo demora p aparecer a primeira crise após a infecção??? Qual o melhor remédio??

    • Adriana, tudo ficará bem. Tenha calma! Aqui no blog do EDU vc poderá encontrar muitas informações e relatos de experiências de pessoas com HP. Temos um grupo que se comunica por e-mail. Se desejar contato conosco basta repassar o seu. O EDU tem um livro que pode lhe ajudar bastante. Veja com ele.

      Sobre remédio para ajudar… o mais conhecido é o ACICLOVIR, que pode ser encontrado nas farmácias sem a necessidade de receita médica, podendo ser tbm manipulado em laboratórios, o que deixa seu valor bem mais em conta..

    • Oi Adriana,
      é normal no começo agente ficar bem abalado emocionalmente.
      Mas você vai melhorar com o tempo com certeza.
      É difícil dizer quando o vírus vai reativar. Isso varia muito de pessoa para pessoa.
      Tem alguns que quase não apresentam crises.
      Vc já foi no médico? Se não, acho importante vc ir pelo menos para diagnosticar com exatidão isso.
      Como o Yago já falou, os antivirais são os remédios indicados para o tratamento convencional da herpes genital, e o mais usado é o aciclovir.
      Aguente firme aí!
      Abraços,
      Edu

  34. Edu, bom dia meu amigo

    No histórico de suas crises vc passou por algum momento em que tinha “uretrite”, ardência ao urinar ou incômodos na virilha? Eu estou passando por uma fase em que sinto isso constantemente e, segundo o meu médico, em alguns caso pode ser possível.

    Em vc ocorreu isso? Obs. Eu ja estou tomando aciclovir supressivamente há 6 meses, as crises diminuiram na intensidade (consideravelmente), porém, não muito na frequencia. Tenho herpes a 1 ano e meio… O que vc acha? Estou passando por momentos de stress…. deve ser isso? Infelizmente ainda não mudei meus hábitos (alimentação, exercícios físicos..)

    • Oi Yago,

      Eu tive uretrite somente na minha primeira infecção, que foi bem forte.
      Nas recorrências nunca tive.
      Porém, como conto no livro, as prodromes para mim são bem incômodas.
      Elas variam de tipo, mas uma “sensibilidade na pele da virilha” já tive várias vezes.

      O Stress é um fator de peso nas reativações sim.
      E eu sei como as vezes é difícil de controla-lo.
      Tente colocar os exercícios na sua rotina… pra mim funciona bem para “desestressar”.
      Sei que tem situaçoes em que agente não tem o controle,
      mas o melhor ainda é tentar identificar o que está causando o seu stress
      e trabalhar na solução se for possível.
      um Abraço
      Edu

  35. edu alguma novidade daquela matéria que ta no seu blog da radio CNB que fala de um remédio que não e a cura , mas pelo menos não vai deixa da recorrência , e quase uma cura não e. nenhuma novidade ainda

  36. Edu, Bom dia meu amigo.
    Gostaria que você falasse um pouco sobre suas estratégias para evitar ficar deprimido por causa do HP. Ultimamente, em decorrência de uma sensibilidade contínua e perturbadora na minha virinha, eu ando muito pra baixo… Questiono-me do que vale corre atrás e conquistar objetivos que, antes de eu ser acometido pelo vírus, eram motivos que bastavam pra me encorajar a viver e ser feliz e, hoje, justamente por causa desses incômodos constantes, parece que nada mais tem valor.
    Eu não estou tendo crises recorrentes no momento, porém, essa sensibilidade na virilha está tirando minha paz de espírito. Sem falar da uretrite que vez por outra dá as caras.
    No início vc passou por depressão? Questionou o sentido de continuar a vida? Antes eu achava que a vida era curta demais, hoje penso justamente o contrário, LONDA demais para viver um martírio como este.
    Se puder me ajudar, dar dicas que funcionaram pra você da afastar a depressão, como lidou com a certeza que teria que conviver com uma coisa indesejável pelo resto da vida, etc…. Eu agradeceria muito.
    Abraços.

    • yago as vezes eu tenho esse mesmo sentimento e gostaria de ler a resposta do edu pra quando aparecer da um chega pra la nela, as vezes da vontade de desistir de tudo sabe porque. Qual o objetivo da vida, trabalha pra ter um conforto melhor pra da pra esposa e pros filhos não e. Mas não sei no seu caso, mas no meu, casar e ter filhos ,pra min já não e opção tomara que futuramente eu mude de ideia, mas o medo de rejeição , medo de contar pra alguém que goste e foda, ai ta o dilema .Pra que luta para ter um futuro melhor, se eu não vou pode compartilhar. eu sei que penso errado mas e muito defiçio luta contra a minha cabeça

      • Olá Yago e Ricardo, eu sou Adriana e descobri há uma semana que tenho herpes,fui na médica e ela me passou tds os remédios para tratar a doença. Sei o qnto é assustador conviver com isso p resto d vd sem saber qndo se terá uma esperança de cura,mas o q tenho tentado aprender é q a vd continua e temos q ser fortes e q nenhum fardo é maior do q podemos suportar. Ter essa doença n te faz melhor e nem pior q ninguém. O medo de fik sozinho, da rejeição batem na gente sim,mas aqueles q nos amam vão continuar do nosso lado.N deixe de lutar, de ser melhor e de ter sonhos a vd n acabou aki e nem acabará. Pense q vc ainda tem mt o q conquistar e q pode ajudar mt gente q está na msm situação q vc. No mais, força,foco,fé e mudança de comportamento. Estar e kerer ficar bem é o primeiro passo!! Bjos

      • Oi Yago e Ricardo,

        Essa situação do medo de rejeição foi muito perturbadora para mim no início.
        Sim… por um tempo eu entrei em depressão e deixei este vírus me prejudicar por um tempo maior do que deveria.
        Acho que para todos nós que descobrimos que fomos infectados existe um choque muito grande na nossa realidade.
        A aceitação da mudança é sempre muito difícil. Várias coisas e cenários assustadores passam por nossa cabeça.
        Sem falar que temos que “engolir” e admitir o próprio preconceito, que descobrimos de uma hora para outra que no fundo temos com a herpes genital.
        Justamente por isso escrevi no meu livro um capítulo sobre como lidar com as emoções negativas e como contar ao parceiro. Eu falo sobre o que eu considero ser “Armadilhas Mentais” que o HSV pode nos causar e destruir a nossa auto estima e nossa felicidade.
        Teve uma época em que eu estava tão estressado que DECIDI e me COMPROMETI comigo mesmo que iria fazer de tudo para aprender a conviver com isso e vencer este vírus para poder continuar com a minha vida do jeito que eu queria… e não do jeito que o vírus quer.
        Não desistam desta luta.
        Hoje eu posso dizer com segurança que não vale a pena deixar este problema de pele acabar com o projeto de vida e de futuro que agente imagina. Tudo bem… é mais um obstáculo a ser vencido, mas não dá para deixar este vírus nos derrubar.
        E Ricardo… dá para namorar, casar, ter filhos sim! Se eu tivesse desistido, hoje não teria o meu filhinho, esse carinha que mais amo no mundo!

        Por fim tem uma frase que gosto, para vocês pensarem…diz assim:
        “O Vento do Norte fez os Vikings.”

        Abraços,
        Edu

  37. Olá Edu!! Fiquei mt feliz em saber q vc conseguiu vencer as barreiras dessa doença!!!Mas me tira uma dúvida: vc disse q tem um filhinho e eu keria saber como a mãe dele engravidou, se foi pelo método tradicional ou se ela fez algum tratamento para engravidar sem contrair o virus ou passar para o seu filho?? Pq fico pensando se um dia eu engravidar como vai ser sabe…ai keria q vc tirasse essa dúvida,se possível. Bjos!!

  38. Olá Edu, gostei muito do blog, realmente me sinto mais seguro aqui. Tenho 22 anos e adquiri Herpes a uns 6 meses, o médico me receitou tomar aciclivir 200 mg , 5 comprimidos ao dia por 5 dias. Entretanto, terminei de tomar uma caixa semana passada quando havia inicio de infecção, essa infecção acabou mas logo em seguida começou a aparecer as bolhas novamente, comprei Aciclovir novamente e estou tomando. Fiquei sem entender, acho q tenho o sistema imunológico fraco, mesmo sendo praticante de exercicios fisicos, tomo suplemento rico em vitaminas (whey protein) e nao como nada muito gorduroso. Li na internet que o vírus depende do clima da cidade pra ficar em estado latente, onde moro é muito quente, deve ser por isso. O que fazer pra “trancar” por mais tempo esse vírus ? o que eu posso adicionar pra obter melhorias ? Desde já, obrigado e parabéns pelo blog.

    • Paulo pessoas que tem o vírus do herpes não pode muito com suplementos alimentares, eu também treino um cadinho, ti falo , a maioria dos suplementos tem arginina, e a gente não pode com ela , arginina ativa o herpes, eu uso o bca e o deca massa esses eu sei que não tem arginina, mas acho que tem mais suplementos que não tem. Esse negocio de você mora em uma cidade quente acho que não voga muito não, porque o sol só ativa o herpes se a parte que ele aparece fica exposta ao sol, sol direto no local . e se fica aparecendo repetitivamente igual a maioria das pessoas que tem herpes, vai ao seu medico e pede pra fazer o tratamento supressivo, que e o uso direto do remédio , um de manha e outro a noite

  39. Boa noite, Edu
    Meu nome é Solange e minha primeira crise de herpes genital foi há dois meses, eu achei no inicio que era cistite mas fui logo ao médico que me falou logo de cara que era herpes….tirou todas as minhas duvidas e falou que depois de 10 dias era vida normal , eu fiquei olhando pra ele com cara de paisagem e ele falou que não poderia ficar me culpando por isso e nem ficar me escondendo do mundo, era só eu ser responsavel com o meu parceiro e contar que tinha herpes e sempre estar protegida…. Fui falar para o meu ex-namorado sobre o problema e ele nem deu bola…. fiquei chateada pq vi que ele me passou uma doença e nem ligaria de passar pra outras pessoas…. Estava muito chateada até hoje quando vi o seu blog e percebi que todos os meus medos e receios são iguais aos de todos nesse blog… me senti muito animada com o que li aqui e vi que tenho com quem compartilhar minhas inseguranças e que os cuidados que estou tendo são iguais de vcs….. Obrigada pela criação desse blog que me ajudou muito emocionalmente….

  40. Bom dia meu amigo EDU.
    Todos sabem que durante o seu processo de adaptação com o Herpes G. vc fez uso do tratamento supressivo durante um bom tempo, aproximadamente 7 anos, salvo engano. Sobre o tratamento supressivo lembro-me que vc tbm falou que de tempos em tempos dava uma parada com o aciclovir, objetivando assim, analisar como seu organismo iria reagir contra o vírus…. Pois bem meu amigo… O meu questionamento é sobre isso:
    Como seu organismo reagia quando vc parava com o medicamento? Qual era a intensidade das crises quando os medicamentos foram cessados? Muito fortes? Fortes? Moderadas? Gostaria que vc fizesse uma comparação de suas crises antes do medicamento supressivo e após o fim do tratamento. Pergunto-lhe isso porque tomei aciclovir durante 6 meses, minhas crises eram bem fraquinhas durante o tratamento. Porém, essa semana dei uma parada para analisar como o meu organismo e o vírus se pronunciaria, para minha surpresa tive 2 (duas) grandes crises! Nem ao menos fiquei bom da primeira e já veio outra bem forte!!
    Será que o vírus ficou mais forte? Seria bom eu deixar de tomar os medicamentos e deixar meu organismo adaptar-se com o vírus ou devo continuar o tratamento? Obs. Eu tomava 400mg por dia de aciclovir, qual seria o ideal segundo sua experiência?

  41. Boa Noite Edu,
    Tenho 25 anos e estou passando pela 1 crise.
    Já faz 08 dias que estou tomando aciclovir, até ontem estava td bem, mas hoje estava com muita coceira (parece ate o começo da crise) é normal? O médico receitou aciclovir por 10 dias.

    Obrigada por compartilhar tudo isso conosco…
    Afinal é uma doença muito sofrivel e normalmente sofremos sozinhos com medo ou vergonha…..

    • Oi,

      A primeira crise costuma ser a mais forte. A minha foi muitas vezes pior do que as recorrências que vieram em seguida.
      Sobre a coceira… Se você já estava sarando pode até ser o início de uma nova crise.
      Se for isso, não se assuste. É que no começo nosso corpo ainda está estabelecendo os anticorpos.
      E o vírus pode reativar um pouco mais rápido.
      Então se for uma nova crise… talvez seja necessário prolongar o aciclovir.
      Se não surgir a crise e a coceira persistir, então fale com seu médico.
      Abraços,
      Edu

  42. Boa noite!!!! Gente, ando muito triste. Acreditem ou não, desde que descobri que tenho herpes genital, há uns 3 anos, não tem um só dia que passe sem pensar nisso. As vezes, como hoje, penso nisso o dia inteiro…me sinto desvalorizada, suja…não sei como superar. Leio o depoimento de vcs, mas tá difícil viu. Tenho 30 anos e nem sei se vou namorar novamente. Não consigo aceitar que tenho isso…

    • Oi Ana,

      Eu sei bem como você se sente. Também deixei a herpes genital me atormentar psicologicamente por muito tempo.
      A nossa autoestima fica acabada, medo de rejeição, vergonha, etc…
      Mas o que vc tem que fazer é procurar olhar isso de maneira diferente. Quebrar este paradigma.
      Herpes genital não é o fim do mundo. É um simples problema de pele que aparece de vez em quando… um aborrecimento. Ok, é um detalhe da nossa saúde agora, e temos que agir com responsabilidade por nós mesmos e pelos parceiros sempre, mas de maneira nenhuma podemos dar um “poder” maior a este vírus nas nossas vidas.
      Dar uma importância desproporcional a ele é o que causa muito sofrimento emocional.
      Não deixe este simples vírus “roubar” o seu tempo e seus relacionamentos.
      Muitos dos problemas que temos no início são causados pelo próprio preconceito que ainda podemos ter referente a esta doença.
      Um grande abraço Ana… fique bem!
      Edu

      • OI, Ana tudo bem? eu descobri que tenho herpes genital a pouco …. e quando descobri este blog percebi que as reações que temos são iguais as das outras pessoas….uma coisa que me ajudou foi o livro do Edu, inclusive o modo como ele descobre que está com herpes é muito parecido com o que eu vivenciei. Neste momento eu não penso em conhecer ou ficar com alguem , ainda estou me acostumando com toda essa nova situação mas eu sei que ainda tem muito a superar mas o importante é vc expor suas duvidas e conversar com pessoas que vão acrescentar alguma coisa boa em sua vida…. e o livro do Edu vale a pena ser lido….. Bjs

    • Espero que já esteja sentindo-se melhor, Ana.
      Estamos nessa, garota!! Força!!
      Tenho o mesmo receio que você…tento não pensar muito.
      Haverá alguém que nos aceitará…até lá coragem!!
      Beijo no coração!

  43. Edu e demais amigos,

    hoje busquei dois exames de sangue e, aparentemente, estou contaminado. Herpes simples, 1 e 2 IgG & IgM, resultado REAGENTE. Estou num estado indescritível – pavor, tristeza, pesar, tudo misturado. Entretanto, o pior nem é tanto a culpa ou o arrependimento, mas a idéia de que nunca mais terei uma companheira. Sempre fui muito solitário, tímido e incapaz de expor sentimentos. Agora, com essa doença terrível, creio que jamais conseguirei abordar uma mulher novamente. O sexo é importante pra mim (como é para qualquer pessoa), mas é a perspectiva de ter que passar o resto da vida absolutamente sozinho que me angustia pralém das palavras…

    Feito o desabafo, gostaria de pedir opiniões sobre algo. Em todos os sites que freqüentei, as descrições dos sintomas são sempre as mesmas: aparecimento de bolhas, coceira, ardor, às vezes febre, dor de cabeça etc. – no correr de um período de 7 a 14 dias. Ainda não li seu livro, Edu, mas li todos os relatos daqui do blog e me parece haver uma constância nessa área. Pois bem, eu não tive nada disso. No começo do ano, percebi uma pequena mancha vermelha no pênis. Indolor, sem coceira, sem feridas, sem nada. Fui a um médico e ele disse se tratar de um fungo. Passei uma pomada, mas a mancha não sumiu. Mantive-a ao longo de todo o ano (alguns momentos ela se mostrando mais visível, em outros, menos). Apenas há coisa de algumas semanas, ela se tornou mais avermelhada, dando a impressão de uma ferida. Porém, não houve sangue, bolha, corrimento, nada. Fico me perguntando se isso é comum e se há chances de ter ocorrido um falso-positivo. Caso não, o que pensar sobre essa longa manifestação? Ela constituiria uma primeira crise? Mesmo tendo sido indolor e durado tanto?

    E o principal: pressupondo que, sim, eu esteja contaminado, há chances reais de encontrar uma parceira que tope ficar comigo, mesmo sabendo do meu terrível segredo? É possível conciliar vida amorosa e doença? Sei que pareço meio infantil, mas estou realmente fragilizado com essas novidades…

    Obrigado e todos e parabéns pelo blog. É o primeiro espaço que encontrei na net capaz de aplacar (um pouco) minha angústia.

    • Oi Fábio,

      Essa mancha que você tem, levando em conta a sua descrição e o tempo que está presente, não deve ser herpes genital.
      É melhor você procurar um dermatologista para dar mais uma olhada nisso.
      E sobre os relacionamentos… sei que dá essa impressão que agente vai ficar sozinho, que ninguém vai querer ficar com alguém que tem esse vírus, mas garanto a você que não é bem assim.
      Esse estado emocional que vc está (e que conheço bem porque já estive lá) não é fácil. Mas com o tempo você vai superar sim. Não é por nada mas o meu livro pode te ajudar.

      Abraços,
      Edu

  44. Edu, adquirirei seu livro em breve. Muito obrigado pela resposta atenciosa!

    Agora, me diga só mais uma coisinha, por favor: você diz que a minha descrição não bate muito bem com herpes genital. Mas, como afirmei, fiz o exame (Herpes simples, 1 e 2 IgG & IgM): Índice menor que 0,90 deu negativo; de 0,90 a 1,09, indeterminado; índice maior ou igual a 1,10, REAGENTE am ambos. Isso quer dizer que estou contaminado, né? É possível que seja um caso duplo de falso-positivo? Você já ouviu algo assim? Quero me agarrar à esperança, mas tá complicado…

    • Oi Fábio,

      Resultado reagente em ambos significa que você já tem anticorpos contra os dois vírus, ou seja, você em algum momento entrou em contato com esses vírus e se infectou.
      Um falso positivo acho que é meio difícil de acontecer. É o IgG que você fez? Pois o IgG é confiável, mas pelo que sei o IgM não é tanto.
      Já o falso negativo pode acontecer sim quando a infecção foi muito recente e o organismo ainda não estabeleceu os anticorpos.
      Por isso é melhor fazer o teste depois de uns três meses da infecção.
      Mas tenha calma, eu sei que isso é ruim sim, mas dá para se adaptar e superar.
      Abraços,
      Edu

      • O laboratório Hermes Pardini faz o exame que distingue os dois tipos I e II da uma olhada no help de exames no site. HEERPES SIMPLES I IgG e IgM / HERPES SIMPLES II IgG e IgM. Não é preciso ir até MG para realizar o exame, muitos laboratórios mandam para lá, terceirizam.

    • Oi Yago,

      Desculpe! Fui ver no histórico e realmente “passou batido”!
      Sobre as suas perguntas:
      A primeira vez que parei o tratamento supressivo para ver o que acontecia, tive uma crise logo em seguida! Me lembro bem, pois achei que teria que continuar tomando supressivamente pelo resto da vida.
      Mas mão foi bem assim. Tomei por mais uns anos e depois fiz uma nova parada. Demorou uns 3 meses e tive uma crise. Porém, como conto no livro, fui diminuido a dose e achei um equilíbrio para mim. Já faz algum tempo que eu não estou mais no tratamento supressivo pois minhas crises diminuíram bastante de frequência. Parece ser verdade que com o tempo o número de crises diminui bastante.
      Os antivirais não vão aumentar a intensidade das crises, pode ficar tranquilo, o vírus não vai ficar mais forte. Acho que só foi uma crise mais forte que você teve mesmo. Comigo também acontecia isso. Minhas crises nunca tinha uma intensidade parecida, variavam…mais fortes, mais fracas, com várias bolhas ou com uma só, muitas vezes eu sentia só os prodromes… pra vc ver.
      Na minha opinião vc deve continuar o tratamento se estava com muitas crises frequentes e os antivirais estavam fazendo efeito para diminuir, e sobre a a dosagem… no começo acho que vc deve seguir a posologia recomendada (veja no livro) mas depois, se vc quiser fazer um teste pode tentar diminuir para ver o que acontece.
      Abraços,
      Edu

  45. Agora sim é o EDU que conheci! Rs Rs

    Obrigado por sua resposta EDU! Vou iniciar o supressivo novamente, pois, após 6 meses de tratamento dei uma parada para analisar e, para minha decepção, tive várias crises consecutivas! Mais precisamente 5 uma após a outra! Agora vou tomar durante 1 ano….
    Gostaria de fazer mais uma pergunta:

  46. Suas crises são sempre no mesmo local ou ela migra com o tempo? A minha é uma variável entre 2 locais! Tempo aparece em um, tempos em outro! E em vc?

  47. Oi Edu, encontrei aqui no blog, um pouco de esperança, estou destruída, me sentindo um lixo, com a sensação de culpa, nojo…. vontade de viver 0…. meu exame foi IGg 0,50 e Igm 1,59….pelo jeito não tem erro… vc sabe de tem alguma novidade nas pesquisas?
    obrigada

    • Oi Aline,
      No começo agente se sente muito mal mesmo.
      Mas é bom saber que o blog está te ajudando de alguma maneira.
      Todas as novidades que fico sabendo eu coloco aqui.
      Não deixe de lutar contra isso… fique bem.
      Abraços,
      Edu

  48. Olá pessoal,
    Durante uns 2 meses apresentei umas feridas vaginais idênticas a afta bucal.
    Não sentia dor,não sentia nada.. fui levando com o tempo e passando pomada simples para ver se a feridinha diminuia e nada. Depois de um tempo,quando eu fazia xixi e batia na ferida começou a arder. Durante 1 semana fiz um tratamento com tioconazol e durante 1 semana fiquei boa. Em seguida desse periodo em que fiquei boa,a ferida voltou como se fosse uma afta novamente. Passava o dia muito bem,a ferida só dói quando o xixi bate nela. Fui a ginecologista e ela me disse que era herpes,não me explicou nada.. não passou nenhum exame pra confirmar. Fiquei e estou desesperada.. marquei outro médico. Dizem que herpes genital são bolhas e eu não vejo bolha na minha vagina,apenas pequenos carocinhos e são muito pequenos. E as coceiras sempre foram leves.. me ajudem! Não sei o que fazer.. estou em panico.. A medica também foi muito fria e não me disse mais nada.. passou aciclovir e penvir. E eu tenho lido que as feridas da herpes são muito doloridas e a minha ardencia é apenas quando faço xixi. O que vocês acham? Me ajudem! Estou apavorada e sem rumo.

    • oi Beatriz,

      Normalmente as crises de herpes começam com o local da pele ficando avermelhado e depois surgem as bolhas neste local.
      Essas bolhas em pouco tempo estouram e causam uma lesão. Quando a lesão está aberta é que pode ocorrer um pouco de dor, principalmente quando a urina entra em contato.
      Em seguida essas lesões cicatrizam (se for lugar externo e seco cria aquela casquinha, se for lugar interno e úmido é normal que cicatrize sem a casca) e por fim surge uma pele nova no local e não costuma ficar marca.
      Na grande maioria das vezes esse ciclo é bem definido. Mas em uma primeira infecção isso pode ser um pouco diferente porque costuma ser mais forte e outros sintomas podem aparecer.
      Com certeza é melhor você ir a outro médico para ele olhar seu caso específico com mais detalhes.
      Mas se for herpes, não é o fim do mundo… e nós aqui estamos todo no “mesmo barco”, qualquer coisa escreva.
      Abraços,
      Edu

      • Obrigada por responder,tenho lindo muito o blog.. Minhas feridas nunca cicatrizaram,nunca formaram casca..sempre fica em forma de afta. Vou procurar outra médica.. Obrigada novamente.,

  49. Em agosto tive minha primeira crise, que foi um momento super traumático…durou uns 20 dias e praticamente senti todos os sintomas possíveis, primeiramente foi tratada como cândida, só após o resultado de um exame de colposcopia o vírus da herpes foi detectado, até lá já havia sofrido muito…minha vida parou por 3 semanas, não conseguia dormir e nem urinar, mal conseguia andar e sentia fortes dores 24 horas por dia, tive de tomar 2 doses diárias de um analgésico injetável(profenid) para dar uma amenizada, enfim, vivi um inferno inimaginável…e por desespero e raiva pela situação constrangedora que estava passando acabei terminando meu relacionamento por imaginar que o vírus havia sido transmitido pelo meu namorado, afinal só tive relações com ele e havia pouco tempo que tinha iniciado minha vida sexual, enfim, ele fez os exames de IgG e IgM e constatou-se que ele não era reagente para o vírus HSV. E antes de termos relações pedi que ele fizesse um check-up e também não havia constatado nada. Sinto-me mal por tê-lo acusado, fiquei muito confusa e atordoada na época, nunca senti tanta dor e me senti tão privada,afinal herpes não tem cura, foi um tremendo baque, fiquei muito mal, fui pega de surpresa, como já disse antes, naquele momento minha vida parou e ele foi meu único parceiro…caraca, isso é classificado como DST, oq eu poderia pensar?!Aproximadamente uns 10, 11 dias da manifestação do vírus eu caí acidentalmente em um sanitário público, que por sinal estava bem sujo…assim que cheguei em casa tomei um banho por receio de contaminação, mas mesmo assim, infelizmente não consegui me livrar. É realmente possível eu ter sido contaminada dessa maneira? No momento estou passando pela segunda crise, comecei a sentir os sintomas ontem, realmente é um incômodo enorme…espero que dessa vez seja mais fácil de lidar. Parabéns pela iniciativa Edu, realmente este blog foi um “achado”, é um grande meio de compartilhar e dividir experiências!

    • Oi Cáh,

      É muito difícil que você tenha se infectado em um banheiro público.
      Para você ter uma idéia… eu pesquisei muito sobre a transmissão e até hoje não foi confirmado nenhum caso de transmissão em banheiros ou vasos sanitários.
      O vírus morre muito rapidamente fora do nosso organismo.
      Bom… não sei exatamente como aconteceu com você… mas o que dá para ter certeza, é que como você teve uma forte “primeira-crise” então sua infecção foi bem recente.
      Seria interessante seu namorado refazer o exame IgG. Se não existiu relação sexual da sua parte com outra pessoa, então é melhor averiguar isso melhor.
      Espero que você não tenha mais crises, mas se tiver, com certeza não vai ser tão forte como a primeira.
      Abraços,
      Edu

      • Oi Beatriz, então…quando procurei o ginecologista, nem ele mesmo tinha certeza do que eu tinha, ele me falou que nunca tinha visto nada parecido, estava com uma vulvovaginite muito avançada, o médico suspeitou que eu tivesse uma candidíase mais severa, me receitou algumas pomadas e antibiótico e colheu material para o exame de colposcopia, fui tratando com esses remédios e não tive nenhuma melhora, só piora, estranhei muito, mas enfim, quando o exame ficou pronto fiquei em choque, lá dizia que eu apresentava heterocários virais do tipo herpes. A colposcopia detalha qual tipo de bactéria, fungo ou vírus você apresenta na sua flora vaginal quando tem alguma infecção, só não sei te dizer se no caso da herpes, quando o vírus está em estado de latência ele é constatado. Acho que é mais seguro fazer um IgG, ele constata com veemência se você tem anticorpos reagentes ou não para o vírus da Herpes. Espero poder ter ajudado, beijinhos!

    • Obrigada por me responder.. Meu medico disse que a transmissão é apenas sexual e que muitas pessoas possuem herpes,porém não apresentam os sintomas. Seu parceiro poderia ter e ele pode ser assintomático.. ou seja,não apresentar nenhum sintoma. At Sei o quanto é doloroso essa noticia,no meu caso eu ainda não sei e nunca senti essas dores que você relatou.. só apareceu aftas vaginais que era doloroso quando eu fazia xixi. Quando passo pomada melhora muito e no seu caso não melhorou.. espero que tudo se resolva. Sei que bate uma insegurança e um medo do que virá,mas o que nos resta nessa situação é ter fé.. procure um bom médico,um que converse com você.. e lhe receite sempre o melhor. O meu médico me disse que muitos médicos por ai receitam medicação errada para herpes.. nós precisamos estar atentos a isso. Boa sorte!

      • Oi Bia, tudo bem? Minha situação é um caso insolucionável, penso…penso…penso e não consigo encontrar alguma explicação plausível, meu namorado já fez o exame de IgG e IgM por duas vezes…e pimba, nunca dá nada. Até hoje só tive relações sexuais com ele, realmente não dá pra entender :/…o bom é que agora estou aceitando melhor a situação, no primeiro mês foi bem difícil, fiquei muito revoltada e mergulhei na tristeza, principalmente pelas fortes dores que senti, nunca tinha sentido nada parecido, esse negócio me derrubou mesmo….fora o preconceito e julgamento das pessoas, cheguei a perder minha “melhor amiga” por conta disso, ela é prima do meu namorado…quando descobri que tinha herpes, logo o culpei, pois eu era virgem antes de o conhecer, e, quando reatamos o namoro ela nunca mais falou comigo…enfim, não tem sido fácil conviver com isso, mas Deus tem me dado forças :). Boa sorte a nós, tomara que não tenhamos recidivas tão cedo!

      • PS.: Tomara que não seja herpes Bia, acredito que no seu caso há grandes chances de não ser, seus sintomas estão sendo bem diferentes dos meus, e caso se constate que você tenha o vírus, não entre em pânico, não é o fim do mundo, com o tratamento adequado e bons hábitos, não há o que temer… a minha segunda crise foi bem tranquila de lidar, apareceram algumas bolhas, porém, não senti dor alguma…

    • Aqui é Bia. Gosto muito de conversar com você. Eu tenho 21 anos e estou passando pela mesma insegurança que você. Manda um email pra mim que fica mais fácil pra nós mantermos contato. Manda pro comprelivros13@gmail.com
      Que eu te respondo lá.. e estaremos ajudando no que possível uma a outra. Abraço!

      • Obrigada pelo apoio Strider, agora é só uma questão de mudança de hábitos…estou passando pela segunda crise e graças a Deus não está chegando nem perto da primeira.

  50. Edu,
    Um exame de CO,o famoso papanicolau indica herpes no seu resultado? Ou então a bacteriologia indica herpes? E quando indica,como sai no resultado? Obg.

    • Oi Beatriz,
      O exame papanicolau serve para identificar a presença ou não do vírus HPV que pode causar câncer cervical.
      A bacteriologia não indica herpes pois o herpes é causado pelo vírus HSV (herpes simplex virus) e não por bactérias.
      Existem vários exames para verificar herpes. Acredito que o mais indicado é o IgG que verifica a presença de anticorpos no sangue.
      Abraços,
      Edu

  51. Obrigada por sanar um pouco minha dúvida Edu, vou pedir que ele refaça o exame…tá muito estranho, até agora não consigo entender como fui contaminada…

  52. Gente…como vocês fazem para lidar com o stress? Segundo pesquisas ele é um dos principais fatores que podem desencadear uma possível recidiva. Ultimamente tá difícil controlar o meu, já estou passando por uma nova crise :/

  53. Queria saber se posso pegar o aciclovir em algum posto, pois o lugar mais barato q encontrei é 35 reais mto caro, outra crise ja surgiu e eu to mto apertada de grana, realmente nao sei o q vai ser da minha vida, alem disso ja tinha problemas com alcool drogas e depressao e sei mto bem q isso ajuda mais ainda para q a lesoes apareçam… Tem alguem mais na mesma situaçao q eu?

  54. Bom dia, Gabi….. o aciclovir é caro mesmo…. se for passar em consulta com um médico em um posto de saude ele vai receitar o aciclovir que deverá ter na farmacia do posto de saude…. Já peguei duas vezes o aciclovir no postinho aqui perto da minha casa mas passei em consulta…na verdade é só para controle deles…. Bjs Sol

  55. Oi pessoal… Voltando para “atualizar” como estou me sentindo 4 semanas depois da primeira crise. Bom, desde que sumiram as bolhas aparentemente não tive nenhuma outra crise concreta. Nada de vermelhidões, coceira, bolha. MAS não me sinto bem também, me sinto desconfortável, se estou distraída fazendo algo, ok chego até a esquecer, mas ai se eu paro um minuto eu acho que to sentindo TUDO! Gente isso é piscológico, né? Outra coisa que gostaria de perguntar, Edu dizem que o vírus da herpes se manifesta com mais freqüência em situações de estresse… Eu sempre gostei de praticar exercícios, principalmente a corrida e geralmente é uma modalidade que causa esgotamento no organismo. Agora que o susto passou pensei em voltar, mas tenho medo que isso possa desencadear crises. O que você acha?

    • Oi Luana,

      É uma boa pergunta. Eu também gosto de praticar exercícios (natação, musculação, corrida eventualmente) e também já fiquei imaginando até que intensidade de exercícios pode afetar no aparecimento de uma crise.
      Pelo que sei, correr longas distâncias pode desgastar o organismo a ponto de baixar a imunidade por um tempo.
      Mas cada pessoa tem uma resposta diferente para o que faz desencadear as crises. Então é difícil saber.
      O único jeito é você testar e ver o que acontece.
      De qualquer maneira, é certo que é sempre melhor fazer exercícios do que não fazer nada. Só no caso de alta intensidade e duração é que devemos testar.
      Abraços,
      Edu

  56. Foi um verdadeiro alivio encontrar este blog!! \o/
    Tenho 35 anos. Fui diagnosticada com o vírus há mais ou menos sete meses. A primeira crise foi uma surpresa horrorosa…Eu nem sabia do que se tratava, até que realizei o exame laboratorial. Depois da segunda crise recorrente eu procurei uma infectologista que não me ajudou em nada ¬¬. Já tive algumas crises recorrentes, que graças a Deus, são bemmmm mais leves. Hoje até já consigo identificar os prodromes. O que é mais lamentável, é o preço do Aciclovir rsrs. Quando percebo os prodromes, sinto até uma dor na alma só em pensar que precisarei desembolsar quase R$ 60,00 para a medicação (comprimidos + cremes).
    Edu, porque tantas crises?! Isso é muito chato!! Lógico, que são bem fraquinhas mesmo. Surgem apenas um ou duas vesículas. Mas acredito ter tido 3 episódios depois da primeira crise. :/

    Então…Me culpei bastante, chorei, esperneei… até encontrar-me neste estágio atual: Auto-aceitação à ferro e fogo!! kkkkkkk.
    É realmente muito difícil ser portador deste vírus. O mais complicado é lidar com o nosso emocional. Assim como li em vários depoimentos, também me sinto um lixo muitas vezes. Me sinto insegura para novos relacionamentos… sinto medo principalmente pelo cotidiano… Como falar que temos Herpes Genital para alguém que nos enxerga “perfeitos”?! :(
    Nesses dias não estou muito bem. Terminei o meu namoro…É uma pena, pois não precisava esconder para ele este problema porque esteve presente na primeira crise. Não sei se adquiri o vírus com ele, porém tenho quase certeza, apesar de apresentar-se assintomático.
    Pois bem…Como acontece com muitos, o maldito ex-namorado, para expressar o seu desprazer com o nosso término, jogou um monte de bobagens na minha cara, e CLAROO falou do meu pobre Herpes! :/ Resultado: Ellen – mode:lixo! rs
    Tento manter o bom humor… Mas não é fácil.
    Mas como dizem: “Há males que vem para o bem”. Poderíamos ter sidos infectados por um vírus ainda pior e destrutivo. Aprendemos a lição!!
    Sexo AGORA, só com camisinha, pessoal!! Tenhamos responsabilidade com a vida das outras pessoas.
    Enfim…ADOREI o espaço!!
    Li tantas garotas e garotos aqui que sentem o mesmo que eu…senti até vontade de abraçar o computador para tentar levar um pouquinho de amizade rs.
    Edu!! Parabéns pelo espaço e iniciativa. Sou tua fã!! :D
    Pessoal: Beijo no coração!

    • A dor é inevitável, o sofrimento opcional! Já ouviu falar do aciclovir manipulado? ele pode ser manipulado e custa 50% mais barato! Força ai! Se desejar manter contato, fazer amizade, compartilhar sentimentos…. deixe contato! Te passo e-mail!

      • yago bom saber disso, pois estou tendo crises semais e sem dinheiro para comprar o remedio… Estou fazendo varios exames q o gineco pediu, quando for retornar vou ver se ele pode me passar… Se puder me passar seu email, preciso conversar com alguem… Ainda n consegui me abrir com ninguem… Sofro e tenho q fingir q esta td bem todos os dias… Obrigada bjos

    • OLá Ellen.
      Minha infectologista faz aquela receita de duas vias e eu pego no posto de saúde todo mês GRATUITAMENTE. Tiro xerox da receita todo mês para deixar no setor da farmácia para controle deles mesmos.
      No posto de saúde do meu bairro, lá quase não tem a medicação, então eu pego o aciclovir no centro de referência da aids.
      um abraço. Si

    • Oi Ellen,

      Realmente nos primeiros meses o vírus costuma a se reativar mais para algumas pessoas. Comigo foi assim também. Mas na verdade, no meu caso, a frequência de crises variou bastante nos primeiros anos. Lembro que no ano de 1999 eu tive mais de uma crise por mês. Foi um saco!
      Mas hoje em dia eu nem estou usando mais o tratamento supressivo. Diminuíram bastante ainda bem. Acho que o tempo em que eu já tenho isso influenciou.
      Uau… tenho uma fã! Obrigado!
      Bjs
      Edu

  57. Tem vírus na secreção vaginal? Ou só nas vesículas? Pois se a resposta for positiva quer dizer que mesmo com camisinha e fora da crise há sempre o risco de transmissão, pois essa secreção durante o ato acaba tocando várias partes… seria péssimo..

    • Val minha linda…conforme li recentemente, contém vírus sim :s
      Filha…melhor não pensarmos nisso.
      Vamos usar o preservativo, e na medida do possível deixar nosso namorado informado.
      Não podemos permitir que este assunto “acabe” conosco.
      Força aí!! Cheiro.

      • Sim , o vírus que sai das vesículas pode se espalhar pela secreção vaginal. Por isso o preservativo não evita a transmissão completamente.
        Esse é um dos fatores pelos quais é importante nunca transar com presença de sintomas ou crises ativas, nem mesmo com preservativos.
        Abraços,
        Edu

  58. Boa tarde.
    Apresentei herpes genital a cerca de 17 dias, e perdi a virgindade com meu atual namorado. Ele já teve relações com a ex dele, mas nunca apresentou a doença, assim que fui na médica ela disse que era por DST, ele foi em médico o qual disse que ele não havia a doença (por nunca ter se manifestado) venho feito várias pesquisas que dizem sobre a transmissão assintomática e ele crê que só eu adquiro a doença. Tive vários problemas psicologicos de tanta surpresa, minha mãe não sabia o que fazer e me culpava de tudo e diz para terminar meu namoro até hoje. Eu amo meu namorado, mas tenho amor-próprio, ele não me desrespeitou e nem me julgou diante dessa situação, sempre esteve ao meu lado me apoiando. Mas mesmo assim ainda me sinto insegura diante disso, porque nunca tive relações com outras pessoas além dele. O médico dele disse que poderia ser por vasos sanitarios etc, mas desde que me conheço por gente sempre fui educada para não cometer esse erro de sentar em vasos sanitários publico e demais. Estou muito triste, nervosa, e tentando lidar ao maximo com a situação por saber que é pro resto da minha vida, graças a Deus já estou cicatrizando e melhorei cerca de 98%. Mas gostaria de saber quais as probabilidades de ser a “transmissão assintomática”. Obrigada.

    • Oi Isabella,enfrento uma situação parecida com a sua. A transmissão por vasos sanitários é impossivel,quando se trata de herpes é apenas sexual. Já fui pra vários médicos e sempre escutei a mesma resposta. O que acontece,é que muitas pessoas possuem a herpes,porém nem todas apresentam os sintomas. Ter herpes é algo normal,se muita gente fizer o exame de sangue vai dar positivo sim… mas a maioria não tem os sintomas. Seu namorado poderia ter,embora não tenha sintoma.. a ex dele também.. Eu procurei médicos de confiança e fiquei muito mais calma.. fique calma,peça a Deus que não tenha mais recorrências.. tenha fé!

      • Concordo 100% com seu comentário Bia.
        E também temos que lembrar que uma pessoa com herpes labial pode passar para os genitais da outra pelo sexo oral.
        Att,
        Edu

      • Oi pessoal, estava sem computador por um tempo e resolvi agora pesquisar novamente. Obrigado pelos comentários. Eu tenho outra duvida, como diz ai eu só tive uma ativação da herpes e desde a cura graças a Deus não reativei. Meu namorado me pergunta sobre ter relações sem a camisinha, ele julga ser melhor e que ele prefere e que confia em mim mesmo sabendo de toda minha situação. O médico dele diz que posso ter relações desde que eu não tenha sintomas de reativação mas estou ainda com duvidas se é o certo, ele foi para fazer exame mas acontece que minha cidade está entre as piores em relação a exames, estamos aguardando. E se ele não tiver, e fizermos e ele passar a ter? E se ele tiver, termos a relação e eu e ele reativar? Só de pensar em ter que passar por toda aquela experiencia novamente já me arrepio. Apesar que tenho todos os remédios em casa para caso de urgência. Se possível me falem se é arriscado demais, ou se posso ter sem problemas.

    • E eu ultimamente estava tendo umas crises de depressões diante disso, as vezes me sinto suja de somente eu apresentar a doença, e fico me sentindo inferior de todos. A cerca de quase um ano descobri que tenho cisto ovário de 7cm e que poderia não engravidar, e isso me causou mais panico ainda, e fiz tratamentos e até agora não deu resultado, semana que vem vou marcar cirurgia, e quando apresentei a herpes senti o mundo desabar, mas mantive a fé e fui muito forte! Então se alguém passa por algo parecido ou as vezes até pelo mesmo, eu digo: SEJA FORTE! Não desista. Eu não apresentei herpes novamente, meu ovário direito era policistico e graças ao medicamento ele está bem melhor e já tive noticias que posso engravidar! O cisto ovariano esquerdo vou tirar na cirurgia. A herpes em si é muito tragica, mas temos que ser fortes, e todos tem suas crises de depressão e vejo que muitos até se afastam por medo de inferioridade, sei como é isso, pois depois de 2 meses que descobri a doença, havia terminado meu namoro, mas hoje voltamos e estamos melhores que nunca e daqui um tempo já fazemos um ano firmes!! E meu namorado como disse, sempre me apoiou e dizendo que tudo vai acabar bem. Senti um bom conforto lendo o site, e descobri coisas das quais eu nem sabia. Agradeço a atenção de todos, e pelas respostas que me deixaram mais aliviada!!

      • Força Isa, depois que descobri que tinha herpes não fiz nenhum tipo de exame, tenho medo de detectar coisa pior, conheço uma moça que teve que retirar os ovários devido um cisto, não sei como mas só pode ser milagre de Deus, essa menina depois de 5 anos engravidou, teve 2 filhos, esta a anos tentando ter o 3 mas infelizmente não consegue, só sei que mesmo sem os ovários ela conseguiu engravidar, ainda ha esperanças, a herpes não te impede de ter um filho,.

      • Obrigada Ju, mas o certo é fazer todos os exames e cuidar bem da saúde viu! Não tenha medo do que possa vir, tudo na vida tem um jeito. E esse jeito é sempre DEUS. Então confie nele e tudo dará certo e não descuide da saúde :)

  59. Olá Isabela, eu entendo sua posição… sei como se sente, minha ex… me passou também de forma assintomatica… minha dermato disse que 90% da população tem o virus e não manifesta e ou nem sabem… o que torna isso uma epidemia “oculta” Porém não é o fim do mundo , é chato sim mas ainda bem que tem tratamento com retrovirais ! Creio que em 2 a 3 anos apareça uma cura sim ! Não precisa ficar se martirizando que é para o resto da vida acredito que é algo temporario e que logo aparecer algo para exterminar esse virus, seja paciente e lembre-se você é muito maior e mais superior a isso !! Se cuida garota,
    abraços .

  60. Edu, Bom dia.
    Tudo bem meu amigo? Quanto tempo!
    Atualmente estou fazendo um tratamento supressivo que surtiu ótimos efeitos: tomo 1 comprimido e 200 mg pela manhã e outro no início da noite. Vale lembrar que os comprimidos são manipulados, feitos em uma farmácia do ramo, cujo valor do medicamento sai por R$ 68,00 – 120 comprimidos, sendo assim, possibilitam 2 meses de tratamento.
    Ademais, saliento aos novos companheiros do blog que adquiri HP no final de 2011, portanto, fazem 2 anos que venho lidando com isso. Porém, o mais interessante é que somente agora encontrei um meio de amenizar as crises, considerando que tinha crises constantes, onde, em alguns momentos, cheguei a ter mais de 3 crises POR MÊS. Atualmente fazem 2 meses que não tenho crise alguma!
    Sendo assim, depois do relato acima, cheguei a 2 conclusões:
    1) O tratamento supressivo ajuda sim e CONSIDERAVELMENTE;
    2) É de suma importância encontrar uma farmácia de manipulação confiável, pois, infelizmente, existem muitas pessoas de má fé por ai se beneficiando com o sofrimento alheio. Com efeito, ao mandar manipular o medicamento, sugiro que procurem grandes farmácias de manipulação. O custo benefício será visível.
    Depois de compartilhar um pouco da minha experiência com o HP, agora venho com 2 dúvidas:
    1) Como relatei, fazem 2 meses que não tenho crise. No entanto, durante esse período, por 2 dias (espaçados) tive uma ardência na virilha, uma ardência ao urinar, micção constante e em pequena quantidade. Acredito que seja meu corpo expelindo o vírus de forma assintomática, sendo que, durante esses períodos me abstenho sexualmente. Minha dúvida é: Isso acontece ou aconteceu com vc? O que vc fazia para amenizar esse incômodo passageiro? (no meu caso ele some em 1 dia)
    2) A segunda dúvida é sobre a Auto-Hemoterapia. Estou pesquisando sobre isso e estudando sua viabilidade em aumentar o meu sistema imunológico. Existem relatos que os macrófagos no nosso corpo, após o início do tratamento, quadruplica durante 7 dias. Após isso, é necessária outra aplicação. O que vc sabe sobre a Auto-hemoterapia? Já fez uso?
    Por fim, DEIXO CLARO QUE NÃO ESTOU ORIENTANDO NINGUÉM DO GRUPO A FAZER AUTO-HEMOTERAPIA, pois também tenho HP Genital e sei como sofremos com falsas promessas de cura ou melhora!
    O que relatei sobre o tratamento supressivo é experiência própria, sobre a Auto-Hemoterapia, estou pensando em iniciar o tratamento e, constatando ser eficaz contra HP, compartilharei minha experiência com os amigos.

    • Oi Yago,
      Tudo blz!
      Essa dica do manipulado é muito boa para todos mesmo e suas duas conclusões estão bem corretas mesmo.
      Sobre as suas dúvidas:
      1) Exatamente. Quando agente sente algum sintoma prodrômico existe uma grande possibilidade de estarmos expelindo o vírus assintomaticamente. Então é melhor cuidar e não fazer sexo nesta fase. Acontece igual comigo. sinto uma sensibilidade na pele e uma dor “interna” difícil de descrever mas que conheço bem. Mas infelizmente não conheço nada para acabar com isso, mas para aliviar, se estiver muito incômodo eu tomo um analgésico como um advil. Ainda bem que isso some em um ou dois dias.
      2) Nunca fiz uso da Auto-hemoterapia, mas te digo que pesquisei sobre isso e minha conclusão final é que não acredito no método nem na eficácia. Essa é a minha opinião.
      Abraços,
      Edu

  61. Ola Edu
    Encontrei ate um certo conforto nesse blog. Tenho 25 anos estou na minha primeira crise de Herpes tipo 2 ha 4 dias. Realmente quando se descobre é um tanto desesperador ainda mais eu que sempre cuido da minha saude com alimentaçao regrada e exercicios fisicos diarios. Acredito que possa ter pego da minha nova namorada pois estava a 5 meses solteiro e sem manter relaçoes sexuais e agora com 1 mes de namoro desenvolvi os sintomas. Meus sintomas acredito que foram ate brandos pois no começo foi apenas coceira e irritacao da pele eu havia imaginado que era alguma dermatiti ou micose mas depois q apareceram as vesiculas ai matei a charada e tambem os sintomas de hipersensibilidade cutanea na coxa direita que ate o short que toca a pele dói, conversei com um amigo urologista e pela clinica ele tbm me falou que seria Herpes. As vesiculas que me apareceram foram na regiao pubiana somente e na regiao inguinal (verilha) direita. Conversei com minha namorada sobre isso ainda nao tive coragem de contar mesmo qie estou com Herpes e principalmente de esta desconfiado de que foi dela q eu peguei.Edu é se essas vesiculas podem aparecer so na regiao pubiana pq em todo lugar que leio diz apenas regiao escrotal, anus, perna etc mas nao vejo na regiao pubiana?

    • Esqueci de falar que estou tbm tratando paliativamente os sintomas com 2 pomadas topicas. 1 tem açao anti inflamatoria e a outra tem açao cicatrizante e antibactericida e anti fungica pra evitar contaminar ja q as vesiculas deixam pequenas ulceras. O resultado pelo menos no que diz respeito aos sintomas irritantes com dor local, coceira e vermelhidão foram muito minimizados. Agora é so esperar essas malditas vesiculas sumirem. A dor na coxa direita quase nao existe mais tbm.

      • Uma pomada cicatrizante pode até ajudar sim, mas minhas experiências com pomadas nunca foram muito boas.
        O melhor é o antiviral em comprimido mesmo.
        Há… essa dor tipo “sensibilidade” eu tenho também (chamam-se prodromes) e te digo que isso me incomoda mais que as próprias lesões ás vezes.
        Para você que acabou de descobrir que pegou herpes genital, não é por nada, mas recomendo muito o meu livro. Vai te ajudar.
        Abraços,
        Edu

    • Oi Daniel,

      - É bem provável que você tenha pego desta sua nova namorada pelo o que vc contou. Acho que você deveria falar com ela sobre isso sim.
      - A herpes genital pode aparecer em qualquer lugar onde uma “bermuda curta” (short) pode cobrir. Normalmente as recorrências aparecem mais no local por onde ouve a infecção, mas o vírus pode tomar outros caminhos da ramificação nervosa quando ele reativa e acabar surgindo em um local diferente.
      No meu caso por exemplo, aproximadamente 90% das crises aparecem em algum lugar corpo do pênis e o restante 10% na região escrotal vulgo “saco”. heheh
      Att,
      Edu

  62. oi gentee vou contar um pouco minha historia..
    Tenho herpes a uns dois anos,quando descobri q tinha tava com 6 meses de namoro,
    fiquei desesperada naum sabia q tinha pego do meu namorado ou naum,poiis o medico disse q poderia ter contraido o virus antes de conhece-lo,na duvida e com medo decidi naum contar nada a ele,mesmo minhas crises sendo frequente,poiis todo mes aparece as vezes duas vezes no mes consegui esconder..enventava uma coisa ou outra!!
    Mas quando foi agora recente,apareceu uma bolhazinha na boca dele fiquei louca em pensar q tinha passado pra ele mesmo tomando todos os cuidados..foii quando ele me disse q desde novo aparecia isso na boca,mas logo se sumia,pra falar a verdade fiquei um pouco aliviada em saber q naum foi eu q quem o infectou,mas ao mesmo tempo tive raiva em saber q foi ao contrario sabe mesmo sem ele saber poiis quando falei q era herpes ele disse q naum era isso q nunca tomou remedio e fica bom..mesmo assim naum tive coragem de contar q jah tenho o virus…vou esperar ter uma nova crise e contar!!
    E assim vou levando,as vezes esqueço q tenho essa doença,mas outras vezes me desespero,pensando pq tinha q acontecer comigo,como vou ter filhos e entre outras coisas..Mas agora fiquei feliz em ter encontrado esse blog pra ler historias de outras pessoas,contar a minha..tipo um desabafo poiis guardo esse segredo comigo,naum converso com ninguem sobre issoo..muitoo bom mesmo…
    bjoos
    e vamos esperar a cura..

    • Oi Daiane,

      Realmente para algumas pessoas é difícil de saber exatamente quando foi contraído o vírus da herpes.
      No meu caso foi diferente porque eu tive uma forte primeira infecção, que mostrou que o contágio tinha sido recente.
      - Não se preocupe… vc poderá ter filhos sim. O perigoso é contrair herpes genital durante a gravidez. Para quem já tem, é importante avisar o médico, e se aparecer uma crise na hora do parto provavelmente ele irá fazer uma cesariana.
      As grávidas que já tem herpes genital a um tempo já possuem anticorpos e isso confere uma proteção maior.
      Tem muitos mais detalhes no meu livro se vc um dia quiser saber mais.
      Abraços,
      Edu

  63. Hj está sendo um dia difícil …. permitir que uma pessoa vá.. por não ter coragem de contar.. inventar desculpas..para pessoa não vim … ser mal humorada para pessoa se afastar… ser fria para pessoa não sentir sdds.. e quem sabe assim ir embora de vez…quando na verdade eu só queria tê-la comigo e viver momentos bons, para toda vida…sem culpas….Espero que um dia o meu sentimento por alguém .. seja maior que o medo de contamina-la, que a vergonha do que vai pensar e todas as sensações ruins que essa doença traz..pq quem pensa que ela é física muito se engana….ela é essencialmente emocional..faz mais efeito na auto-estima que qualquer anti viral tenta fazer com esse vírus..Me desculpem toda a melancolia mas não consigo me adaptar com isso…nem em mim….e nem em vcs ..pq sofro toda vez que vejo o depoimento de alguém falando como se sente ai aumenta mais a minha aflição em nunca qrer contaminar alguém…por saber exatamente como é… E se não vier a cura ..Uma boa campanha que fizesse essa doença parecer menos monstruosa do que as imagens qdo jogamos o termos herpes no google..ou as informações nada haver que lemos por ai ..já seria de grande valia..não para banalizar a doença..mas para repassar informações corretas… que deixem claro que não pegamos por que escolhemos isso, que não somos promíscuos, para informar que aquelas bolhas horrorosas só aparecem na primeira crise..que para quem tem próximas crises são bem menos perceptíveis, que nós fomos “premiados” a ter os sintomas ..porém 90% da população possui anticorpos para pelo menos um tipo de herpes..enfim qualquer coisa que nos ajudasse a tornar isso mais “normal”…Iria achar muito bom e começaria essa campanha dentro de mim …Que Deus nos dê alegria em viver..mesmo com o insolucionável …afinal a ele nada é impossível…

    • Oi Nana,
      Acho que vc não deve fazer isso de terminar a relação. Tem muitas maneiras de controlar e tratar.
      É possível conviver com herpes genital sim e levar uma vida normal, porém com algumas adaptações por nossa parte.
      Sei que esta doença causa muita insegurança e medo de rejeição, mas na minha opinião, é preciso enfrentar isso e nunca desistir de ser feliz.
      Abraços,
      Edu

  64. Olá Pessoal! Olha só…Realmente essa doença é horrível e arriscaria dizer devastadora, ela acaba mesmo com a autoestima, mas já cansei de me lamentar, infelizmente temos que conviver com ela e bola pra frente! Mas vai uma dica ótima, gastei muita grana com o aciclovir, um certo dia resolvi ligar para a ouvidoria do Sus, o numero é 136, anotem aí! Fui muito bem atendido, mas muito bem mesmo, e a ótima notícia é que o governo concede esse medicamento gratuitamente, se alguém precisar mais detalhes eu faço questão de ajudar, pelo e-mail: marcalbecker@hotmail.com, e não precisa ter laudo e nem consulta em médicos do Sus, a consulta pode ser particular! Hoje estou com medicamentos para o mês inteiro e uma receita para 6 meses, o médico precisa prescrever a dose diária no meu caso são 5 por dia, mas não tomo isso, tenho tomado 3 e tem dado resultado, e também prescrever como tratamento continuo! Abraço e boa Sorte pra todos nós!

    • oii Marçal..tava na mesma situação que vc jah gastei muitoo dinheiro com aciclovir tbm,comprava uma caixa com 25 comprimidos por 50 reais..foii quando descobri a farmacia popular naum chega a ser gratuito mas éh um preço simbolico,essa semana mesmo comprei 15 cp por 4 reais nessa farmacia..muitoo bom mesmo!!

      • achei a resposta:

        Quer saber como funciona o Farmácia Popular? Para ter acesso gratuito aos medicamentos do Farmácia Popular ou com preços reduzidos, basta que o usuário apresente seu CPF, um documento com foto e a receita médica válida (validade de 120 dias) em qualquer um dos estabelecimentos credenciados para farmácia popular, não só unidades físicas da farmácia popular, mas também estabelecimentos comerciais privados credenciados neste programa que tem a inscrição “Aqui tem Farmácia Popular”.

  65. Olá, sou Ana Paula e fui diagnosticada com herpes genital há pouco mais de um mês. Durante a última relação sexual,meu namorado apresentava um quadro de mal-estar e febre, afirmando que seria gripe. No entanto, não apresentava as famosas vesículas. Três dias após, comecei apresentar a maioria dos sintomas aqui descritos, como perda de apetite, dor, coceira, dificuldade para urinar e então apareceram as vesículas. Procurei uma ginecologista imediatamente, que confirmou a infecção herpética. Minha primeira reação foi não acreditar, passando depois para um estado profundo de tristeza e apatia. Ultimamente, tenho tido dificuldade pra dormir e comer, estudar e trabalhar e o único sentimento que me vem é o de arrependimento. Infelizmente, tudo aconteceu durante meu primeiro relacionamento. Gostei muito de encontrar o site, pois tem sido muito difícil passar por tudo sozinha, já que o relacionamento acabou e não tenho coragem de compatilhar com amigos ou familiares. Gostaria também de receber informaçãos sobre novos tratamentos, vacinas etc.

    • Oi Anna,

      A grande maioria de nós quando descobrimos que pegamos herpes genital, passamos pelo sofrimento emocional de maneira bem parecida.
      O que eu posso te dizer com certeza é que com o tempo dá para superar e vc vai conseguir.
      É duro aceitar isso no começo, mas depois agente se adapta.
      Se quiser informações bem detalhadas, por favor dê uma olhada no meu livro (e-book)… irá te ajudar.
      Abraços,
      Edu

    • Essa doença é uma porcaria mesmo!! As vezes me odeio por ter sido diagnosticada…muitas vezes preriria não saber a verdade…sendo assintomática.
      Ainda estou me adaptando com a idéia…. mas é isso aí…estamos juntas!! :/

  66. Oi gente,

    Bom achar esse site exatamente nesse momento do diagnostico.
    Minha duvida eh exatamente essa como que os profissionais fazem o diagnostico diferencial. Me converti ao cristianismo a um a no atras e desde entao resolvi nao ter ma is relacoes com ninguem ate o casamento.
    No comeco desde ano tinha algumas espinhas NA regiao fui a medica e El a me disse que era um pelo encravado. Ness a segunda feira apareceu um a lesao e quart a fui novamente a outra medical que me disse que lembrava herpes. Nao me pediu nenhum exame sorologico, prescreveu o famciclovir
    O exame a da lesao eh o suficiente para diagnosticar? A no passado give mononcleose, sabem se ha alguma relacao?
    Achei curioso se manifestar ma is de um a no depois do interrompimento das relacoes… sendo que esse ano tive muitos momentos de imunidade baixa… e nao tive nada clinic da HG.
    Um a outra questao tem alguem cristao protestante que poderia relatar seu caso? Ou sabem de alguem?
    Fiquei triste com o diagnostic, considerei impossivel casar e ter filhos…. orei muito. Encontrei esse site e foi muito animador.
    Paz!

    • Olá Ana, tudo bem?
      Bom no começo é assim mesmo, tem um tratamento e ajuda muito, bem a cura logo aparece não se desanime !
      Se precisar conversar estou sempre por aqui
      Abraços

  67. gente estava tao feliz… Apos 3 meses tendo contraido herpes estou praticamente a 1 mes sem ter nenhum sintoma, sendo q antes as lesoes apareciam toda semana, mas foram diminuindo ate q sumiram de vez pelo menos por enquanto… Mas, agora do nada apareceu um caroço em minha virilha… Sei q aqui ninguem é medico, mas estou desesperada com a ideia de poder ter alguma outra doença, alem dessa… Fiz exames e estou aguardando o retorno ao medico, mas ja vi q deu algumas alteraçoes no meu papanicolau, alguem sabe se pode ter alguma relaçao com a herpes? Acredito q nao… Mas e esse caroço? Pesquiseis em varios lugares da internet mas esse blog é um dos unico, se nao o unico em q sinto verdadeira confiança e segurança

    • Oi Ana Paula! Normal ! Tudo o que você sentiu e esta sentindo, todos nós passamos e estamos passando…O que posso dizer é para você não desistir, mas não desistir mesmo, óbvio que é péssimo, mas depois de 4 anos com essa “doença” posso te afirmar, que existem coisas muito piores, mas muito piores mesmo! Cancer, Aids, nem preciso discrever mais nada né! Acredite vai aparecer a cura, se quiser me adicionar no Face pra conversarmos fique à vontade, Mas não desanime, acredite em você e não culpe ninguém…Meu nome é Marçal Becker. Deus existe! Me adiciona aí podemos conversar e prometo a você, sem interesses, só quero te ajudar! Abração e não sofra por isso! Fique co Deus!

  68. Oi Ana Paula! Normal ! Tudo o que você sentiu e esta sentindo, todos nós passamos e estamos passando…O que posso dizer é para você não desistir, mas não desistir mesmo, óbvio que é péssimo, mas depois de 4 anos com essa “doença” posso te afirmar, que existem coisas muito piores, mas muito piores mesmo! Cancer, Aids, nem preciso discrever mais nada né! Acredite vai aparecer a cura, se quiser me adicionar no Face pra conversarmos fique à vontade, Mas não desanime, acredite em você e não culpe ninguém…Meu nome é Marçal Becker. Deus existe! Me adiciona aí podemos conversar e prometo a você, sem interesses, só quero te ajudar! Abração e não sofra por isso! Fique co Deus!

  69. Não desista de nada! A vida é assim, acho que você nem imagina o percentual de pessoas com essa maldita doença, mas como comentei antes, imagina um câncer, Aids e muitas outras que levam a falência, nós ainda podemos ter esperanças que haverá cura e haverá, pode ter certeza, Acredite e não desista de nada. Deus existe! Se quiser me adicionar no Face para conversarmos por favor fique à vontade, meu interesse é só ajudar, depois de 4 anos com isso, hoje novamente Adquiri confiança em mim e nem sei como isso me pegou, Fé é muito importante, meu nome é Marçal Becker…Fique com Deus! Fé em!

    • Obrigada Marçal. Sei nos primeiros meses é complicado mesmo. Ainda mais que pra mim foi tudo de uma vez, primeiro relacionamento e de cara logo uma doença…Ainda, estou meio atordoada, me sentindo culpada, nem sei direito, mas sei que o tempo vai me fazer melhorar e diminuir a insegurança e o desânimo que ando sentindo, como você mesmo disse existem coisas muitos piores por aí…Mas, é aquela coisa, nós nunca achamos que seremos acometidos por algo assim até que aconteça. Mas, obrigada mesmo!!!! Só de conversar abertamente com alguém já me faz sentir um pouco melhor. Obrigada pela ajuda.

  70. Boa tarde, gostei bastante do espaço e ainda bem a grande maioria aqui se preocupa com informações a respeito do tratamento que sejam verdadeiras e reais. Sou biomédica, trabalhei com virologia por anos e tenho herpes genital. A mensagem que deixo aqui é. A seguinte: pessoal não fiquem alarmados de ter esta doença. A grande maioria daqueles que tem vida sexual ativa tem o vírus. Só que nem todos manifestam. É uma doença de quem faz sexo! Claro que foi adquirido pelo sexo sem preservativo, mas infelizmente sabemos que é uma realidade de que quando nos relacionamos com um parceiro fixo deixamos de usar preservativo. Eu não tenho vergonha de ter,pois devo ter pego de algum relacionamento passado ou até mesmo de meu marido. A doença é chata pelos sintomas e remissivas,mas não vejo nada de mais…meu marido soube agora,pois é a primeira vez que manisfesto,mas mesmo que eu soubesse não vejo a necessidade de quando conhecer alguém ficar falando sobre isso ou ficar encucado. Quem sabe a sua ou seu parceiro não tenham! Gastem a energia de vocês com coisas mais importantes,pois o dia que conhecerem alguém especial não fará a mínima diferença pelo simples fato, quem faz ou já fez sexo está sujeito a esta, assim como a outras doenças. Juro, eu não gosto de tê-la,mas isso não muda e nunca mudará minha vida , muito menos de meu parceiro, que é uma pessoa esclarecida e que sabe o quanto é comum. Estou tomando o medicamento e esta semana não poderemos namorar, simples assim! Poderia ser com ele… Fiquem bem e se cuidem! Bjs.

  71. Tão bom ler todos esses comentários e saber que não estou sozinha!

    Quando fui diagnosticada meu medico me disse que só poderia transmitir esse vírus se tivesse as feridinhas… Pois bem, somente depois de pesquisar fiquei sabendo que não é bem assim é agora estou apavorada pensando em ter transmitido para um kultimo namorado.

    Comprei o livro, li mas ainda tenho mil perguntas.
    Vocês se correspondem por algum grupo? Gostaria mto de participar também é compartilhar desse tremendo desconforto.
    Beijos e boa noite!

  72. Nossos pensamentos são poderosos, acredite em você! Acredite muito, erga a cabeça estamos juntos, se quiser me adicionar no Face para conversarmos fique à vontade! Abraço! Marçal Becker

  73. edu contrai a doença acho q a 1 semana e n só na parte genital tbm nos labios quero saber se continuar tomando o anti viral depois q cicatriza ajuda a nao aparecer os sintomas, e outra coisa vi q bebida alcolica abaixa a imunidade quero saber se tenho q excluir msm ou da para beber moderado abraço

    • Oi Aliff,

      Como você contraiu recentemente, acho melhor você tomar até sumirem todos os sintomas por completo.
      Depois disso pode parar. É que vc vai precisar ver qual será a sua frequência de reativação do vírus.
      Mas se por enquanto não quiser arriscar, pode tomar sim de forma supressiva (todos os dias) por um tempo.
      Mas fale com seu médico.
      Sim, a bebida alcoólica pode influenciar na reativação, é melhor evitar, mas na minha opinião se o consumo for baixo acho que não vai ter problema.
      Abraços,
      Edu

  74. Oi Edu…Hoje minha tarde foi dedicada a leitura do seu livro, que por sinal é muito elucidativo!!! Parabéns!!! Sei que, ainda farei esta leitura por muitas vezes!!! Achei muito importante seus comentários sobre as informações distorcidas que encontramos espalhadas pela net. Assim, que fui diagnosticada com a infecção primária, além das dores físicas que estava sentindo e do turbilhão de sentimentos que tomou conta de mim e me devastou por completo, passei, freneticamente, a visitar sites que tratavam sobre o herpes genital e me senti horrorizada com as postagens de fotos e com os prognósticos mais terríveis possíveis e ficava sempre imaginando que no dia seguinte as minhas lesão estariam daquela forma…Foram dias e noites terríveis!!!!Mesmo assim, não conseguia parar de ver aquelas imagens!!!!Acho que estava me punindo, afirmando a mim mesma que a culpa de ter contraído essa doença era minha e fazendo questão de lembrar que a partir de agora todos os planos teriam ido por água a baixo!!!!!A minha vida sentimental, recentemente iniciada, tinha acabado naquele instante!!! Hoje lendo o livro, e atentando para os “sinais” que ela apresenta antes de sua manifestação, começo a achar que existem muitas chances de que a pessoa em quem confiei ter conhecimento da doença e não ter feito nada para que a transmissão não ocorresse, esse fato me entristece profundamente, não conseguiria descrever o que sinto!!!!Infelizmente, não tenho conseguido evitar as armadilhas mentais…Ao mesmo tempo, consigo compreender o tanto de energia que tenho gasto com esses sentimentos de raiva, mágoa, culpa, na minha opinião o pior de todos eles, aliás, acho que me perdoar será uma tarefa bem difícil!!!!Sei também, que eles não me levarão a lugar algum…É como ainda me sinto, parada,vendo a minha vida passar…Sei também que esse sentimentos ainda irão perdurar por algum tempo, não tenho certeza…Aliás, essa doença destruiu minhas certezas!!!!Me fez despertar!!!!Por muito vivi num mundo cor de rosa, em que eu achava que nenhum mal seria capaz de me atingir…Enfim, acordei, de forma meio trágica, por sinal!!!Hoje o dia não foi lá dos melhores…fiquei pensando, quase que como ideia fixa, de quando terei a próxima crise, que como se manifestará e com qual frequência e intensidade etc…No entanto, agora me sinto um pouco melhor, escrever aqui tem me acalmado e me dado a consciência de que fingir pra mim mesma de que não sou portadora de herpes, me deixará presa neste estado de angústia por muito tempo….A única coisa que posso fazer no momento é me informar cada vez mais e cuidar de mim!!!!Nesses dias de grande sofrimento, redescobri que sim eu sou importante pra muita gente e que eu tenho o dever de retomar a minha vida!!!!Sobre “âncoras” a lembrança da canção de Renato Russo, foi inevitável, quando o mesmo afirma que o SOL sempre surgirá independente da ESCURIDÃO que estivermos passando!!!
    Edu, muito obrigada mesmo pelo espaço, pela assistência, está aqui tem sido reconfortante pra mim!!! Nem te conheço, mas já me sinto profundamente íntima!!!Obrigada a todos que aqui estão. Que tenhamos dias melhores!!!

    • Oi Anna,

      Eu costumo dizer que a herpes genital é um pequeno problema de pele mas um grande problema emocional.
      Essa doença nos deixa pra baixo mesmo, principalmente no começo. Mas depois que vencemos esse stress emocional (e sei que com um pouco mais de tempo você irá conseguir) agente se adapta e as coisas começam a melhorar, vc vai ver.
      Fico feliz em saber que pude ajudar de alguma maneira… essa é a ideia principal por trás do livro e deste blog.
      Abraços
      Edu

  75. Edu
    se transmite pelo sabonete e a bucha ?
    li vc falando q pode sim se espalhar pelo corpo agora estou comedo de ter colocado em algum momento sem querer a mão infectada no olho e n sei se é o pisicologico mais toda hora parece q tenho q da uma limpada no olho mais n coça nem lacremeja.
    e outra coisa q gostaria d saber sou uma pessoa muito ativa
    gosto de esportes futebol jogo muito ando muito a cavalo
    isso tbm pode fazer as crises aparecerem ou da para praticar ?
    e ninguem melhor q vc para responder vc acha que a cura pode sair mesmo
    ou vc acha q estamos condenados pelo resto da vida desde ja obrigado

    • Oi Aliff,

      -Se você não estiver com uma crise pode ficar tranquilo que não vai passar por sabonete, bucha ou toalhas, etc.
      Porém se estiver com uma crise presente, apesar de o vírus morrer bem rápido fora do organismo, o que eu recomendo sempre é evitar compartilhar algo que tenha tocado nas lesões ou bolhas, pois é nas lesões e no líquido que sai delas onde se encontra a maior concentração do vírus durante a crise.

      -Sobre a transmissão para outras partes do corpo… isso é bem raro de acontecer fora de uma situação extrema, do tipo tocar no líquido da lesão e em seguida em um machucado aberto ou em uma mucosa.
      Não sei se vc leu o meu livro, mas conto lá que exatatamente a mesma coisa aconteceu comigo numa noite… fui coçar o olho e depois fiquei numa “neura”.
      Mas quem foi recentemente infectado tem que tomar um cuidado maior pois ainda não desenvolveu por completo os anticorpos contra o vírus da herpes.

      -Esportes… pelo contrário, só irão te fazer bem. É só quando o exercício é de alta intensidade que ele pode abalar o sistema imunológico por um tempo (exepmlo: maratona). Andar a cavalo também não vejo nenhuma conexão com a ativação do vírus.
      -Sei que estão fazendo muitos estudos. Dentre eles, vacinas para não transmitir o vírus, antivirais mais potentes, ou um remédio para o vírus ficar em estado latente e não se reativar mais (o que seria a cura). Porém estas pesquisas levam tempo, mas vamos ter fé de que uma descoberta seja feita logo. Enquanto isso temos que nos adaptar e ser fortes na luta contra este vírus.

      Abraços,
      Edu

  76. Edu…dediquei a tarde de ontem a leitura de seu livro, muito elucidativo por sinal. Parabéns!!! Gostei muito das ressalvas que fez acerca de informações da net. Qd fui diagnosticada há um mês atrás, mais ou menos, comecei a visitar freneticamente alguns desses sites e ficava horrorizada com as postagens de fotos e os terríveis prognósticos, esperava todo dia amanhecer daquela forma…Acho q estava me punindo!!! Também, descobri com seu livro que existem grandes chances da pessoa em quem confiei saber sim que tinha a doença e mesmo assim não ter feito nada para evitar a transmissão…Isso me deixa profundamente triste!!! Hoje minha preocupação é sobre quando surgirão novas crises, a intensidade delas, a frequência etc…Enfim, escrever aqui tem sido reconfortante!!! Me faz muito bem…Sei que ainda vou sofrer bastante por um tempo, assim como todos, mas agora só resta seguir em frente e tentar ficar bem!!!! Obrigada pelo espaço!!!

  77. Oi Edu !
    Tenho 17 anos e tenho herpes genital a 2 anos e acredito q hj jah sei qndo ela vai me “atacar” novamente….. Foi mt dificil no inicio, mas tive fé em Deus e isso me ajuda até agora…. Tem vezes q me sinto mt triste, um lixo, um nada ….. Cm hoje …… Mas logo isso passa pq Deus nao me abandona….. Eu tenho crises uma vez no mes ou as vezes nenhuma.. As vezes nao me aparece, mas sinto mt cansaço e dor no corpo e a parte de baixo fica doída … Mas acho q isso é pq eu sou fã de chocolate ….. E tbm os dias quentes nao me ajudam em nada, com isso acho q passei a nao gostar mais deles….. Eu gostei mt desse site … Me senti abraçada . Obrigado por nos proporcionar isso !

  78. Descobrir que tenho está doença faz 3 dias, ainda estou com os sintomas e é terrível, a pior parte para mim é a hora de urinar maior pesadelo do mundo eu grito, me rebato, choro e as úlceras não param de se multiplicar e a cada dia que passa elas ficam mais dolorosas mesmo com o tratamento do aciclovir não consigo me movimentar e nem sentar direito. Não desejo isso nem pro meu pior inimigo eu só espero e oro todos os dias pra que encontre uma cura pra isso :(

    • Oi Bruna,
      A primeira crise não é nada fácil mesmo. Para mim foi bem complicado também.
      Eu quase caía de tanta dor quando ia urinar.
      Aguente firme aí, e continue com o aciclovir. Vai passar sim.
      E pode ter certeza de que se você tiver uma outra crise não será nem de perto tão forte quanto esta.
      As recorrências são bem mais fracas do que a primeira crise.
      Abraços,
      Edu

    • Poxa Bruna :(…força, mulher! Como o Edu falou, as próximas serão realmente bem leves. Já tentou asseio com chá da casca da aroeira?! O meu médico me orientou a fazer isso na minha primeira crise. Você faz o chá, com ainda ele morno você senta numa bacia. Faça isso duas vezes ao dia. Manhã e noite. Ajuda na cicatrização.
      Beijo. Força.

  79. Olá pessoal.

    Venho contar o meu caso.Descobri em 2009 que tenho Herpes Genital.Não sei ao certo como peguei,pois na época eu namorava e usavamos camisinha.Fizemos uma viagem com uns amigos,e uma amiga nossa estava com Herpes labial visível,estava bem feio mesmo.E passamos 4 dias na mesma casa.Entrei na piscina,a garota também,enfim.Na mesma semana,me deu uma crise de dor de ouvido muito forte ( não sei se isso tem relação) e logo depois começaram todos aqueles sintômas do primeiro aparecimento da herpes genital.Dor insuportável para urinar,sentar,nossa eu chorava.Durou algumas semanas e passou.Estamos em 2013 e nesse exato momento estou tendo uma crise. (fiquei todo esse tempo sem crise).Já esta no terceiro dia,hoje esta um pouco dolorido,vermelhidão,os lábios inchados e saem bolhas de água transparente e secreção amarela na vagina,mas até agora nada comparado como da primeira vez.É horrível né? Me sinto envergonhada,culpada.Minha dúvida é? Existe a possibilidade de ter pego através da garota da viagem? Confesso claro que usava camisinha com meu ex namorado mas já chegamos a não usar.Lembro-me que ele havia me dito logo depois que eu peguei herpes que apareceu uma feridinha no pênis dele,mas nada comparado ao que aconteceu comigo.Ah…e será que por ter ficado todo esse tempo sem crise,vai acontecer comigo agora o que aconteceu da primeira vez,que foi a coisa mais horrível e dolorosa que aconteceu na minha vida?? =(

    Obrigada e saúde a todos nós!!

    • Olá pessoal,só pra constar.Passaram os dias,não tive crise forte como da primeira vez.Realmente é bem passageira e nem se compara,era como se eu estivesse “assada”.Enfim.Ainda aguardo resposta sobre minhas perguntas questionadas acima. Edu,se puder dar uma lida,agradeço.Bjão fiquem com Deus!

    • Oi Priscila,

      Não tem chance de você ter pego herpes genital pela piscina. Pode descartar essa idéia.
      A herpes genital se transmite somente com alguma atividade sexual, principalmente por atrito pele-pele.
      Pode ser por sexo oral ou sexo genital ou ainda compartilhando objetos sexuais.
      O resto é lenda e confusão.
      É bem provável que você tenha pego do seu parceiro em 2009.
      - as recorrências são bem mais brandas do que a primeira crise. Quanto a isso pode ficar tranquila, se vc tiver será bem mais fraca.
      abraços,
      Edu

  80. Ah gentee naum sei o que fazer,so esse mes de
    novembro tive 3 crises…To muitoo chateada!!!
    Naum seii o q fazer pra diminuir essas crises!!!!
    Vc’s tem alguma dica??
    desde de jah agradeço!!
    Bom Dia..

  81. Ah gentee naum sei o que fazer,so esse mes de
    novembro tive 3 crises…To muitoo chateada!!!
    Naum seii o q fazer pra diminuir essas crises!!!!
    Vc’s tem alguma dica??
    desde de jah agradeço!!
    Bom Dia..

  82. Boa tarde!

    Posso lhes dizer que já tentei de tudo, ou quase para espaçar minhas crises e só encontrei algo que me ajudasse tomando, 2 comprimdos de aciclovir por dia + Vitergan zinco plus, minhas crises se espaçaram, porém anda aparecem bem minusculas e em 2 dias já estão zeradas.

    Quero tentar a vacina de varicela como o Marcio disse que está com sucesso, vamos ver o que acontecerá!

  83. Olá. Muito alentador encontrar esse blog. Fui diagnosticada nesse final de semana e está tudo muito confuso ainda. Um misto de constrangimento, culpa, vergonha, tristeza e muita dor física, como muitos já descreveram acima, principalmente a Bruna. Não é nada fácil. Estou com muitas dúvidas também. Me ajudem, por favor?
    1) Meu namorado já tinha, mas como faz muitos anos, suas crises são raras e bem brandas. Hoje, no entanto, ele começou com uma crise diferente, bem alastrada e dolorida…é possível que como ele tem cuidado de mim nos últimos dias, isso tenha “ativado” uma crise nele? Existe algo como uma “reinfecção”? Nós dois temos a doença, é possível que a gente cause uma crise “pior” um no outro?
    2) Transmissões são também possíveis por toalha molhada, vaso sanitário, a mão que encostou na bolha e em outro lugar? Ou é tudo lenda? Fico preocupada em contaminar outras pessoas

    Tenho lido tanta coisa na internet e é tudo tão confuso – às vezes até, contraditório – que me deixa ainda mais devastada. Meu ânimo tem alternado entre uma tristeza profunda, o conformismo da situação, preocupação com as pessoas ao meu redor, vergonha, esperança de que surgirá a cura e muito medo da próxima (já li e ouvi relatos de que não será como a primeira, mas…), qual será o intervalo da crise, etc.
    Força a todos,

    • Oi Laura,
      Sobre suas perguntas…
      1) O fato de ele ter cuidado de você não vai ativar crises nele. Não existe uma reinfecção pelo mesmo vírus da herpes. Uma vês que você se infecta você carrega o vírus e o nosso sistema imunológico cria os anticorpos para a defesa contra ele. Pelo que sei não tem como causar uma crise pior um no outro. A não ser que um tenha herpes genital pelo HSV tipo 1 e o outro pelo HSV tipo 2.
      2) Sobre a transmissão… tem que ter cuidado com as bolhas pois são nelas que se encontram a maior concentração de vírus em uma crise. Mesmo assim, o vírus precisa de uma “porta de entrada” como uma lesão na pele, mucos exposta ou atrito para infectar. Tirando isso, o resto é lenda… o vírus morre rapidamente fora do nosso organismo.
      Laura… principalmente para vc que acabou de ser diagnosticada, recomendo que dê uma olhada no meu livro. Vai tirar muitas das suas dúvidas e te ajudar… eu garanto.
      Abraços,
      Edu

  84. Oi Edu..me tira uma duvida!!
    De quantas horas vc toma o anti viral quando ta em crise??
    Pq desde q fui diagnosticada tomo de 8 em 8hs recomendação do medico, mas hoje
    outro medico falou q o certo éh de 4 em 4hs…
    Agora fiqueii na duvida de qual horario seguir !!
    Desde jah agradeço!!!

  85. Oi, Edu!

    Tenho um namorado e estamos juntos a cerca de um ano. Usamos camisinha no começo da relação mas, conforme ela se tornou estável, passamos a ficar só no anticoncepcional.
    Meu problema é: uns dias atrás, durante um momento de intimidade, percebi pequenas bolhas na glande do meu namorado (o que nunca havia ocorrido em um ano de relação). Elas não estavam lá no dia anterior e eram acompanhadas por pequenas manchas vermelhas que pareciam feridas.
    Quando comentei sobre as feridas com ele, ele me disse que aquilo já havia acontecido antes, cerca de 2 anos atrás.

    Não vou entrar na parte em que fiquei chateada por ele nunca ter me contado nada, mas fiquei na dúvida: pode ser herpes?

    Dei uma rápida procurada na internet e, pelo que eu entendi, algumas infecções podem apresentar sintomas parecidos e, na noite anterior à aparição das feridas nele, senti uma sensibilidade muito maior na minha região íntima.

    Ele me disse que já tinha ido a um urologista antes e que não é nada de mais, mas acredito que isso não seja verdade. Acho que ele tem vergonha de me dizer o que pensa e, acima de tudo, medo de ir a um especialista. Eu entendo isso, mas ainda quero entender direito o que está acontecendo.

    O que você acha?

    Um abraço!

    • Oi Nana,

      Pelo que você descreveu tem chance de ser herpes genital sim.
      De qualquer maneira alguma coisa é.
      Na minha opinião vc não deve mais fazer sexo sem preservativo com ele até que isso seja esclarecido.
      Peça para ele ir ao médico de novo e fazer um diagnóstico disso.
      Seja o que fosse, quando vocês pararam de usar camisinha, o correto seria ele ter te contado antes.
      E dizer que não é nada de mais me parece uma tentativa de fugir do assunto.
      Olhe… dá para conviver com herpes genital perfeitamente, mas o parceiro que tem o vírus tem que ser bem responsável com isso para evitar o máximo a transmissão.
      Abraços,
      Edu

  86. Olá Edu! Pessoal alguém conhece algum site de relacionamento, no Brasil, para portadores do herpes.
    Onde posso encontrar grupos de interação e/ou agências de namoro para pessoas com herpes genital? Sou de Fortaleza, tenho herpes genital e gostaria de encontrar um grupo de interação, e discussão sobre o assunto. e-mail para contato: robertofortal333@hotmail.com
    Resumindo o meu histórico para melhor compreensão: tenho 41 anos, escolaridade superior, profissionalmente bem sucedido, contexto social – classe média, atraente e sociável.
    Contrai herpes genital há bastante tempo, cuja recidiva ocorre em média três vezes ao ano. Quanto às consequências e sintomas físicos, são mínimos, em torno de seis dias desaparecem.
    O que pior me ocorre desde então é que evito relacionamentos sérios, que transcendam a meros romances sem o compromisso do cotidiano, pois assim pode-se haver intermitência na relação, não sendo necessárias explicações. Isto, na realidade, para evitar revelar o fato e se colocar diante deste, perante uma parceira, na ocasião de uma recidiva, pois neste ultimo caso não teria como me afastar sem justificativas, após os primeiros sinais até o total desaparecimento de qualquer sintoma.
    Busco contato com mulheres acima dos trinta anos, na mesma situação, profissionalmente independentes, e que preferencialmente resida ou costume vir a Fortaleza.
    contato: robertofortal333@hotmail.com

  87. Ola, me chamo Mariana e tenho 16 anos. Mes passado fui diagnosticada com herpes e a pior parte foi desxobrir que ainda nao tem cura. Isso mexeu bastante com meu lado pscologico e a pior parte foi a reaçao da minha mae: ela nao me deu aoio nenhum e me trata como se eu fosse suja. Minha medica me mandou tomar 400mg de aciclovir por 7 dias. As feridas sumiram mas a coceira peristiu e desconfio que eu esteja com uma nova crise. Enfim, achar esse blog foi bastante gratificante e me serviu como um tranquilizante. Ver pessoas com o mesmo mal que eu e que hoje em dia aprenderam a conviver com isso. Muito obrigado por manter esse blog e confortar as pessoas, de verdade. Espero que nosso “problema” seja solucionado e que todos nós tenhamos a noticia de que a cura foi criada. E que seja acessivel a todos, porque nao adiants ela sair e nao ser acessivel a todos que sofrem de herpes genital assim como eu. Aguardo resposta!!! Beijos e boa sorte pra nós

  88. Oi Edu,
    Em 2002 apareceu umas bolhas amareladas na minha virilha, e alguns carocinhos no pênis que coçavam bastante. Eu era virgem na época, e não tratei. Desapareceram por conta. Não me lembro quantos dias se passaram. Os carocinhos no meu pênis duraram um pouco mais, mas não formaram bolhas no meu pênis, só na virilha mesmo. Mais de 10 anos depois, apareceram as bolhas amareladas novamente, dessa vez, meu pênis não apresentou coceira, só na região da virilha direita. Preocupado, consultei um urologista e ele, sem exames, me disse que era herpes genital, que esta era a única doença com estas características (bolhas amareladas, coceira). E me disse também que não tem cura. Bom, Hoje estou muito desanimado, sem esperanças de encontrar alguém que me aceite nesta condição. Vou fazer exames ainda para ter um verdadeiro diagnóstico. Fico me perguntando como adquiri isto, sem ter tido quaisquer relações sexuais na época. E, o pior, é que estou gostando de uma garota, uma pessoa muito especial pra mim. A gente só se conhece mesmo, ainda não me declarei a ela. Muitos “E se …”, se passam pela minha cabeça. Eu acho que a amo, mas não tenho certeza como agir. Me sinto muito frustrado, sem saber cuidar de mim, qto mais dela. Me desculpe, é quase um desabafo. Vou comprar seu livro e ler. Boa tarde.

  89. No mês de abril do ano passado (2012) fui na ginecologista e ela me disse que eu tava com Herpes genital, me indicou uns remédios, eu tomei e passou. Já estou em dezembro de 2013 e até agora não tive de novo, graças a Deus. Isso é normal ?

  90. edu fui em urologista e ele me pediu algums exames e examinou minhas feridas
    mas os exames não acusaram nd e ele disse q era só uma infecção causada pelo eceço de
    couro e q se eu cuidar da igienzição pode n voltar mais e q não é contagioso
    eram 2 uceras e no freio tbm tava inflamado o que vc acha edu desde ja agradeço

  91. Oi boa noite, hoje eu fiquei sabendo que peguei herpes. Confesso que pra mim foi um susto pois ano passado eu fiquei sabendo que tinha HPV. E hoje descobri que peguei herpes Se serve d ajuda eu acho que nao deveriam se entrega. A rejeiçao exiate mas pessoas que sao capazes de aceitar tambem, na verdade e mais dificil a gente axeita

  92. Olá edu..faço tratamento supressivo.. mesmo assim com o tratamento e fora de crise ainda tem o risco da transmissão assintomática? Existe alguma situação em que transar sem camisinha é seguro para não transmissão ao parceiro?

    • O que eu posso te dizer é que desta maneira a chance de transmissão é bem reduzida, mas infelizmente não dá para garantir que o vírus não esteja na pele de maneira assintomática.
      Como eu sempre falo… quando o vírus está em estado latente ele realmente não transmite, o caso é que não dá para saber com 100% de certeza se ele está ou não na pele a não ser que seja feito um teste (swab test).
      Fora de uma crise, na maioria do tempo ele realmente está “dormente” , mas existe aqueles 3% de chance dele estar presente na pele sem sintomas segundo pesquisas.
      Abraços,
      Edu

  93. aí vai um conselho pra quem tem herpes genital, jamais compre a vacina manipulada pela anthygenus no rio de janeiro, esta vacina é uma verdadeira bomba pra reativar o vírus e criar
    resistençia ao seu sistema imunológico, eu tinha crise 01 vez em cada 3 meses, depois que
    tomei esta maldita vacina passei a ter crises a cada 7 dias é um verdadeiro inferno, esta vacina deve ser feita de partícula viráis ativa ou seja o próprio vírus hsv1 e hsv2 vivo e mais algum engredidiente que eles colocaram pra reativa o vírus e seu organismo não poder combater

  94. a vacina manipulada pela anthygenus no rio de janeiro é uma verdadeira bomba pra reativar o vírus e detonar seu sistema imunológico, eu tinha crises de 3 em 3 meses depois que tomei esta maldita vacina passei a ter crises de 7 em sete dias, esta vacina deve ser feita do proprio vírus vivo hsv1 e hsv2 e deve ter algum componente a mais pra detonar seu sistema imunológico e não combater o vírus cuidado não tome esta vacina ela veio pra detonar os portaderes desta maldita doença

  95. Olá Eduardo,
    Também (acho q) tenho a doença, mas no meu caso (não sei se posso chamar isso de sorte) ela só se manifesta quando a minha imunidade cai muito… até hoje foram 3 aparições no pênis bem próxima a cabeça em 2 anos… não consigo mostrar ao meu urologista porque ela vem e vai muito rápido, dura no máximo 5 dias, sem passar nadar e sem tomar remédio nenhum, imagino que seja herpes pelo aspecto característico das feridas, fora isso não tenho certeza, mas acredito que seja, enfim…
    Tenho acompanhado suas publicações a algum tempo e queria te perguntar uma coisa… Essa pomada Oxyfend parece ser bastante interessante, li alguns relatos em sites gringos de bons resultados com o seu uso, e acredito que você tenha visto isso por ai também… não acredito na cura milagrosa, mas queria saber a sua opinião, como alguém que conhece bastante do assunto, o porque de você nunca ter experimentado… você encontrou algum dado que não justifique a promessa de melhora? Por favor, se puder compartilhar a informação agradeço muito!

    • Oi Magno,

      Eu nunca usei o Oxyfend porque não acredito no método de funcionamento.
      É um produto antigo e pesquisei sobre ele, mas confesso que isso já faz bastante tempo, Não lembro do detalhes, eu teria que consultar a minha pesquisa. Mas lembro que , assim como outros produtos que pesquisei, este foi um dos que eu não acredito na eficácia pela maneira como supostamente ele deve agir. É minha opinião, porém nada impede de vc tentar. Qualquer coisa coloque o resultado por aqui.
      Abraços,
      Edu

  96. No meu caso sempre tomei muito cuidado quando iniciei minha vida sexual, até exames eu fazia, só que quando comecei a namorar sério meu namorado insistia em transar sem camisinha e numa dessas eu cedi { não posso jogar a culpa só nele, pois o erro foi de nós dois} dois dias depois começou uma leve ardência e coceira na minha vagina, achei que como tínhamos feito anal e vaginal sem camisinha, eu tinha contraído alguma bactéria, mas depois peguei um espelho e vi que as feridas pareciam como afitas, começou a ardência na hora de urinar e não conseguia nem andar direito, as pessoas perguntavam porque eu estava andando “esquisito”, pesquisei na net e vi que os sintomas eram de herpes genital, e logo lembrei que meu namorado tinha uma feridinha {pequena como uma espinha} no pênis, ja entrei em choque e fiquei depressiva, no dia seguinte fui no médico, e o clinico pediu pra olhar, logo ele falou que era herpes e que eu precisava procurar uma ginecologista, eu comecei a chorar na sala do médico, pareceu até que eu tinha contraído o vírus da AIDS, fiquei em estado de choque, liguei chorando pro meu namorado, falei que ele tinha me passado uma doença, e ele falou “que doença? aids”, eu disse não e ele “qualquer coisa a gente toma remédio e fica curado”, no mesmo dia encontrei com ele e expliquei sobre a doença, foi muita imprudência de nossa parte, meu namorado tinha um passado meio ‘pegador’,a qual transava sem camisinha, e o pior, como ele só queria sexo pegava sempre as meninas que estavam doidas pra dar, a ex dele {que eu conheço e posso assegurar a fama da mesma} transava com diversos caras desconhecidos e o pior sem preservativo, não sei se ele pegou dela ou de outra garota.

    Depois disso cheguei a passar com diversos ginecologistas, sofri até humilhações de parte de algum deles, teve um que mesmo eu falando que estava sentindo muita dor e ardência ele pegou um pedaço de ferro e tentou abrir na minha vagina, gritei de dor e pedi pra ele parar porque estava muito sensível, e ele grosso disse “então não da pra te examinar, você deveria procurar melhor seus parceiros” e a grosseria continuou “e diga pra esse rapazinho que ele precisa procurar um médico urgente”, depois daquele dia não passei em mais nenhum ginecologista, por medo e vergonha, eu sei que eu errei mas as pessoas não precisam ficar me julgando e criticando. Continuo com meu namorado, as vezes penso em terminar mas tenho medo de não encontrar outra pessoa que aceite minhas condições, ja não sei mais se amo ele ou se estou com ele por medo de ficar sozinha, eu penso nessa doença 24 horas por dia, 7 dias por semana e 30 dias por mês, nesses anos tive poucas crises, ocorre mais quando estou menstruada e usando o absorvente externo.

    ***Obs: Eu sei que não justifica mas meu namorado não frequentou a escola, então na cabeça dele qualquer doença era só tomar remédio e se curar, ele sempre teve feridinhas no pênis e nas costas mas nunca sentiu nenhum tipo de dor, pra ele era normal, nasceu na área rural sem acesso a internet, sabia o que era sexo mas não sabia o que era DST, nunca foi ao médico, foi muito difícil pra mim ter que explicar pra ele, por um momento eu queria jogar a culpa nele mas parecia que ele vivia numa bolha, sinto que ele não entende o que é essa doença, ele só ouviu falar da AIDS.

    Ja fiz diversas pesquisas e sei que isso é mais comum do que a gente imagina, sei que posso ter filhos normalmente, o único problema é achar um parceiro que nos aceite.

    • Oi Jujuba,

      Quando peguei eu também achei que era bactéria e fiquei com muita ardência ao urinar. Bem parecido com seu caso. E a reação foi a mesma… conto no meu livro.
      Com o tempo vc vai ver que dá para se adaptar e superar isso.
      Fique bem…
      Abraços,
      Edu

  97. Obs
    Respondendo a pergunta da Gabi, eu peguei o remédio de graça no posto, pilulas e pomadas, uso quando tenho crises, quando vencer vou passar no médico pra pegar a receita, e retirar os remédios de graça no posto de saúde.

  98. Pessoal, tenho uma dúvida, para não dizer um dilema, e gostaria da opinião e experiência de quem possuem herpes genital. Tenho 31 anos e a 70 dias tive uma relação com alguém que não conhecia, uma noitada, nunca mais vi essa pessoa. Penetração com camisinha, mas antes de colocar a camisinha houve contato dos genitais sem penetração e sexo oral reciproco, também sem camisinha. Com uns 5 dias da relação, parte da minha glande ficou vermelha e começou a despelar. Também mais ou menos nesses 5 ou 6 dias notei uma pequena fissura vermelha (entre a glande e o corpo do pênis) pela manhã, a noite a mesma fissura parecia uma mini-afta aberta. Passei um antifúngico e quando acordei no outro dia a mini-afta havia regredido e voltou a ficar apenas a fissura vermelha que na mesma noite desapareceu, contudo a glande continuou vermelha. Continuei a utiliza o antifúngico e a vermelhidão foi diminuindo. Em nenhum momento senti dor, ardência ou coceira ou algo assim, muito menos aparecimento de alguma bolha, só aquela mi-afta, que eu até pressionei e apertei e esfreguei pra ver se doeria mas não senti nada. Uns 10 dias depois parei de usar o creme antifúngico e no dia seguinte já estava vermelho de novo e dolorido ao toque. Comecei novamente a utilizar antifúngico. Novamente passou a vermelhidão. Fui a um urologista que verificou, não viu bolhas nem vermelhidão, nem nada e me passou exames de sangue, hiv, sifilis, hepatites e exames de urina, e urocultura. Foi então que comecei a procurar na internet sobre sintomas das DSTs e descobri este incrível blog. Pois bem ao realizar os exames, pedi para o laboratório realizar também exame para herpes I e II tanto IgG quanto IgM, mesmo que meu urologista não tivesse requisitado nada de herpes. Há 7 dias, percebi nova vermelhidão que sumiu em 3 dias. Há 4 dias venho sentindo na glande uma leve ardência, e hoje passei o dia com uma leve ardência “interna” como se fosse na saída da uretra no pênis, como seu eu tivesse com vontade de urinar e já tivesse saindo sabe? Bem, alguém conseguiu ver algum sintoma de herpes genital até esse momento ou aconteceu algo assim como descrevi com algum de vocês? Pois bem, ontem peguei os exames, os quais deram todos OK menos o de herpes que deu “IgM = não reagente” o “IgG = 24,06 reagente”, ou seja, o exame me diz que tenho herpes. Não sei se I ou II se labial ou genital. Sei que não estou em fase aguda pois o IgM deu não reagente. Contudo nesses últimos 3 dias creio que venho sentindo os prodromes que vocês falam, no meu caso, essa ardência na glande e hoje ardência “interna” na uretra com vontade de urinar e adicionado o fato que meu exame indica que tenho herpes. Por outro lado, como descrevi, sempre que usei antifúngico senti melhora, assim que parava de usar piorava, não senti coceira ou dor, nem vi bolha alguma até agora que são os sintomas mais comuns e encontrei na internet sobre herpes. Meu dilema é esse: herpes meu exame indicou que tenho, mas será que esse episódio todo que contei é herpes ou algum fungo?. Gostaria que vocês que conhecem de perto os sintomas de herpes genital me desse suas opiniões e me ajudassem a descobrir isso. Só volto ao médico dia 16/01 e escreverei novamente com uma resposta a quem interessar. Obrigado a todos e um grande abraço. E parabéns pelo blog.

    • oi Vini,

      É um pouco difícil dar uma opinião correta somente por descrição, mas é o seguinte…
      - Fissura não me parece herpes genital, mas mini-afta sim (parece uma mini-bolha?).
      - O fato de usar antifúngico e melhorar pode confundir um pouco pois a herpes cura sozinha em uns dias. Então se for herpes, não é o antifúngico que está fazendo efeito, mas sim seus próprios anticorpos.
      - Se você nunca teve nenhum sintoma de herpes labial que vc lembre, então isso pode ser uma indicação que é herpes genital mesmo.
      - Herpes costuma gerar recorrências, então se isso começar a aparecer com uma certa frequência é muito provável que seja herpes genital.

      Bom… espero que não seja.
      Abraços,
      Edu

      • Edu muito obrigado pela resposta. Eu voltei ao urologista e também fui a um dermatologista. No momento da consulta de ambos eu não apresentava nenhuma lesão, mas ambos disseram que não era Herpes pelo histórico que contei a eles. Ambos chegaram a conclusão principalmente quando falei que apareceu uma vermelhidão no pênis e que eu tomei antifúngico e no outro dia não tinha mais nada aparente. Segundo eles se fosse Herpes apareceriam bolhas que estourariam e fariam feridas e casquinha que durariam de 5 a 10 dias e doeriam ao toque. Só que comigo apareceu apenas edemas vermelhos de noite, tomei antifúngico e passei água boricada e no outro dia pela manhã já não tinha mais nada vermelho e nem edema. E enquanto os edemas estavam aparecendo não apresentava bolhas, nem dor ao toque e nem coceira. Ainda assim eu mostrei umas fotos que tirei das lesões para o urologista, que me disse que realmente pareciam lesões de antes de aparecer as bolhas do Herpes, mas que pelo histórico e a evolução (ou não evolução) das lesões seriam fungos e não Herpes, até por que o exame indicava IgM não reagente. Ainda assim como meu exame apresentou o IgG reagente, meu urologista falou que algum dia eu posso vir a desenvolver a doença. Pior que esses edemas já apareceram 3 vezes desde Novembro e sempre tomo antifúngico e passa quase que instantaneamente, mas se dois médicos me falaram que não era Herpes melhor eu acreditar neles, contudo ficarei de olho na evolução disso. De qualquer modo muito obrigado pela sua resposta e se você ainda tiver mais alguma opinião sua quanto ao meu caso, por favor fique a vontade de responder, pois gostaria muito de ouvir. Desejo a você e a todas as pessoa que comentam nesse blog muita paz, saúde e sucesso. Continue com o bom trabalho desse blog, pois mesmo aparentemente não apresentando a doença, me ajudou e me fez bons esclarecimentos. Obrigado.

    • Oi Marcelo,

      Fico contente que vc tenha gostado do blog.
      Aproveitando, se me permite, eu gostaria de sugerir também o meu livro.
      Tenho certeza de que vc iria aprovar o conteúdo e seria de grande ajuda, principalmente por ter descoberto isso recentemente.
      Abraços,
      Edu

  99. Ola Edu.
    Primeiramente quero te agradecer por este espaço onde podemos falar livremente sobre nosso dilema que é esta doença. Descobri este blog por acaso e achei muito intereçante pois só quem teme esta terrivel doença sabe como é dificil falar com alguem sobre este assunto.
    Estou comprando seu livro, pois quanto mais informações tivermos sobre a doença, melhor.
    Contrai este virus a um ano e meio em uma transa casual e dpois disso fiquei muito deprimido, o q e super normal pois era uma coisa inesplicavel pra mim. Muitas pessoas passam por isso, mas eu fiquei muito deprimido e minha vida sexual nunca mais foi a mesma. Tenho medo de me relacionar com outra pessoa e transmitir o virus. Ficaria muito mau em saber q fui o responsavel por infectar alguem, pois não desejo pra ninguem o q senti quando fui diagnosticado. Gostaria de entrar em contato com pessoas (homens e mulheres) para falar sobre este assunto, pois não confio em ninguem para falar sobre a doença. Até hoje minha familia nao sabe q tenho o virus. Me sinto muito deprimido durante as crises, querendo falar pra alguem mas nao consigo. Quero fazer amizade com outras pessoas q tenham a doença pra poder compartilhar minhas experiencias e tbm ouvir outras pessoas.

    Alexandre

  100. Edu,

    Tenho crises seguidas e nao sei mais o que fazer para evita-las. Um dermatologista me recitou ascaridil para reforçar o sistema imunologico. Usei mas nao tive muito sucesso. Ja tentei beber cha de echnacia, comer amora, melhorei minha alimentação e nada. Praticamente uma vez por mês as bolhas estão la de novo. Penso em usar o aciclovir como tratameno supressivo, mas o custo deste tratamento e alto e tbm nao quero tomar remedio todos os dias. Você que é um cara experiente no assunto tem alguma dica pra dar? Aceito dicas de outros leitores do blog tbm.

    Desde já agradeço a todos do blog.

    Um grande abraço a todos.

    Alexandre

    • Ola alexandre…
      Onde vc mora tem a Farmacia Popular?poiis nessa farmacia vc paga um preço muito baixo pelo aciclovir..antes sofria muito em praticamente todo mes tinha q comprar uma caixa desse medicamento q éh muito caro,uma caixa com 25 cp onde moro éh R$ 60,00!!!
      mas descobri essa farmacia q citei, q éh do governo!! Se te interessar procure se informar se tem onde vc mora…Lah com receita um tablete com 15 cp de Aciclovir éh R$4,60!!!
      Esperoo ter ajudadoo!!
      Bjoos

  101. Olaa bom dia…
    Eu completo 22 anos amanha e tenho herpes a mais ou menos 1 ano e 3 meses, inicialmente fui diagnosticado com se fosse uma bacteria, tomei um antibiotico a crise melhorou e só depois de seis meses apareceu novamente foi intao que descobri que era herpes, descobri tbm da pessoa que havia pegado a doença, no entanto eu ja estava namorando ha seis meses com outra pessoa e nao utilizava preservativo, graças a Deus ela nao pegou a doença, no momento que descobri quis terminar imediatamente, pois ela possui 17 anos e nao queria que ela passasse por algo parecido do que eu estava passando, no entanto ela nao ligou por eu ter a doença e estamos juntos até hoje graças a Deus….. uma das duvidas que possuo…. A doença passa por semen? Ou se um dia minha namorada contrair a doença, e engravidar, meu filho vai nascer com a doença? Se puder me responder agradeço, muito obrigado!!

    • Oi Bruno,

      Olá,
      A herpes genital não passa pelo semem. O vírus da herpes também não está no sangue.
      Seu filho não nascerá com herpes. Porém tem que tomar alguns cuidados durante a gravidez.
      Aconselho que vc compre o meu livro pois irá acabar com muitas dúvidas suas e vc vai aprender muita coisa importante sobre esta doença.
      Garanto a vc que vale o investimento.
      Abraços,
      Edu

  102. Grande edu,
    percebo que no meu caso o valaciclovir de 500mg nao está surtindo efeito, pois ainda estou apresentando crises, embora que bem pequenas. A questão é que pra aumentar pra 1000mg como voce aconselha no seu livro, ficaria um custo elevadissimo pra mim. Voce acha que eu teria a mesma eficacia utilizando o aciclovir manipulado 400mg 2 vezes ao dia para mais de 10 crises ao ano? (desde agosto 2013, ja tive 7 recorrencias)

  103. Olá Alexandre,

    eu descobri a doença a pouco tempo, e assim como você, me sinto triste, choro e fico pensando porquê peguei.
    Mas, estou sempre recorrendo a Deus, em primeiro lugar e ao blog pra reanimar.
    Vou colocar em minhas orações não só o meu caso, como também o seu, e em geral o de todos que tem a doença.
    Deus é o médico dos médicos, vamos crê que Ele vai curar essa doença na gente, seja por um milagre, por uso de medicamento medicamento ou pela descoberta da cura.
    Amém?!

  104. Olá Patricia,

    Amém! Tbm creio q Deus pode nos curar. Nunca vms desistir pq sempre ha uma esperança. Tento não desanimar, mas quando vem a crise fica dificil. Ainda bem que tem gente q pensa nos outros e compartilha informações sobre como viver melhor mesmo tendo este virus maldito.

  105. OI,LEGAL VER QUE NÃO ESTAMOS SOZINHOS, EMBORA NÃO DESEJO UMA CRISE DE HERPES PARA NINGUÉM.
    JÁ CONVIVO COM ESTA DOENÇA A 16 ANOS, E DE UNS 06 ANOS PRA CÁ DESCOBRI (SOZINHA É CLARO) QUE QUANDO OS SINTOMAS COMEÇAM A INCOMODAR, (A SENSAÇÃO DE SENSIBILIDADE NA ÁREA GENITAL, DOLORIDA, FURANDO A PELE COMO SE TIVESSE UMA AGULHA TENTANDO SAIR DA PELE,…ENTRE OUTROS) E BEM ANTES DE ESTOURAR A BOLHAS, EU JÁ TOMO O ACICLOVIR DE 12 EM 12 HORAS,ASSOCIADO A VITAMINA “C” E UM REFORÇO ALIMENTAR COM ALIMENTAÇÃO A BASE DE BASTANTE FRUTAS QUE POSSUEM VITAMINA “C”. DESTA FORMA EU CONSIGO EVITAR NA MAIORIA DAS VEZES QUE CHEGUE A ESTOURAR QUALQUER BOLHA/FERIMENTO.
    JÁ MANTENHO O MEDICAMENTO DE PRONTIDÃO NA FARMACINHA. QUANDO A TRIBULAÇÃO (QUE TODAS AS PESSOAS POSSUEM) CHEGA, OU QUANDO O PERÍODO MENSTRUAL CHEGA COM MUITA TENSÃO, OU QUANDO NÃO CONSIGO DORMIR DIREITO POR MUITOS DIAS, OU ATÉ MESMO QUANDO SINTO QUE ALGUMA VIROSE TENTA SE INSTALAR, SEI QUE A IMUNIDADE VAI DESCER, E QUE JUNTO COM ELA VEM MINHA COMPANHEIRA FIEL DE TANTOS ANOS, ENTÃO SIMPLESMENTE REBATO, E EVITO A CRISE, OU PELO MENOS EVITO QUE A CRISE DURE MAIS DO QUE POUQUISSÍMOS DIAS.
    RECENTEMENTE ME FALARAM SOBRE O USO DO ASCARIDIL (REMÉDIO DE VERME) COM SUCESSO EM PESSOAS COM ESSA DOENÇA TÃO INCÔMODA, E JÁ ESTOU PENSANDO EM TENTAR, AFINAL, SE EU CONSEGUIR PELO MENOS DISTANCIAR AINDA MAIS AS CRISES, EU JÁ FICAREI MUITO FELIZ.
    SOU MÃE DE UM RAPAZ COM 16 ANOS, E INFELIZMENTE TRANSMITI PARA ELE POR INTERMÉDIO DA PLACENTA (SEGUNDO O MÉDICO QUE NOS ACOMPANHA), E REALMENTE DE TODOS OS INCÔMODOS DA HERPES, O QUE ME DEIXA MUITO TRISTE, É O FATO DE TRANSMITIDO PARA ELE.
    A PRIMEIRA CRISE DELE FOI AOS 04 ANOS DE IDADE APÓS A CIRURGIA DE FIMOSE, E TEVE OUTRA CRISE PERTO DOS 10 ANOS DE IDADE. DE LÁ PRÁ CÁ FAÇO COM ELE O MESMO QUE FAÇO COMIGO, E TENHO EVITADO NELE OUTRAS CRISES, QUANTO A MIM EU TENHO DISTANCIADO EM MUITO AS CRISES REAIS E DURADOURAS.
    NUNCA PENSEI NOS SINTOMAS EMOCIONAIS QUE A HERPES ME CAUSOU, POIS ME ISOLEI MUITO SEM REFLETIR QUE DE UMA FORMA BEM REAL, FOI A HERPES UM GRANDE FREIO EM MINHA VIDA SEXUAL E SOCIAL.
    NUNCA FALO DO ASSUNTO COM NINGUÉM FORA MEU FILHO E MINHA MÃE, POIS É FRUSTANTE A IDÉIA DE QUE OUTRAS PESSOAS POSSAM VIR A SABER DO ASSUNTO. É MUITO CONSTRANGEDOR.
    DESTA FORMA ACABEI ME RELACIONANDO APENAS COM 03 PESSOAS DE FORMA SEXUAL, A PRIMEIRA FOI MEU EX-MARIDO (ADQUIRI A HERPES COM ELE), E DEPOIS DE SEPARADA COM PAI DO MEU FILHO QUE TEM 16 ANOS, E MUITOS ANOS DEPOIS COM O PAI DE MINHA FILHA QUE TEM 05 ANOS. ASSUMI AMBOS SOZINHA JÁ A PARTIR DO ÍNICIO DA GRAVIDEZ ATÉ A PRESENTE DATA, E NÃO PENSO EM ME RELACIONAR NOVAMENTE POIS FICO CONSTRANGIDA DE IMAGINAR TER ALGUMA CRISE DENTRO DE ALGUM RELACIONAMENTO.
    TENHO ATUALMENTE 45 ANOS, E FAÇO 46 ANOS EM FEVEREIRO PRÓXIMO, E SEMPRE PEÇO MUITO A DEUS PELA CURA DESTA DOENÇA PARA MIM E PARA MEU FILHO, POIS É UMA PÉSSIMA HERANÇA QUE DEIXEI PARA ELE. QUANTO A MINHA FILHA NÃO SEI SE PASSEI OU NÃO PARA ELA, POIS ATÉ HOJE ELA NUNCA TEVE NENHUMA CRISE, MAS CERTAMENTE FICAREI MUITO TRISTE SE CHEGAR ESTE DIA.
    MEU E-MAIL É : aapbtjppb1968@hotmail.com E SE ALGUÉM SOUBER DE MAIS ALGUMA NOVIDADE POSITIVA SOBRE O ASSUNTO, E DESEJAR COMPARTILHAR COMIGO, FICAREI IMENSAMENTE GRATA.

    • Olá, querida!
      Vi que vc já possui a doença faz 16 anos.
      Me tire uma dúvida, de quanto em quanto tempo vc costuma ter criser?
      Tive a primeira faz 2 semanas, não paro de pensar que posso ter uma nova crise.

    • Olá,
      Eu li o blog do Dimitri e é legal, porém o método que ele fala para acabar com crises é somente tomar vitamina C com zinco todos os dias.
      Isso infelizmente não vai funcionar para a grande maioria das pessoas que tem herpes genital.
      A vitamina C com zinco realmente ajuda (ou um suplemento de vitaminas) o sistema imunológico, mas acredito que somente isso não irá resolver para a maioria.
      Temos que levar em conta que tem gente que tem herpes e não tem crises frequentes, pode ser o caso dele.
      De qualquer maneira é uma boa dica que não custa tentar.
      Abraços,
      Edu

  106. Grande Edu, o que vc acha mais eficaz para o tratamento supressivo? o aciclovir 200 mg 3 vezes ao dia, ou aciclovir 400mg 2 vezes ao dia? no site da ultra farma o aciclovir ta com um bom desconto. leve 3 caixas e pague 2 por 61,00 reais. 200mg, 25 comprimidos,

  107. Tenho tomado 1 comprimido de aciclovir 200 mg por dia logo ao acordar e já estou no final da caixa e ainda não apresentei recorrências, sempre tive duas recorrências por mês. To fazendo um teste tomando dessa forma pq não gosto de tomar muito remédio… Se continuar mantendo as crises sobre controle com apenas 1 comprimido ficaria muito feliz mesmo… se voltar a ter alguma recorrência, passarei a 2 comprimidos diários num intervalo de 12 horas, mas até então tá dando certo! =)

    • Oi Tidus,

      Para mim funcionou. Eu até conto no meu livro como fui diminuindo a quantidade de aciclovir ao longo do tempo com um bom resultado. Porém eu sempre tomei antes de dormir.
      Abraços,
      Edu

  108. Ola, obrigado por criar esse espaço, é um local onde podemos desabafar.
    Bom minha história é parecida com a de vcs, Eu não sei em que época da minha vida contrai esse vírus, sei que ele apareceu após um acidente de carro, embora só tenha quebrado 3 dedos da mão esquerda, o meu nível de stress no momento do acidente foi ao máximo, e após isso apareceu UMA bolha. A principio achei que era um machucado, esse que em 2 dias cicatrizou se, mas logo após apareceu um aglomerado de bolhas, fiquei assustando e procurei o médico, que me disse a realidade ” é herpes”.
    Isso ja faz 7 meses, mas lembro me como se fosse hj, o quanto decepcionado fiquei.
    Mas a vida é uma caixinha de surpresa, alguns dias após o incidente da Herpes, conheci uma pessoa,que me apaixonei perdidamente. Antes de pedi-la em namoro contei sobre a doença, a principio ela ficou assustada, pois ela era virgem e não conhecia muito sobre DST, mas no dia seguinte, ela me ligou pediu desculpa por ter sido fria, e disse que estaria do meu lado sempre e não deixaria umas bolhas estragarem nossa felicidade, hoje faz 7 meses de namoro e irei pedi la em casamento logo (espero que ela não leia esse post antes rs)
    Sobre as aparições, passei 2 meses sem ter as lesões, depois fiquei 2 meses com intensas recaídas (15 em 15 dias), e mais 2 meses com 1 aparição, ao entrar de férias fui para casa dos meus país, la comi muito doce, coisa que não como, e não sei se foi por isso mas tive uma recaída, esta foi rápida, em 3 dias estava curado. E a ultima foi pq fui a praia semana passada e como um bom turista peguei uma virose forte, após 3 dias apareceu a herpes, estou em fase de cicatrização com 4 pequenas bolhas e outras muitas minusculas.
    Eu ainda estou aprendendo como meu corpo reage, mas oque noto é que as bolhas ficaram menores, como se fossem uma picada de mosquito, mal da pra ver. Quado elas aparecem eu limpo com Água Boricada e deixo cicatrizar, não sei se meu organismo favorece mas em 2 dias ja estão cicatrizadas. Eu evito tomar remédio, estou tentando fazer com que meu corpo se adapte e combata o vírus o mais rápido possível. Esta é a minha tática, alguém pode me dar uma sugestão sobre isso?
    Para tentar controlar os surtos eu tomo diariamente Complexo B, 1gr de L-Lisina, BCAA e pratico musculação.

    é isso!

    Abraço a todos, creio que em 2 anos ja tenhamos a cura, ou algo próximo!..

    • Oi Ricardo,

      Acho que vc está no caminho certo sobre o tratamento. Vc pode tentar aliar a isso o tratamento supressivo com aciclovir caso suas crises voltem a ficar muito frequentes.
      No mais, é isso aí. É importante que nós que temos esse vírus, precisamos ser bem responsáveis e cuidadosos para evitar ao máximo o risco de transmissão para a pessoa que está conosco.
      Abraço
      Edu

      • Oi gente…ja sei que exercicios fisicos melhoram a imunidade, mas eu nao consigo praticar, toda vez q corro ou faço musculacao essa doenca maldita volta…alguem aqui tb nao consegue fazer esses exercicios? Alguma mulher consegue? Podem me ajudar? Bjus

  109. ola alexrandre….
    Tbm gostaria muito de conhecer pessoas com o mesmi problemas q eu, para q possa desabafar… Peguei herpes da mesma maneira q vc, ha 5 meses, depois de um tempo sem me aparecer nada, ja tinha até me esquecido um pouco dessa doença essa semana me surge uma nova crise… E pior q essa veio com tudo! Todos os sentimentos vieram a tona novamente, e tbm tenho muito medo de começar um relacionamento serio, pois uma hora ou outra sei q a pessoa tera q saber… Estou nesse exato momento me sentindo um lixo

    • Ola Fa,

      Sei que difícil, mas não se deixe abater pq isso so piora a situação. O melhor a fazer neste momento é procurar um médico (urologista, ginecologista, dermatologista ou infectologista) que irá te indicar o tratamento com remédio mais eficaz para o seu caso. No meu caso estou usando o aciclovir 200 mg a cada 8 horas e tem apresentado um resultado eficaz. Tinha crises seguidas todos os meses e ja vou completar um mês sem apresentar nenhuma crise. Sei q ainda é cedo pra dizer se está sendo eficaz, mas diante dos intervalos entre as crises que eu tinha antes posso dizer que está funcionando.
      É importante aprender a identificar os pródomos que avisam quando vai iniciar uma crise para que seja iniciado o quanto antes o tratamento. Não se ache pior do que os outros por ter contraido esta doença, pois todos estamos vulneraveis a isso. Tenha a conciencia de que é muito ruim está com herpes e tenha cuidado para não passar para outras pessoas tbm. No mais, tente ser feliz sem se preocupar demais com esta doença. Ter cuidado é essencial, mas não ficar achando que é a pior pessoa do mundo e com medo de chegar perto das pessoas.

      Um abraço!

      Alexandre

  110. Eduardo, Tenho 26 anos andei lendo bastante… Ah três anos contraí herpes genital. Eu sofro muito pois eu nunca mais tive uma vida normal… parece uma forma de castigo que todos merecem ser felizes e eu não…. A dor é imensa, morro de vergonha de contar para os parceiros, recuso fazer e receber sexo oral, morro de medo de transmitir mesmo de preservativo. A vida muda para sempre. Estou deprimida porque uma pessoa que gosto desde quando era bem novinha me chamou para sair, e essa pessoa queria fazer sexo oral e eu não permiti… é muito difícil contar as pessoas te tratam pior que puta de rua, sentem nojo e eu só sei chorar…. dá vontade de morrer.

    • Oi Tininha,

      A herpes genital nos causa muitos problemas emocionais mesmo.
      E inclusive esse sofrimento emocional pode persistir por bastante tempo como foi no meu caso e no seu.
      Mas eu posso te dizer que dá para superar isso sim. Tem que mudar um pouco a maneira de ver esse problema.
      Quebrar esse paradigma primeiramente dentro da nossa cabeça.
      Tininha, se você não estiver com uma crise nem sintomas e sua herpes for pelo HSV tipo 2, a chance de passar para a boca de seu parceiro durante o sexo oral é muito, muito baixa.
      Att,
      Edu

  111. Realmente fico muito contente em ver que hoje podermos ter um espaço para compartilhar nossas experiências. A vida é mesmo uma caixinha de surpresa mas mesmo com todos os problemas eu prefiro acreditar nela, prq na verdade muitas vezes os problemas nós mesmos criamos pela nossa inconsequência, assim como no meu caso.
    Contraí Herpes a uns 7 anos com um cara que eu saia e sempre soube que ele não era confiável mas mesmo assim transava com ele sem proteção e logo veio minha primeira crise de Herpes, essa veio tão forte que praticamente não andava, as genitais com enormes feridas, pus e infecção. Demorei a ser diagnosticada mas logo compreendi que era herpes.
    O tempo passou e não tinha crises, até que de rrepente elas começaram a aparecer com frequência e comecei a me cuidar mais.
    Confesso que minha vida sexual não era muito segura, sempre fui inconsequente querendo viver o momento, já vacilei muito, principalmente quando eu saia e sempre bebi muito, daí já viu. Eu estava nesse ritmo quando conheci meu atual namorado a 3 anos atrás, na época
    ele era um homem casado e u solteira e levava a vida como tal, foi passando o tempo e nos envolvemos muito e por insistência dele, começamos a nos relacionar sem camisinha e só depois de muito tempo ele apresentou os sintomas da doença e hj convivemos “bem” com ela.
    Gente o dilema que vivo hj eu não desejo pra ninguém, pois se é difícil admitir pela sociedade que se têm HERPES, imagina HIV.
    Em exames de rotina, meu exame de HIV deu positivo e hj acabei de fazer o de contra prova que fica pronto semana que vem.
    Ainda não contei ao meu parceiro, quero esperar o resultado do exame para poder conversar, até prq é provável que se der positivo pra mim, pode dar pra ele também e confesso que morro de medo de perdê-lo prq o amo mais que tudo nessa vida.
    Algo dentro de mim me diz que vai dar positivo, pois sei do meu histórico apesar dele ter vivido um relacionamento extra conjugal comigo mas enfim, sabemos que quando possuímos uma dst é mais fácil de contrairmos outras doenças. Estou procurando me preparar psicológicamente pois sei que não vai ser fácil.
    Hoje olho pra trás e me arrependo de muita coisa nessa vida, principalmente das inconsequências mas tenho que olhar pra frente e lutar pela minha vida prq apesar de tudo eu amo viver e pretendo viver muito ainda e transformar meus problemas em combustível pra continuar seguindo em frente. Sei que Não será fácil mas já começo minha caminhada aqui deixando meu relato pra vcs e dizer que não podemos mais voltar atrás, então vamos pra mais longe que conseguirmos.
    Um grande abraço gente

  112. Olá Edu!!!bom…há 3 semanas atras eu descobri umas manchas brancas na minha vagina(não tinha bolhas,não havia coceira e nem irritação)fui logo procurando um ginecologista e o mesmo pressionou a lesão para ver se eu sentia dor mas…não sentia nada!ele me indicou tomar aciclovir e me deu exames de sangue para eu fazer!fiz exames para sífilis,hiv,hepatite e tudo deu negativo!observei que a mancha estava a mesma coisa mesmo tomando a medicação!voltei a um novo ginecologista e o mesmo me disse que eu estava com baixa imunidade e que provavelmente alguma bactéria havia se manifestado na minha genital!me receitou antibiótico e uma pomada chamada Permut no qual estou usando e vendo melhora(uma das manchas se tornou ferida)o rapaz que eu estava me relacionando me disse que fez todos os exames e tbem não deu nada pois logo quando eu vi a lesão eu contei para ele!minha ferida não doía,provavelmente não deu bolhas(pois eu sentiria na hora do banho) e não coçava!Apenas apareceu um corrimento moderado claro e as manchas eram bem superficial!sempre tive cuidados com minha vida sexual e não quero acreditar que a pessoa que eu gosto tenha me passado algo pois ele é médico e bem informado!!o ultimo ginecologista em que eu fui,me disse que é para eu ficar tranquila e que “não tenho nada de ruim”então o que pode ser???me ajude por favor pois ainda estou me recuperando e to muito confusa!!!

      • Edu..incrivelmente vc passa uma segurança para a gente!!com certeza deve ser uma pessoa muito abençoada por Deus!!!Eu acredito em tudo que vc fala pois é como se Deus tivesse te usando para nos acalmar!!tenho muitas dúvidas se o que tenho seja Herpes!Caso seja,quero fazer como vc e ajudar o máximo de gente possível!!Deus não nos dá um fardo no qual não podemos carregar!!!E as pedras no caminho??vamos juntá-las e construir nosso castelo!!!

        muito obrigada por tudo e gostaria de continuar postando nesse blog abençoado!!!

        grande abraço!!!!fica com Deus!!!

  113. Olá pessoas, hoje, dia 24/01/2014, descobri que tenho herpes genital, há 8 dias venho sentindo muita dor nas virilhas, achei estranho, mas deixei para lá… depois de poucos dias surgiram caroços que ardiam muito, no segundo dia do aparecimento desses caroços, procurei uma emergência, o médico disse que acreditava ser foliculite, pois eu tinha feito depilação a pouco tempo. Por incrível que pareça, questionei se poderia ser herpes, ele falou que não, pois herpes não tinha caroço, e receitou pomada e um pó para tratamento de fungo e bactéria. Após 4 dias, comentei com meu marido que estava melhorando, pois alguns caroços estavam desaparecendo, quando acordei no dia seguinte (hoje), ao olhar, tomei um susto! Fui correndo para a emergência novamente, e assim que o médico viu, disse logo que se tratava da “maldita doença” que tanto li por aqui, eu fiquei arrasada, pois já tinha começado a pesquisar sobre DST assim que surgiram os carocinhos. Na hora, deu uma raiva, depois a vergonha tomou conta de mim, e claro, fiz a recorrente pergunta: Por que comigo? Pois é, hoje mesmo comecei o tratamento: 2 comprimidos com 200 g (aciclovir) de 8 e 8 horas, além da pomada.
    Ainda estou assustada ainda, procurando informação e acredito que achei a resposta daquela pergunta.
    Estou disposta (e conto com vocês) para desenvolver uma campanha sobre a herpes, em que um dos principais objetivos seja a informação, pois só através dela, que amenizaremos o preconceito e o estigma negativo que carregamos. Principalmente no campo subjetivo.

    EU TENHO HERPES, E VOCÊ TAMBÉM PODE TER!

    Um abraço e unidos, venceremos!!!!

    • faz o ezame proprio para o herpes, talvez nao seja mesmo, quem sabe e so uma alergia forte, porque o medico fala que e so olhando e foda, e boma faser o ezame.

      • Edu, o exame que ele está falando é o sorologico para Herpes Simples TIPO I IgG e IgM e o Herpes Simples TIPO II IgG e IgM? Qual o período mais seguro após a “suposta ” exposição ao virus, para que o corpo produza anticorpos ao ponto de dar reagente? Seriam 16 semanas?

  114. Olá Edu!!!boa tarde!!!vc já ouviu falar de uma vacina que se chama Profetal?Pelo que eu li,esse medicamento cura tanto a herpes quanto a hepatite c!se vc tiver alguma informação,fala pra gente!!!obrigada!!!fica com Deus!!!!

  115. Boa noite, alguém já comprou aqueles complementos de lisina, importados? Funciona?
    Muito boa esta página, fonte de informações e mensagens de auto-estima, parabéns!

  116. edu nesse mes fiz uma operaçao, fiz circunciçao tirei a glande e o freio, o medico falo que vai fica sempre aberto, sera que a herpes pode passa para a cabeça, porque eu tenho e na virilha e no começo do corpo do penis, sera que ele sem a pele pode contamina

    • Oi Ricardo,

      O vírus pode se manifestar em qualquer lugar onde um “calção curto” cobriria.
      É que depende da ramificação nervosa por onde ele volta a reativar.
      Então não se assuste se aparecer em outro lugar.

      Eu mesmo já tive em lugares diferentes ao longo dos anos… no corpo do pênis, na glande, no saco. Isso não quer dizer que ele “se espalhou”. O vírus depois de adquirido fica no gânglio na base da coluna, o local da crise depende da ramificação nervosa por onde ele irá reativar.
      Mas pelo que vejo no meu caso, as crises têm uma tendencia de aparecer no mesmo local de sempre ou bem perto.
      Abraços,
      Edu

  117. Olá EDU, descobri que tinha herpes durante a gravidez da minha esposa; imagina como foi..
    pensa em traição até hj, e minha filha já tem 10 meses!Lendo a matéria eu descobri que eu tenho essa porra a mt tempo, pois os sintomas de dores nas nádegas, posteriores das coxas, formigamento na uretra e a sensação de que os ovos estão cozinhando… isso tudo é foda! eu já fiz vários exames mas ninguém descobriu a verdadeira doença. Bom esta semana eu senti o cozinhar dos ovos, parecia que estava com febre lá, fiz compressa de gelo e logo que me expus ao sol, no dia seguinte apareceram várias manchinhas que se tornaram uma forma de ferida na barriga e estão se espalhando pelo braço. A PERGUNTA é a seguinte!
    este é o momento certo de medicar com o ACICLOVIR e se este vai trazer alívio para os sintomas, pois os pródromos já passaram, mas a dor nas nádegas e posteriores da coxa atacam normalmente após a relação, ajude este novo amigo, pois eu não sei mais se transar é tão prazeroso pois no fim o que sobra é dor!

    • Olá Léo,

      O melhor é começar a tomar o aciclovir assim que você sente o início das prodromes se vc conseguir identifica-las. Desta maneira a crise pode ficar bem mais fraca. E continuar tomando até o final da cicatrização.
      Vc falou que apareceu na sua barriga e no braço? Se for herpes, não são lugares muito comuns de aparecer. Na grande maioria dos casos o vírus da herpes genital se manifesta na área em que um “calção curto” cobriria.
      Mas pode acontecer em lugares diferentes sim, depende por onde o vírus entrou, como nos casos da “herpes do lutador”.
      Agora essa dor que vc sente depois do sexo nas nádegas e nas coxas seria bom vc investigar melhor, pois não me parece ligada a herpes genital.
      Abraços,
      Edu

  118. Descobri a Herpes há 2 anos, de lá pra cá tomei aciclovir, vitamina B…mas tenho crises sempre, quase todo mês…o pior é que mesmo quando não estou com crise…sinto sensibilidade…nem tenho mais vontade de ter relações sexuais e sempre tive muita libido. Peguei do meu namorado, estamos juntos há 5 anos e ele diz que não sabia que tinha, mas tb não foi ao médico. Só que ele não sente nada, única coisa estranha é que ele vivia assado na virilha…mas hj acho que é manifestação do herpes….ele não sente dor. Tb peguei HPV dele, mas como tinha tomado a vacina e com acompanhamento médico sarei logo. Não aguento mais… hoje fui novamente em um infectologista… porque se eu não melhorar…nem sei se quero continuar viva. Quero tentar tudo, vou tomar aciclovir, passara a pomada, tomar vitamina b12, lisina…que vcs falaram no blog, parar de beber e fazer atividade física leve…porque qualquer atrito na minha região genital já tenho crise, então quando transo…depois tenho crise. É muito triste meu relacionamento está um lixo…sei q ele me traiu, ele me contou quando descobri o herpes e o HPV, enfim conversamos, não é algo que me perturba hoje, pois já esclarecemos… ele realmente me ama e hoje está muito tranquilo, foi pontual….mas vivo triste o tempo todo

    • Oi Monique,

      Ao longo de todo o período desde que eu peguei herpes genital (quase 20 anos agora), passei por diferentes fases de reativação do vírus. Teve épocas que duraram mais de um ano em que o vírus reativava mensalmente e também fiquei sentindo exatamente como você está agora. Mas esteja certa de que isso irá melhorar com o tempo. O bom é que você já decidiu que vai fazer de tudo. Tenho certeza de que você vai ter bons resultados aliando todas estas coisas junto.
      Preciso dizer também que o fator emocional afeta muito na reativação e no nosso sistema imunológico. Sei que é um pouco difícil, mas você precisa encontrar maneiras de “desestressar”.
      Seu médico prescreveu um tratamento supressivo com aciclovir? Em caso de crises frequentes isso é importante na minha opinião.
      Outras coisas não mencionadas que poderão te ajudar: dormir bem e suficiente, vitamina C 3x por semana, diminuir alimentos que tenham muita arginina.
      Aguente firme aí…
      Fique com Deus,
      Abraços,
      Edu

      • Obrigada Edu, o site está me ajudando muito. Os médicos no geral não tem nada de muito diferente para tentar melhorar as crises.

    • Monique, realmente a situacao é complicada,mas temos que ter fé que as coisas irao melhorar. Extranhamente tambem sinto sensibilidade desde quando fui diagnosticado com a doenca em agosto de 2013. Mas meu medico falou que em alguns casos ocorre a inflamacao do nervo por onde o virus percorreu e os sintomas neurais podem demorar ate 8 meses para desaparecer, desde que n tenha mais crises. Se tiver crises,o nervsera lesiobado

  119. Boa noite!

    Estou ciente de que estamos aqui para nus ajudarmos, após o último comentário do Edu, iniciei uma pesquisa para conhecer sobre a arginina. E encontrei vários relatos, mas um me chamou atenção e gostaria de compartilhar com todos.
    Abaixo relato, gostaria de uma opinião de sobre esta informação.

    CURA DO VÍRUS DA HERPES

    Olá Irmãos!Há muitos anos, era jovem ainda e não faço ideia de como adquiri o vírus do Herpes Genital e Labial.Hoje tenho 26 anos, mas há aproximadamente 10 anos sofri muito com o vírus. Meus últimos anos foram de intenso sofrimento psicológico e físico com recorrências do vírus a cada semana. Passa uma crise, em 05 dias já estava com a pela toda avermelhada e as vesículas com mais 02 ou 03 dias estouravam. Era meu carma! Desesperado, testei todos os métodos que encontrei na internet… até urinoterapia, vários tipos de remédios, químicos, naturais, caseiros… Todos falharam, exceto um!Sem mais rodeios… escrevi esse relato porque VOCÊ possivelmente se identificou com minha história…. pois bem… A receita é simples!Eu tomo 1000mg do aminoácido L-Lisina todos os dias! Estudos sobre tecidos coletados têm demonstrado um efeito benéfico na replicação do vírus quando a porcentagem dos aminoácidos arginina/lisina favorece a arginina. O oposto, preponderando lisina sobre arginina, suprime a replicação do vírus e inibe o capacidade de infecção do vírus.Resumindo: Não tenho mais casos de herpes há 03 meses!Conforme a tua gravidade com o herpes a dose vai ter de ser boa. E você sabe mais? A L-LISINA é um aminoácido e trocando em miúdos, é alimento. Não é remédio. Ela está abundante em alguns alimentos.Ao contrário da Lisina, o aminoácido Arginina é super amigo do Herpes! Pesquisadores encontraram muito mais Arginina na célula infectada pelo vírus do que Lisina. Então se a sua dieta é super valorizada em Arginina, este pode ser o seu problema maior com o herpes. Acredite!Como disse, eu tomo 1000mg de L-Lisina por dia em forma de suplemento, mas não me preocupo com a minha alimentação. Como de tuuudo, inclusive alimentos ricos em arginina (mas confesso que quando como muita arginina eu dobro a dose de l-lisina para 2000mg no dia da alimentação rica em nozes, chocolate, amendoim…).No Brasil, a L-Lisina custa muito caro… então a minha sugestão é você fazer a compra pelo http://www.ebay.com digitando no campo de pesquisa “l-lysine” que vão aparecer vários vendedores com potes já com cápsulas de 1000mg para venda.Você estará somente suplementando a sua alimentação com a l-lisina e não ingerindo mais medicamentos fortes como o aciclovir, zovirax, etc!Se funcionou comigo, a suplementação com l-lisina (que é natural) vai funcionar com você também!Um médico deverá ser consultado sobre todos os detalhes desta doença. Mesmo os já descritos acima.Opiniões médicas sobre como tratar a doença podem variar. Se achar necessário, consulte mais de um médico e informe ao mesmo que você ficou sabendo do tratamento com L-Lisina.A Paz do Senhor esteja sempre com vocês!Um fraterno abraço! E sofrimento, nunca mais!Algumas informações peguei no site http://www.entendaoherpes.com.brehttp://curadaherpes.blogspot.com.br/2010/09/enax-equinacea-purpurea.html
    Site: http://curadoherpes.blogspot.com.br/search/label/arginina

    Att
    Alan

  120. Olá Edu! Pessoal alguém conhece algum site de relacionamento, no Brasil, para portadores do herpes.
    Onde posso encontrar no Brasil agências/site de namoro para pessoas com herpes genital? Sou de Fortaleza, tenho herpes genital e gostaria de encontrar pessoas com herpes que queiram interagir e dividir dúvidas e soluções. e-mail para contato: robertofortal333@hotmail.com
    Resumindo o meu histórico para melhor compreensão: tenho 41 anos, escolaridade superior, profissionalmente bem sucedido, contexto social – classe média alta, atraente e sociável.
    Contrai herpes genital há bastante tempo, cuja recidiva ocorre em média duas a três vezes ao ano. Quanto às consequências e sintomas físicos, são mínimos, em torno de seis a oito dias desaparecem.
    O que pior me ocorre desde então é que evito relacionamentos sérios, que transcendam a meros romances sem o compromisso do cotidiano, pois assim pode haver intermitência na relação, não sendo necessárias explicações. Isto, na realidade, para evitar revelar o fato e se colocar diante dele perante uma parceira, na ocasião de uma recidiva, pois neste ultimo caso não teria como me afastar sem justificativas, após os primeiros sinais até o total desaparecimento de qualquer sintoma.
    Busco contato com mulheres acima dos trinta anos, na mesma situação, profissionalmente independentes, e que preferencialmente resida ou costume vir a Fortaleza.
    Não tenho dúvidas de que o conforto e o alívio de saber antecipadamente que a pessoa que estamos nos envolvendo também já tem herpes, nos proporciona paz e tira 90% do peso que o herpes nos causa.
    contato: robertofortal333@hotmail.com

  121. Prezado Edu,

    Realmente o teu livro explica muito sobre o que sentimos e passamos acerca do convívio com o herpes genital. Ajuda mesmo.
    Gostaria de saber como esta o projeto que você comentou comigo (já faz tempo) sobre abrir no seu blog um canal para relacionamentos entre pessoas com herpes genital. Percebo que o seu blog é muito difundido e visitado.
    Edu, não existe melhor pessoa do que para promover esse espaço!!! Abre uma agência de relacionamentos virtual.

  122. Olá pessoal,

    Sei que, uma vez infectado, de nada adianta, buscar a origem dessa doença. Mas até agora lendo diversos casos na internet não vi nada parecido com o que aconteceu comigo.

    Estou namorando a 11 meses, é o meu segundo parceiro, e antes disso, fazia mais de 18 meses que eu não tinha relações com ninguém. Nunca tinha tido sintoma algum em região nenhuma do corpo.

    A cerca de 7 meses, tenho tido crises muito intensas e recorrentes.
    A minha primeira manifestação da Herpes foi na mão esquerda, depois no braço direito e sempre fica querendo voltar nos locais já lesionados ou proximidades.
    Pela localização das lesões até o diagnóstico foi prejudicado passei meses sendo diagnosticada como micose, bactéria, enfim… até que, depois de muitas voltas ao consultório, a dermatologista passou o IGG para herpes simples Tipo 1 e 2 e então o exame deu reagente para HPV-2.

    Noooosssa gente foi um choque! Chorei demais… talvez nem tanto pelas crises, que até agora foram indolores, mas pelo medo de novas cicatrizes e o fato das pessoas próximas (trabalho, faculdade e amigos) perguntarem constantemente que doença é essa.

    A minha médica foi maravilhosa, me acalmou dizendo que há um grande preconceito e muitos mitos giram em torno da herpes, mas que não necessariamente o contato é por relação sexual, que até as crianças podem adquirir herpes, me disse que eu não transmitiria pro meu parceiro e que só se alguém tivesse realmente contato com o líquidos das lesões correria risco de contágio. Mas enfim…

    Agora, muito tempo depois acho que estou tendo minha primeira crise genital, não tenho certeza…

    Logo após o diagnóstico, tive uma virose muito forte, com febre e noites mal dormidas, além disso tomei azitromicina 500mg durante 5 dias. Fazem 15 dias que as bolhinhas não me deixaram em paz, é eu passando pevir creme num local e elas surgindo em outro. Graças a Deus a pomada tem respondido muito bem e logo as bolinha murcham sem se tornarem muito visíveis, em cerca de 4 dias.

    Agora me apareceu uma espécio de assadurinha bem interna com um certo relevo… que eu não consigo saber exatamente se é o nosso amigo. Faço uso de anticoncepcional e temos relações sem camisinha (ela irrita bastante minha pele) e por conta da interferencia do antibiótico no AC estamos usando o preservativo. Não sei se pode ser só irritação… mas é muita coincidência. =/

    Estou muuuito assustada, já tava me conformando pq estava aprendendo a domar a fera na região dos braços. É possível que o vírus tenha se deslocado para a região genital? Ou há casos em que a herpes genital se manifeste primeiro em outros locais do corpo?

    Caso seja, será que adquiri de alguém que nunca manifestou sintomas? tento conversar com ele sobre isso com meu atual namorado… mas é tão difícil… ele disse que nunca teve nada parecido em lugar nenhum do corpo.

    É possível que eu tenha mantido o vírus incubado por dois anos, do relacionamento anterior?

    Obrigada.
    Foi muito bom conhecer esse blog nesse momento tão difícil. =(

    • Thais, que exame foi esse q vc fez? O específico para Herpes tipo I IgG e Herpes tipo II IgG? Como foi o resultado? Deu reagente para anticorpos tipo II IgG? Isso?

      • Sim, fiz o IgG para Herpes Simplex Tipo I e Herpes Simplex Tipo II. Deu negativo para tipo I e positivo para o tipo II.

      • Estou sendo acompanhada por dermatologista desde a primeira aparição das bolhas na mão esquerda em agosto, eram muitas bolhinhas pequenas e coçavam muito e depois foram se enchendo de líquido e se juntando em
        uma única bolha grande…

        Na primeira consulta fui diagnosticada como sendo verme/fungo. Fui medicada (remédio de verme + fungicida oral + pomada antibactericida) e na época (coincidentemente ou não) a lesão sarou.

        Cerca de um mês depois, para minha surpresa apareceu o mesmo aglomerado de bolhas no braço direito (perto do ombro), voltei à dermatologista e voltei a passar a pomadinha e aguardar sarar… como de fato aconteceu pouco tempo depois. Ainda tive uma terceira recorrência… próximo ao seio. Marquei uma alergologista pq já tinha começado a descartar a possibilidade de micose. Como a consulta demorou, quando cheguei lá já estava praticamente sarado… o diagnóstico foi o mesmo: micose! E me passou um fungicida um pouco mais forte…

        Enfim, a última aparição foi esse mês. Voltei à dermatologista da primeira consulta e dessa vez ela passou uma pesquisa e cultura de fungos (cujo resultado foi negativo) e os IgG de Herpes 1 e 2.

        Fiz no laboratório Emílio Ribas de Fortaleza. O . Não estou com os exames em mãos agora, mas os de fungos deram negativos e no IgG de Herpes Simplex Tipo II de mostrava um índice de 30,1 (se não me engano) e ao lado estava escrito “Reagente”.

        No mesmo dia levei o exame à dermato. E ela me falou tudo o que descrevi anteriormente. E me receitou uma pomada chamada penvir e comprimidos penvir 125mg em caso de recorrências. Já tive 2 depois disso, uma no braço esquerdo e outra no mesmo local da mão, mas contive com a pomada antes mesmo da bolha se tornar visível.

        Marquei com minha ginecologista e a alergologista (que tbm é imunologista) para daqui a duas semanas. Mas estou muito ansiosa e preocupada com esse resultado, ainda mais com essa lesão na genital (bem pequena), que não identificar se é a herpes, ou se foi atrito do preservativo.

        Sinceramente não sei! Só sei que estou super ansiosa e preocupada… está me incomodando muito… =(

    • Thaís, é bom você ir tentando manter seu sistema iminologico em alta, toma 20 gotas de própolis com água ou suco de laranja 2x por dia, polivitaminicos depois do.almoço e ENAX é muito bom ttambém, evita alimentos ricos em arginina, nozes, milho, castanha, amendoin, chocolate . E Ponha em sua dieta alimentos ricos em LISINA, leite e derivados, levedura de cerveja, feijão, folhas verdes, ovos. Quando for escolher um polivitaminico veja se tem Lavitan, o da caixinha roxa que contém a famosa Lisina. E faça exercícios fisicos de forma moderada. VOCÊ VAI FICAR BEM!

    • Oi Thais, eu tive a primeira crise do nada… e meu namorado diz nunca ter dito nada… meu médico disse que tem pessoas que quase não tem crise e em algumas ela pode ser indolor, então passa desapercebido. Ele sempre reclamou muito de ficar “assado” na virilha e como tive uma crise na virilha acho que pode ser isso, mas ele nunca mais teve. Eu tive as crises nos genitais, virilha, perna e pé. É raro mas pode acontecer. Também não sei como peguei… imagino que seja do meu atual, porque antes nunca tive nada. Minha mãe tem, mas a dela deu no rosto quando era adolescente e muito de vez em quando, com intervalo de vários anos, aparece alguma irritação no rosto ou pescoço…estranho que ela tem o tipo 1, portanto se eu tivesse pego dela teria o mesmo. Outro ponto ruim é que fiquei super preocupada, morro de medo de espalhar o vírus por encostar em algum lugar…é horrível.

  123. Olá, eu me vi em muitos dos comentários. Porém, até hoje fico me perguntando quem me passou herpes. Se era o boyzinho com que eu ficava, meses antes das bolhas, ou se com meu ex noivo. Enfim… Quando eu ficava com o boyzinho, me prevenia, sempre usamos camisinha, e a unica coisa que tive, depois da ultima vez que ficamos, foi uma crise urinaria fortíssima, que tratei com remédio para infecção urinaria. Logo depois comecei a namorar, e tive novamente, infecção urinaria, logo em seguida, bolhas. Fui logo a ginecologista e ela me falou sem dor nem piedade que era herpes. Falou de uma forma tão brutal, que sai de la aos prantos. Chorando que parecia que ela tinha me dito que eu iria morrer. Me senti e ainda me sinto muito mal por isso. Mas voltando… Perguntei tanto para o boyzinho, como para meu ex noivo, se um deles tinham herpes. Ambos negaram. Porem, com meu ex noivo, não usei camisinha logo em seguida apareceram as bolhas. É praticamente obvio que foi com meu ex noivo. Mas a sensação que tenho que foi com o boyzinho. Mas a duvida me persegue, pq SEMPRE, SEMPRE usei caminha com ele. Hoje estou sozinha a quase 2 anos, e desde então, só tive uma crise de herpes. Morro de medo de me relacionar novamente e ter que contar que tenho isso. Morro de medo de ser julgada, de ser desprezada por ter isso. O sentimento de culpa me persegue. Me afasto de todos os carinhas que tentam se aproximar de mim, por medo de ter que contar a ele sobre isso. Fazem quase 2 anos que não tenho nenhum tipo de relação. Estou triste e desmotivada, não sinto vontade de sair, e quando tenho, sempre me afasto dos que se interessam, me afasto de forma que não percebo. Isso tem me deixado péssima.

  124. Thais, analisa relato que deixei no dia 2/02/2014, isso pode lhe fornecer um caminho mais seguro, principalmente com as informações deixada pelo Marcos no ultimo comentário e a resposta do Eduardo sobre o meu cometário é onde estou tendo ótimos resultados em minha vida com este tipo de conscientização na alimentação contendo Arginina e me alimentando com a Lisina.

    Com certeza tem grande possibilidade de dar certo com tu também.

  125. Recentemente fui diagnosticada com herpes genital, porém o primeiro episódio ocorreu em outubro do ano passado. A primeira crise foi horrível, senti muita dor, inclusive ao urinar e estava completamente desesperada, acredito que o choque de ver as lesões e não saber o que é, é a pior parte. Em novembro tive um novo episódio, mas bem mais leve, uma lesão pequena que sumiu rapidamente. Foi então que no final do mês de janeiro deste ano, tive um novo episódio, bem agressivo e através de biópsia o diagnóstico foi confirmado. Tomei penvir 250 mg 12/12 horas por 5 dias e as feridas melhoraram, agora estou tomando apenas uma dose diária de 250 mg por mais 15 dias… acontece que hoje pela manhã surgiram novas lesões… bolhas mesmo, como nunca tinha acontecido antes. Estou bem preocupada porque eu não sei se deveria continuar surgindo lesões se estou sob medicação. Eu acho que o psicológico é a pior parte, cada vez que uma nova lesão aparece, é como se tudo ao redor desmoronasse… eu tenho vontade de chorar sem parar. Eu tenho consulta essa semana com a minha médica e espero que ela possa me ajudar, não sei… aumentar a dose… o que eu realmente preciso é de um tempo para respirar sem essas lesões. Não contei para ninguém da minha família, acho que por vergonha, medo de rejeição ou julgamento porque tive relação sem preservativo… meu namorado nunca teve nenhum sintoma, a gente acredita que eu peguei dele, pois as minhas lesões apareceram uma semana após termos relação sexual… ele me apoia bastante, mas ao mesmo tempo eu sinto como cada nova lesão é uma bomba no relacionamento, não é fácil lidar com essa situação. Eu espero que meu organismo consiga se adaptar e com o tempo os episódios diminuam de frequência. Também estou utilizando penvir creme nas lesões 4x dia.
    Gostaria de saber se alguém já se tratou com o penvir e como foi a resposta do organismo… ou qual o medicamento o organismo de vocês reagiu melhor.
    Parabéns pela iniciativa do site, me ajudou bastante conhecer a história de outras pessoas e também poder expressar como estou me sentindo.

  126. Oi pessoal,

    Eu tive minha primeira e única crise há cerca de seis meses. Foi bem leve, uma lesão de 1cm de diâmetro que foi embora em duas semanas com o uso do Aciclovir. Tenho um palpite que meu último namorado me passou através de sexo oral, mas isso é só um palpite. Tenho a expectativa de não vir a ter mais crises. Faço atividade física diariamente, tenho uma alimentação saldável e uma vida relativamente calma. Desde o diagnóstico, eu não tive relações sexuais com ninguém, mas conheci uma pessoa e agora estou naquele dilema de contar ou não. Pensei em deixar o relacionamento ficar mais sério e só contar quando vier aquela clássica conversa sobre deixar de usar preservativo. O que vocês acham?

    • Oi Capitu. Tudo bem? Eu acredito q vc deva contar sim. E melhor deixar as coisas claras desde o inicio. Vai ser dificil? Vai, afinal, ñ é uma coisa facil de se contar. Mas se vc ja leu bastante sobre o assunto pra poder explicar tudo certinho conte a verdade já no começo. Se for a pessoa certa? Ela ñ deixar vc só por causa de uma doença ela vai ficar do seu lado te apoiar e ñ te julgar (mas esteja preparada, pois ele fará mts perguntas). E se ñ for? Ñ se desanime meu bem, pois é só mais uma pessoa hipocrita no mundo. E vc só tará saindo de uma furada. Pois pessoas q pensam q só pq nos temos uma doença ñ podemos “VIVE OU TER UMA VIDA NORMAL” são ingnorantes e sem conhecimento algum. Eu espero q essa pessoa q vc conheceu nao seja assim. Eu contrai na minha primeira relaçao (minha primeira crise parou semana passada). Meu namorado viajou. Fui pra uma festa e acabei bebendo (esses dias descobri q tavam colocando LSD no copo das meninas). Resumindo entrei na festa virgem transei com alguem q eu nem lembro e nem sei como aconteceu e contrai o virus. Contei pro meu namorado ele entendeu e me apoia mt. Tenho 16 anos e ele 20 namoramos a 5 anos (completa 6 anos dia 5 de março).namoro de infancia rsrs. As vezes choro e me pergunto pq ele nao me deixou e por ter contraido o virus e varios outros motivos, mas acredito q oq ta feito ta feito. Te desejo sorte e felicidades. Bjao;3

  127. oi rafa,
    no meu caso tambem acontece. quando faço exercicios, penso que a intensidade pode ativar o vírus. mas, to torcenco pra que meu organismo se acostume.

    abraço

    • Fiquem longe de pipoca ou qualquer outro alimento que tenha o milho como origem. Ele desperta o virus,assim como outros alimentos ricos em arginina. Outra coisa q descobri com 6 meses de convivio com esse virus do demonio. O aciclovir manipulado tem uma eficacia bem reduzida se comparado ao da farmacia convencional. No meu caso ele nao serve de nada. Qualquer duvida é so falar galera.

      • Olá fgomes!
        Importante comentar sobre a arginina, porem buscar a L -Lisina também é um ótimo caminho. Pois ajuda a reduzir a recorrência e tempo de recuperação nas manifestações.

        Alimentos ricos em Arginina e pobres em L- Lisina;
        Chocolates, coco, aveia, farinha de trigo, amendoim, soja e etc..

        Alimentos ricos em L-Lisina e pobres em Arginina
        Carne, frango, peixe, leite, queijo, feijão e as maiorias das frutas e vegetais exceto ervilha.

        Att
        Alan

  128. FGomes,
    eu comprei o aciclovir de manipulação, mas pensei hoje mesmo na eficácia dele comprado aos de farmácia normal. Não to vendo efeito algum nesse aciclovir manipulado.
    Vou fazer o experimento como de farmácia.
    Mas o aciclovir de farmacia normal é muito caro.
    No seu caso, o de farmácia ajudou um pouco mais?

    Grata!

    • Paty estou fazendo o mesmo q alexandre. Ja procurei em inumeras farmacias e o local realmente mais em conta é a ultrafarma. A medicacao chega super rapido,vem em uma embalagem q nao da pra saber qual é o medicamento.estou comprando o valtrex por la.o aciclivir manipulado é furada.n serve de nada.melhorei bastante com valtrex.consegui ficar quase 1 mes sem crise.ontem infelizmente tive uma bem fraca.ja estou quase bom.acho q foi um 2 tacas enormes de milk shake de chocolate q tomei. :(. Outra coisa, a lisina manipulada tb n serve de nada. Comprei a do site da gnc suplementos. É importada.estou aguardando chegar.

      • Vou procurar então o site da Ultrafarma.
        Então, você acha que chocolate ataca o sistema e ativa o vírus? Quais alimentos mais que vc suspeita?

      • Oi Fgomes,

        vi no site da Ultrafarma os preços, e o do valtrex é muito caro, cerca de R$ 389,70, é por isso mesmo que vc compra?
        Fico pensando, geralmente o mais caro é o melhor.
        o que você acha? Já usou o aciclovir?

  129. Oi Paty,
    Estou comprando o aciclovir pelo site da ultrafarma. Estou pagando R$67,00 em três cxs com trinta comprimidos. Sai bem em conta. Estou fazendo o tratamento supressivo ja vai fazer dois meses e não tive mais crises. Antes eu tinha crise todo mês.

    Alexandre

  130. Ola Paty,
    o Valaciclovir( valtrex), é melhor sim que o aciclovir. No entanto não tenho como manter o tratamento com o valtrex justamente pelo preço. Vo tomar somente essa caixa de 42 comprimidos que eu ja comprei, pois acredito que o virus ainda está muito forte no meu organismo. Mesmo tomando o valtrex ainda tive recorrencias bem leves e os sintomas de sensibilidade persistem desde o diagnostico em agosto de 2013. muito estranho isso. depois vo comprar o aciclovir 400mg pelo site da ultrafarma mesmo. é o local mais encontra. acredito q até la o virus esteja mais tranquilo, com fé em deus. os alimentos que pude perceber q ativam o virus, ate agora são: chocolate, milho e derivaados(pipoca). a perca de sono tambem ativa o virus. sempre que dou plantão a noite percebo q no outro dia a sensibilidade esta maior.e a pele do prepucio precer ficar um pouco edemaciada.mas coisa minima. a atividade fisica ajuda a acalmar o virus.depois q comecei a malhar, sinto q as crises melhoraram tambem. vamos nos reunir pessoal pra criar um grupo de e-mail. pra compartilharmos nossas experiencias diarias . o q acham?

    • Fgomes quais os sintomas que você apresenta? Desde a primeira manifestação até agora? Em nenhum lugar eu ouvi alguém falando que sente sensibilidade o tempo todo. Mas eu também sinto isso. Tanto que eu realmente não sei se tenho Herpes Genital. Em outubro do ano passado tive uma relação com pessoa desconhecida e de lá pra cá venho sentindo essas coisas. Pior que ela fez sexo oral em mim sem camisinha, nossos genitais se tocaram sem camisinha mas bem rápido e sem penetração, e só depois sexo com camisinha. Mas só isso bastou. Eu sinto uma ardência constante na glande, vermelhidão na saída da uretra, algumas vezes ardência após urinar (nunca durante). Mas até que nesses últimos 4 dias não venho sentindo essa ardência tão constante. As vezes a sensação é que tem alguns espinhos pelo corpo do pênis e arde nas virilhas. Como eu nunca apresentei aquelas bolhas características, ou as feridas com líquido e formação de crosta, ai eu não sei se é de fato Herpes. A única coisa visível é a vermelhidão e em duas vezes edemas vermelhos (pequenas saliências), mas que sumiram de um dia para outro, coincidentemente ou não tomei antifúngico nessas duas vezes. E nas semana logo após a relação houve uma descamação da glande e uma pequena ferida no prepúcio mas que sumiu de um dia para o outro, e é por conta dessa ferida que eu penso ser Herpes. Enfim fui a um urologista e um dermatologista que não viram as lesões, mas falaram que pelo relato que eu fiz era fungo, mas eu não sei, já que já tomei antifúngicos, passei pomada e ainda sinto isso. Bom de todo modo gostaria de saber se com você também é algo assim também.

      Inclusive, deixo como sugestão para o Edu, criar um post destinado a cada um postar os sintomas que sentem. Assim pessoas novas podem ver se sentem isso também e já procurar um médico direcionando o problema. E também para que pessoas com a doença identifiquem sintomas mais parecidos com os seus e possam trocar informações sobre os tratamentos que estão fazendo. Bom, abraço a todos.

  131. Vini,
    Isso que me deixa mais impressionado. Os sintomas de sensibilidade são constantes desde agosto 2013. Contudo, percebi que a intensidade desses sintomas de ardencia, queimacão, pontadas, tem diminuido depois que comecei a fazer uso do valtrex 500 mg e de uma medicação que um neurologista me passou, que é pra dor neurapica, chamada Viligia. Segundo ele, os sintomas permaneceram constantes em mim, por que deve havido uma constante inflamação dos nervos que o virus do herpes percorreu, devido as constantes recorrencias. O fato é que é um verdadeiro drama pra mim acordar e ir dormir todos os dias sentindo uma coisa estranha na sua região genital. Varias vezes ja questionei aos medicos(urologistas e dermatologistas), se o que tenho de fato é Herpes mesmo, e todos eles afirmam que sim. Vi somente um relato aqui no site de uma mulher que relata tambem apresentar os sintomas de sensibilidade constantemente. Pra voce ter uma ideia, eu nao consigo saber se uma crise está se aproximando ou não, pois os sintomas prodromes são constantes no meu caso. Quando percebo, la está a area uma pouco avermelhada e levemente edemaciada. ja teve varios casos que nem bolhas se formam. Muito interessante Vini, a sua ideia de pedir ao eduardo para criar um post sobre os sintomas.
    Gostaria de fazer uma pergunta a voce e a todos que pudessem responder com sinceridade. ASSIM COMO EU, QUEM DE VOCÊS CONSIDERAVA OU CONSIDERA O SEXO COMO UMA DAS 2 OU 3 COISAS MAIS IMPORTANTES NA SUA VIDA? SEJAM SINCEROS POR FAVOR. AGRADEÇO PELAS RESPOSTAS. DEPOIS EXPLICO O MOTIVO DA PERGUNTA.

    • eu considerava o sexo muito importante.
      agora penso: “como terei um dia uma vida sexual normal.” uma lua de mel por exemplo.
      se a pessoa nao tem relaçao sexual, o vírus aparece, se tem aparece também.
      O pior de tudo é que eu pensava que de camisinha estava segura, nunca soube que mesmo usando camisinha existia a peste dessa doença.

    • Sexo sempre foi muito importante pra mim. Já terminei um namoro longo, por conta de sexo morno…mas hoje minha libido é zero. Tenho vontade, aí lembro do vírus, além disso minhas relações sempre são acompanhadas de desconforto. Estou tentando, como tenho um parceiro fixo é um pouco mais fácil.
      Tenho herpes desde o final de 2011.

      • É verdade, agente sempre acaba lembrando do vírus…
        Até porque na hora das relações agente tem que tomar alguns cuidados, etc…
        Mas tem que fazer de tudo para “desencanar” destes pensamentos ruins, principalmente se você estiver fora de uma crise.
        Tem que lembrar, porém não deixar ele te afetar. Tem que jogar este vírus para um canto escuro dos nossos pensamentos.
        Abraços,
        Edu

  132. Pessoal, a Lisina manipulada são serve pra absolutamente nada, assim como o aciclovir manipulado. esqueci de falar, que quando estava fazendo uso do aciclovir manipulado, até a minha sensibilidade constante estava pior, encomodando pra caramba. foi so começar a tomar o valtrex 500 mg que a sensibilidade melhorou. Usem somente remedios de farmacias normal. FICA A DICA. FAÇO uso da lisina 1500 mg dia manipulada, mas nao vejo efeito algum. minhas crises so melhoraram em tempo de recuperação e tamanho de lesões por conta do valtrex. se fosse depender da lisina manipulada, tava frito. COmprei uma lisina importada. estou aguardando chegar pra ver como vai ser o efeito. Boa sorte a todos. divugem suas experiencias diarias e vamos ser fortes. vamos ajudar uns aos outros. Deus está conosco. amem.

  133. Gente! Procurem nos postos de saúde da sua cidade ou então liguem para o 136 e peçam informações, pelo Sus o Aciclovir é gratuito, as vezes falta, mas ainda assim tem a Farmácia Popular que cada envelope com 15 comprimidos custa R$ 4,20…Eu faço tratamento supressivo e já publiquei isso antes, mas estou vendo aqui no Blog muita gente com esse problema…Façam isso! Se tiverem dúvidas meu e-mail pessoal é marcalbecker@hotmail.com, podem contar comigo! Ah! Detalhes depois q comecei o tratamento supressivo as crises não voltaram mais e já se passaram 6 meses…Abração!

    • Vini, fgomes. Quais foram os resultados dos seus exames sorologicos?  Vcs já fizeram alguma vez o exame sorologico,  de sangue,  para detectar os anticorpos do HSV 1 IgG e IgM e HSV- 2 IgG e IgM  , assim distinguindo os dois tipos? Aqui no Brasil, alguns laboratórios fazem, HERMES PARDINI, p.ex, o método ultilizado é o imunoensaioenzimático (ELISA), é bem sensível, mas o padrão ouro é o westerblot, feito apenas nos EUA, Washington. O método Elisa é preciso após 4 messes contados do ultimo contato sexual.
      É claro que há casos que uma pessoa desenvolva anticorpos para o herpes e não apresentem os sintomas, sortudos, rs. Mas não tem como apresentar os sintomas e não ter os anticorpos, a não ser que se trate de uma infeção recente, mas a marca de 4 messes é conclusivo.
      De fato, para alguns saber qual o tipo têm, HSV 1 OU HSV 2 , não vai importar, mas é sabido que o HSV1 na área genital é menos recorrente que o HSV2.

      • Thomas, com 2 meses da minha relação fui a meu urologista e contei o que se passava comigo. Ele fez o exame clinico (olhou e apalpou) e não verificou nenhuma anormalidade. Mesmo assim passou exames de sangue, urina, HIV, Hepatites e Sífilis. Duas semanas depois fiz os exames e também pedi pra fazer exame de Herpes tipo I e II, mesmo sem o urologista ter passado. Esse teste não dizia qual era o tipo do Herpes encontrado. O resultado de todos que ele passou deu OK. No exame do Herpes o IgM deu “Não Reagente” já o IgG deu “Reagente – 24,01″. Levei os exames para meu urologista e também para um dermatologista. Ambos viram esses resultados, mas segundo ambos as crises que descrevi para eles não seriam de Herpes. Que eu teria entrado em contato com o vírus em algum momento da vida, mas que o problema que eu estava enfrentando era fungo e não herpes. Inclusive, quando apareceram os edemas eu bati fotos pra mostrar ao urologista. Ainda bem que bati fotos pois esses edemas apareceram de noite, então tomei remédio para fungo na mesma noite, e na manhã seguinte os edemas quase já não estavam visíveis. Quando o urologista viu as fotos dos edemas disse assim: “Até parece um pouco com o início das feridas de quando o herpes aparece, mas como sumiu de um dia pro outro sem uso de anti-viral é muito improvável que seja herpes, mesmo com seu exame IgG reagente, mesmo porque mais de 80% da população com 30 anos para cima apresenta IgG reagente e pode não apresentar sintomas”. Daí perguntei: “Então em sua opinião profissional após exames clínicos, laboratoriais e pelo relato que fiz não seria herpes?”. E ele respondeu: “Na minha opinião não é herpes, é fungo”. Ah, e também postei num site desses de perguntas aos médicos (mdsaude eu acho) o mesmo relato que fiz para o urologista e para o dermatologista. O médico que respondeu falou que não dá pra ele saber só pela internete, mas que pelo relato não deveria ser Herpes.

        De fato esses edemas que falei que tirei fotos apareceram dia 8 de janeiro e no mesmo dia eu tomei antifúngico, passado pelo dermatologista e os edemas sumiram na manhã seguinte. De lá pra cá realmente não apareceu mais nenhum edema. Contudo ainda continua uma vermelhidão constante na glande desde esse dia. E episódios também constantes de queimação ou ardor em toda glande e na saída da uretra, no máximo passa um dia ou dois sem arder, mas logo volta a arder e fica 2 semanas, para de arder 1 ou 2 dias depois volta a arder retornando o ciclo. E o pior é que passa o dia inteiro ardendo, desde quando acordo até ir dormir, e isso desanima bastante a pessoa. A saída da uretra também fica avermelhada. Algumas vezes sinto queimação na virilha. E 2 vezes diferentes fiquei 2 dias seguidos com vontade constante de urinar.

        Então até agora to esperando que apareça alguma nova lesão além da vermelhidão para fazer um exame de raspagem para detectar de vez por todas a presença do vírus do Herpes ou presença de Fungos, pois apesar de apresentar alguns sintomas de herpes, nunca apresentei o sintoma clássico de bolhas e feridas com crosta. Pior que também apresento sintomas de fungos e até infecção urinária. Acho que só com exame de raspagem vou saber com certeza a causa desse problema.

    • Como quero que cmg o tratamento supressivo fucione assim!
      Quando isso acontecer vou agradecer tanto tanto a Deus…
      Pra pegar no SUS precisa de prescrição médica?

  134. Olá a todos! Nossa sempre achei que estava sozinha neste mundo! Tenho herpes genital desde 2011 – de uma relação em que a camisinha SEMPRE foi usada – e desde então tem sido uma tortura…minhas crises são relacionadas com estress e como sou uma pessoa bastante nervosa tenho várias crises ao ano. Sou casada, meu marido sabe e nunca apresentou sintomas. Quando descobri também não sabia o que era e só fui conversar com minha médica sobre isso um mês depois. Nunca tive crises fortes, somente uma vez após uma crise de sinusite, mas como são recorrentes me incomodam muito. Logo que recebi o diagnóstico, é claro como todo mundo corri no google para pesquisar sobre a doença. Fiquei ainda mais desesperada, pois muitos sites dizem que o herpes está totalmente relacionado ao HIV e que geralmente pessoas com herpes são também HIV positivas. Bom as crises aumentaram mais e mais até que finalmente fui fazer os exames para todas as DSTs e estes foram negativos. Mas ainda assim fiquei muito abalada com esse tipo de informação que as pessoas escrevem e hoje tenho o que é chamado de cybercondria e minha vida virou um inferno! Qualquer coisinha que começo a sentir corro no google e sempre acho que é alguma coisa muito grave!
    Bom espero poder conversar com vocês pois nunca pude falar com ninguém sobre o assunto.
    Obrigada!

  135. Mesmo problema do Vini. Não possuo os sintomas. Só vermelhidão e coceira. Não tenho dor, nenhuma ferida, bolha, sangramento.Só coça. rs Entretanto to tomando o antiviral. Vamos vê o resultado. A minha medica disse que as vezes a imunidade baixa um pouco e podemos apresentar os primeiros sintomas mesmo que a doença não se desenvolva 100%. Minha demartologista e meu urologistas acham que é uma demartite por estresse. Mas enfim na duvida. TOME O REMÉDIO.

    Já aos outros não acho que devam ficar tristes. A maioria das pessoas possuem o virus, umas desenvolvem e outras não. E até onde li, está bem consigo é a cura. Logo APROVEITEM A VIDA. E pensem nos problemas de relação quando a relação surgir. Façam acompanhamentos médicos juntos, compartilhem o problema e a dificuldade. Uma relação é feita de troca. E se estiver com as lesões e não estiver pronto para contar. Apenas não transe. Não é por conta de 1 semana sem sexo que um namoro acaba. Sejam Felizes. Se olhar no espelho e gostar do que vê, o ter sua vida social e recuperar sua vida sexual sem medo já é o maior passo para evitar qualquer tipo de crise.

    Falo isso porque desde sempre fui uma criança e um adolescente muito sensível e tive duas doenças que são o vitiligo e a psoriase. Duas doenças sem cura que pior que uma Herpes fica estampado para todos verem e destrói a aparencia física. E no dia que passei a não ligar mais, a viver e a encarar a doença como algo normal e que não iria me atrapalhar nas minhas relações, os tratamentos fizeram efeitos e as lesões sumiram.

    Enfim o meu caso é claro muito diferente de alguns aqui, mas não é uma Herpes que deve tomar conta da sua vida e mudá-la. As pessoas tem herpes na boca, pele, penis, vagina, anus…Vc não é o unico e realmente muito mais que ajuda de medicamentos as vezes precisamos de ajuda pro emocional.

    Thiago está certo. Ele não deve ficar pensando que vai passar para a pessoa que ama. Por deus se ele viver a vida assim é melhor não se relacionar. Vivam a relação, não se isole. Não é vergonha ter herpes, hiv, hpv, sifilis… As vezes vc contraiu e não foi por putaria e sim de uma relação de afeto e amor. Não tenha medo do julgamento alheio…

    Sou Gay e nunca sofrir nenhum tipo de preconceito. Por que o preconceito começa em você. Se você sabe quem é, não importam o que falem não vai te atingir.

    A cura surgir vai ser maravilhoso. Mas até lá não viva esperando algo, viva antes de mais nada por você.

    Terapia, Yoga, Dança, Musica, teatro, praia, cinema, piscina, carnaval, Lutas, corrida, amigos… Isso é a cura. Minha vó aos seus 98 anos quando faleceu sempre dizia: “Doença da Pele é por conta da doença da alma”. E por experiência própria ela tem razão.

  136. Oi Paty! Sim precisa receita médica, mas quando for no médico não esquece de pedir pra ele por uma obs na receita dizendo, TRATAMENTO CONTINUO, como os postos só liberam o tratamento mensal, mas vc não precisa ir ao médico todo mês, entendeu? Qualquer dúvida que eu puder te ajudar estou a disposição no email, marcalbecker@hotmail.com,
    Abraço e Boa sorte!

  137. Gente! O Sus tem Aciclovir gratuitamente, liguem para ouvidoria do Sus 136, o atendimento é ótimo e a moça fala todos os pontos de entrega mais próximos a você, só precisa receita…Meu e-mail é marcalbecker@hotmail.com, para maiores informações…Abração e Boa Sorte a todos

  138. Olá a todos.
    É reconfortante estar com vocês! Sério.
    Poxa gente, desde os 8 anos de idade sou da igreja.
    Com 21 anos me afastei de Deus e fiquei 2 anos fora.
    Foi aí que tudo aconteceu. Tive minha 1ª relação
    (com camisinha), a 2ª (c/c) e depois a 3ª, já com uma
    namorada fixa e aí começaram os problemas.
    Acho que eu contraí o vírus porque nas partes em que
    eu me depilava. A lâmina sempre deixava uns pequenos
    cortes e acho que nesses cortes contraí os vírus.
    HPV e HERPES. Vocês são os primeiros a saberem, depois
    de minha mãe.
    Quando apareceram as verrugas (na parte pubiana) eu achei estranho,
    mas nem me preocupei, pois não sabia que aquilo era doença.
    Só depois começaram aparecer mais e mais… Daí pela net ví que era
    hpv, o que foi confirmado pelo médico posteriormente.
    Que sentimento horrível, tudo porque saí dos caminhos do Senhor.
    Voltei para a igreja aos 23 anos. E desde então, vou fazer 25 em setembro
    e só pretendo ter relações com o casamento agora.
    Só que apesar de todo esse tempo sem relações,
    surge o herpes. Ele surgiu numa pequena região
    na parte pubiana e ficou lá muito tempo. Mas esta semana
    senti um incômodo na parte anterior a glande.
    e alguns dias depois, as pequenas bolhas.
    Nada é tão ruim que não possa piorar!
    Eu fico olhando meus amigos que transam adoidado sem
    camisinha e nunca tiveram nada.
    O pior, é que minha namorada é virgem, e uma menina
    super bacana. E estamos nos preparando para o casamento
    daqui uns dois anos e ainda não tive a coragem de falar sobre
    minha situação. Ela que sonha em ter filhos. Ela que deu
    seu primeiro beijo comigo. Se a família descobre uma coisa dessas?
    Não tem um dia sequer que eu não pense!

    Bom… Esse foi um pequeno desabafo que senti vontade depois
    de ler os comentários de todos. Às vezes eu penso que se Deus
    não me permitisse essa doença eu estaria ainda vivendo longe dEle.
    Esse é meu ÚNICO consolo, pois sei que só contraí essas doenças
    porque me distanciei dEle.

    Abraço a todos… Que o Senhor nos dê ânimo e forças!

  139. Verdade, eu tenho 17 anos e contrai essa doença na minha primeira vez, e estou no começo, sinto que que preciso de ajuda, as vezes acho que não vou suportar, e que minha vida inteira agora será um verdadeiro inferno! É muito dificil!

    • Oi Jessica,

      Quando eu peguei herpes genital eu também era bem novo assim como você.
      Eu sei muito bem pelo o que você está passando e como pode estar se sentindo.
      Parece que o mundo acaba pra gente.
      Mas o que eu posso te dizer depois de todos estes anos é que se você aprender a aceitar isso, e se adaptar em algumas coisas, é possível sim levar uma vida normal. Requer um pouco de responsabilidade e alguns ajustes em relação a atividades sexuais, mas garanto a você que dá para levar numa boa sim.
      Por isso, aguente firme aí… bola pra frente… enfrentando isso.
      Abraços,
      Edu

      • Onde acho seu livro? Qual o nome? Ah, o que seria lisina? Estou completamente por fora de coisas para essa doença…

      • Oi Jessica,
        O meu livro você pode comprar pelo meu site: http://www.dosustaosucesso.com
        Garanto para você que o livro irá te ajudar muito, ainda mais se você não conhece muito sobre a herpes genital.
        - Lisina é um aminoácido encontrado na maioria dos alimentos e que ajuda na diminuição das crises de herpes. Por outro lado, o vírus “adora” Arginina.
        Abraços,
        Edu

    • eu tambem estou assim. as vezes preferia morrer. tenho 16 anos e contrai essa doença ano passado esta tudo muito novo nao sei oq faço

      • Oi Adelina,

        Calma… eu sei que isso parece o fim do mundo no começo, mas garanto que não é assim.
        Eu também peguei bem novo e fiquei arrasado no começo, por isso eu sei muito bem pelo oque vc está passando.
        Mas acredite em mim quando digo que com o tempo e a medida que você entender melhor esta doença você vai conseguir se adaptar.
        Algumas coisas mudam um poco, mas é perfeitamente possível se ajustar a isso e levar uma vida normal.
        Aqui no blog vc irá encontrar muita gente que está passando (ou já passou) pelo mesmo que você.
        Se quiser, dê uma olhada no meu livro… sei que vai te ajudar.
        Abraços,
        Edu

  140. Olá Edu e demais colegas gostaria de saber de quem toma LISINA.. um site confiável e barato que possa comprar..urgente .. Obrigada :)

    E Tinho e vini ..vcs tem relações qdo estão com essas vermelhidões? Com ou sem camisinha?.. como fazem o tratamento supresssivo ..qtas mg por dia?

    • obrigado Edu vou acompanhar aqui pois eu preciso de muita ajuda, pelo fato de eu estar sozinha e meus pais n podem nem sonhar sobre isso. as vezes fico zonza de tanto pensar eu estou tendo muitas crises pois eu não tomo remedio algum e não faço tratamento . fico com medo quando começa uma crise medo de piorar e eu terque ir a um medico e meus pais descobrirem. mas estou dando meu jeito . obrigado obrigado mesmo. e bom dividir isso com alguem .

  141. Edu, já dei uma sugestão parecida anteriormente, mas vou falar novamente. Acho que você pode criar uns post com tópicos assim: “Sintomas”, onde a gente possa entrar e falar quais os sintomas que cada um apresenta, “Tratamentos”, onde a gente possa também falar dos tratamentos que cada um está realizando, mas deixando claro que só que deve indicar um tratamento é um MÉDICO. E outros tópicos assim podem ser formulados. Mas logicamente continuando com tópicos pontuais como foi o último que você criou sobre uma nova vacina (que inclusive pode estar dentro de um outro post como “Cada vez mais perto da cura..”, ou algo assim). O importante é que as informações postadas servem para ajudar, e apontar um caminho diferente para uma conversa com seu médico, assim se estiver dividido em tópicos bem definidos, acho que ajudará muita gente a achar mais rápido aquele conteúdo que a interesse.

    Enfim… só entrei agora pra compartilhar duas informações sobre tratamentos alternativos que acabei de ler e achei bem interessantes:

    1. Tratamento com fitoterapia (http://www.criasaude.com.br/N8157/doencas/herpes-genital/fitoterapia-herpes-genital.html)

    2. Tratamento com homeopatia (http://www.criasaude.com.br/N8158/doencas/herpes-genital/homeopatia-herpes-genital.html)

    A quem interessar ficar a dica. Boa sorte a todos!

    • Oi Vini,

      Vou colocar um post sobre os sintomas sim. A sua ideia é boa.
      Preciso dizer que não acredito em homeopatia. Já foram feitas pesquisas controladas e o resultado não foi diferente de um placebo. Mas essa é uma discussão longa, fica a critério de cada um.
      Abraços,
      Edu

      • Olá,gostaria de mais informações. na primeira crise foi terrivel,muitas bolhas, cistite, febre,dores nas costas,nas pernas,e na segunda crise sinto dor no meio das costas ,poucas bolhas,é assim mesmo?

      • Oi Nana,

        Sim Nana, a minha primeira crise foi bem ruim também… as recorrências nem chegam perto do que foi a primeira. Talvez essa dor no meio das costas seja uma proprome (sintoma pré-crise), mas costuma passar quando saem as bolhas.
        Para mais informações recomendo o meu livro. Tem muitas informações importantes e irá te ajudar muito, garanto. Clique aqui para acessar o meu site.
        Abraços,
        Edu

  142. Olá Adelina.. de fato não é fácil mesmo ..ficamos no primeiro momento nos fazendo repetidamente perguntas do tipo – pq comigo? Quem vai me querer? E agora não tem cura?..Enfim mas o que posso lhe dizer que na vdd é que o herpes é uma limitação igual a qualquer outra e que requer adaptação em todos os sentidos..tanto no que diz repeito a questão física como remédios, exercícios, alimentação ..que vc vai descobrir com o tempo exatamente o que lhe convém.. pois essa doença age diferente em cada pessoa e comumente o que é bom em uns para outras não servem..lhe aconselho a ir testando …tomar vitamina C, lisina..exercício, fazer o tratamento supressivo, não comer derivados de milho e chocolate …em suma ir testando a combinação dos possíveis tratamentos até observar um q seu corpo reaja positivamente e vc tenha crises raramente e bem fracas.. Depois tem a adaptação psicológica é a mais difícil, parece que além dos nossos próprios grilos como ser gorda , magra, celulite, morena, loira..coisas de mulher..ai vc deve pensar e agora mais isso …pois é mais aconteceu e vc tem q encarar com maturidade..bem ou mal isso vai selecionar as pessoas com quem vc vai se envolver..tanto por receio de contrair qualquer outra coisa ..qto pq vc só vai se envolver e confiar a ponto de ter uma conversa sobre isso ..com determinados parceiros..e com certeza o que realmente merecer vc, vai entender e aceitar o desafio da disciplina sexual que tens que ter daqui para frente…em crise transar jamais; no mais transar de camisinha ( até casais devem transar de camisinha, maior indice de HIV são em mulheres casadas)… qdo estiver 101% pode fazer seu filhote :) …Minha linda Deus tem um plano todo especial para vc, não desista de perseguir esse sonho ..quem sabe o q está acontecendo agora não seja o inicio do caminho que tens que percorrer para chegar a quem está reservado a vc…E qdo pensares em morte…lembre que neste exato momento tem milhares de pessoas nos hospitais suplicando a Deus juntamente com amigos e familiares em corrente de oração ..por mais um dia de vida…Se adeque e seja feliz..tens uma vidaa linda pela frente, acredite! Fique bem… um abraço!

    • obrigado . ainda ta muito dificil estou tendo muitas crises e eu estou sozinha nessa pois ninguem da minha familia sabe . e nem pode saber! dou meu jeito por aqui. mas vou conseguir sou forte. com fé em Deus. obrigado msm .

  143. ola…..fui diagnositicada c herpes genital semana passada…..meu marido sempre dava umas bolinhas na boca,e depois que me falaram que percebo que pode ter vindo daí…….porem o medico que me atendeu afirma que a da boca não passa para genitália….passa ou não?vou no ginecologista ser examinada de novo…está muito ruim…estou tomando aciclovir,melhorou a dor ao urinar,mas so por 2 dias,agora doi muito ao urinar,e apos doi demais,tenho que deitar de tanta dor……..

    • Oi Sara,

      Erro do seu médico! O vírus hsv tipo 1 pode sim infectar a área genital.
      Isto já está muito mais do que comprovado. Inclusive não são poucas pessoas que são infectadas pelo hsv tipo 1 genitalmente.
      Mude de médico para um mais bem informado sobre herpes.
      No seu caso será interessante pedir para ele um exame IgG para o tipo específico de vírus (tipo 1 ou 2).
      Abraços,
      Edu

      • oi Edu,obrigada,também duvidei dessa resposta dele,fui em uma ginecologista e tb confirmou que pega sim….estou tomando os medicamentos e hoje percebi no meu calcanhar,um pontinho coçando,achei que era picada de bicho,mas logo encheu de bolinhas…………o que é isso?vi na net e tb é herpes?da virilha para o calcanhar?é possivel?

  144. Estou com vontade de morrer. Sou casada a 7 anos e tenho meu marido como unico parceiro nesse periodo. Fiz o exame apois perceber essas feridas na vulva. Minha esperança era eu ter contraido o virus a 10 anos atras mas para esse deu negativo, deu positivo o de uma primeira infecção. Não menti em nehum momento para o meu marido e ao questiona-lo sobre uma possivel traição ele negou e pior ele já era muito ciumento e agora me acusa d3 adultério, estou desesperada, mas com minha consciência tranquila pois nada fiz tenho sido muito fiel. Ele não apresenta nada vou pefir para que faça o exame e minha esperança e que ele tenha contraido antes e seja assintomatico., do contrario eu serei a prova viva que isso não é só sexualmemte transmissivel. Me ajudem por favor não consigo comer tenho um filho pequeno estou sofrendo a maior injustiça do mundo.

    • Oi Vilma,

      Com base no que você escreveu, é bem provável que ele seja portador do vírus, mas assintomático mesmo.
      Acho isso muito mais possível do que você ter se contaminado de outra forma e não pela relação sexual.
      Aguente firme aí e aguarde o teste dele. Isso é muito importante.
      Muitas pessoas transmitem o vírus e nem sabem que possuem pois podem não apresentar sintomas ou as crises serem bem fracas e confundidas com outra coisa.
      Abraços,
      Edu

      • Obrigado suas palavras me acalmaram. Para uma mulher casada de parceiro fixo é muito constrangedor e umilhante passar por isso. E se for ele o portador em 10 anos só agora que contraí? Estranho…

      • Epa… li algo interesante. Desde que o conheci meu marido tem uma coceira na pele do escroto que tratamos como fungo recomendado por uma dermato, no local fica resecado e vai e vem. Algum dos rapazes que tem somente coceira, qual a região, como é? Obrigado

    • vilma,não se desespera,se vc tem consciencia que nao fez nada errado,o medico que fui a primeira vez tb quis insinuar uma traiçao….fiquei arrasada com tal especulaçao,pq sei da minha fidelidade e a do meu esposo,porem meu esposo tinha sempre herpes labial e a gente nao sabia que era herpes.era um machucadinho de nada,que ia e voltava,……foi assim que peguei.
      E muito importante a uniao nessas horas,e o apoio do conjuge,

  145. olá pessoal muito legal essa página
    tenho 25 anos em mim foi frustrante quando descobrir que tinha herpes genital afinal quase nunca me descuidei na relação sexual,pra piorar mais a situação é por que eu nem imaginava que existia essa doença pois quando os sintomas apareceram fui a uma médica e ele disse que seria uma alergia a camarão rss pode uma coisa dessas? ela achou que era por que eu consumia muito marisco,mas no começo eu nem ligava,daí começou varias crises enfim decide pesquisa e descobrir que era herpes,só que a esse tempo eu já estava casada e como os sitomas apareceram primeiro em mim então eu não sei se eu contrair ou se eu passei,meu esposo também tem,eu descobri faz uns 2 anos,tenho um filho de 6 anos .eu tenho muita dúvida ainda a respeito da herpes ,fico com medo será que eu já tinha isso antes e nunca percebi,teria alguma possibilidade de eu ter passado isso pro meu filho?as vezes o que me consola é saber que ele nasceu de parto cesariano. também tenho dúvidas já que meu marido tem gostaria de saber se tem algum problema nós dois nós relacionarmos sem camisinha,será que isso agrava a situação da herpes?tenho crises frequentes só no mês possado eu tive duas,fico muito triste por que mal me recupero já vem outra crise.estou gestante novamente ao mesmo tempo que fico feliz pela minha gravidez fico confusa.minha médica falou que eu não preciso me preocupar.apesar do meu relato eu levo uma vida normal,sou muito feliz com a família que tenho, e quando tenho as bolhas que depois viram feridas eu procuro manter muito cuidado com a higiene da casa para que não possa de forma nenhuma acontecer contaminação por descuido.só queria deixar bem claro aqui que tenho dúvidas e não medo e nem vontade de sumir desse mundo.ENTÃO EU DEIXO UMA DICA PRA TODOS QUE CONTRAIU ESSA DOENÇA QUE NÃO TEM CURA MAIS QUE NÃO VAI TE LEVAR A MORTE É QUE SE CUIDE E SEJA FELIZ,POR QUE TODO MUNDO AQUI TEM PESSOAS QUE AS AMAM DO JEITO QUE SÃO!!!

    • Oi Jil,
      Bem vinda ao blog.
      - Se você e seu marido já tem herpes genital, então transar sem camisinha não vai agravar a situação. Porém nunca é recomendável transar se um de vocês estiver com algum sintoma aparente.
      - Se você quiser tirar muitas das suas dúvidas recomendo o meu livro. Vc irá gostar.
      - Para algumas pessoas, dependendo da situação, é bem difícil mesmo descobrir quando ocorreu a infecção pelo vírus da herpes. Mas em relação ao seu filho, pode ficar tranquila, que se não apareceu nada logo após o parto, então ele não foi infectado pelo HSV. E a cesariana evita isso sim.
      Abraços,
      Edu

      • Boa noite. Pelo amor de Deus, né ajude, estou desesperada. Há mais ou menos um ano atrás apareceram umas bolinhas na região do ânus. Pra falar a verdade não as bolinhas só ardiam, o que coca muito era o ânus. Fui ao médico e ela dse que poderia ser alergia do gilete e me passou uma pomada de coceira e tudo passou. Só que há mais ou menos uma semana essas bolinhas apareceram novamente só que subiram um pouco, estão mais perto da vagina e é mesma coisa, elas não coçam, apenas ardem, o que coça muito é aquele espaço entre o ânus e a vagina. Tenho parceiro fixo há dois anos e antes dele tive outro relacionamento de quase 3 anos, nenhum deles nunca reclamou de nada. Meu atual namorado sente um pouco de coceira também, mas acho que é por raspar também. Pode ser herpes?

      • Oi Renata,

        Bolhas na região genital é um sintoma de herpes genital, porém tem outras coisas que pode ser.
        Não tem jeito, só o seu médico pode fazer um diagnóstico correto olhando a lesão e pedindo um exame IgG.
        Se for herpes, não se desespere. Dá para tratar e se adaptar.
        Qualquer coisa estou por aqui…
        Abraços,
        Edu

  146. Vida Normal! Realmente estou surpreso também! É o maior intervalo de tempo sem novas crises! Tomo de 2 à 3 comprimidos de 200 mg por dia! Se preferir falar comigo por email (marcalbecker@hotmail.com) Abração! Marçal Becker

  147. Edu pode me tirar algumas ?
    Em quanto tempo em média apois a primeira crise o exame da igg reativo?
    Somente esses exames igg e igm detectam o virus?
    Homens assintomaticos que relatam coceira, em qual região e qual aspecto da pele? gostaria de saber mais sobre isso

    • - É recomendado fazer o exame IgG pelo menos após 3 meses depois da primeira crise. Antes disso existe chance de apresentar um falso negativo pois os anticorpos contra o vírus estão se estabelecendo.
      - O Exame IgG detecta o anticorpo presente no sangue contra o vírus HSV.
      - Coceira, vermelhidão na pele na região genital podem ser sintomas pré-crise.
      Abraços,
      Edu

  148. nunca tive catapora,e estou com herpes genital,
    porem apareceu no meu calcanhar uns pontinhos ,que coçam,o que é isso?
    pode herpes genital passar para calcanhar?estou na primeira crise

    • Oi Sara, o meu herpes genital, deu na perna também, uma vez na coxa e outra no joelho. Acontece por contágio principalmente das mãos. Legal ter maior cuidado com a assepsia nos momentos de crise. Eu passo pomada com um cotonete e só toco nos órgãos genitais (quando estou em crise) na hora do banho e uso protetor diário.Também passo álcool em gel com um papelzinho na borda do vaso após usar. Nunca mais tive crises fora dos genitais depois que comecei a ter esses cuidados.

    • Oi Sara,

      É bem mais raro o vírus da herpes infectar uma região diferente da genital ou oral, mas em alguns casos pode acontecer.
      Acho importante você verificar se não é outra coisa.
      Eu mesmo no passado já confundi uma micose que me apareceu no pé com herpes, pois as bolhas eram bem parecidas.
      Att,
      Edu

  149. Ola Edu, eu descobrir há alguns meses que tenho Herpes, que mais me deixo pensativa era que eu já estava quase uma ano sem sexo. Mas o médico disse que o vírus poderia estar adormecido. Desde que descobrir, todo mês as bolhas aparecem e em seguida a ulcera. Esse mês, usando o aciclovir, apareceu por duas vezes seguidas. Pode isso acontecer, é normal?Sabe me dizer se vai diminuir o aparecimento dessa feridas e se o vírus pode adormecer de novo? Tô preste em terminar meu namoro por causa disso, eu não sei como agira, não sei se eu transar com ele eu posso transmitir. Me ajude.

    • Oi Adriana,

      - Sim o vírus pode ficar em estado dormente por muito tempo e se reativar por algum motivo ou queda no seu sistema imunológico. Na primeira vez que apareceu… se foi bem forte, isso pode indicar que a infecção foi recente.
      - O vírus HSV pode criar fases em que pode se reativar frequentemente e outras em que fica adormecido. Existem muitos “gatilhos” que podem fazer ele reaparecer, como por exemplo, a menstruação, stress emocional, alguns alimentos, imunidade baixa, luz do sol (na herpes labial geralmente), cirurgia e até relações sexuais prolongadas, etc..
      - Ele pode reativar mesmo estando em tratamento supressivo com aciclovir… isso aconteceu comigo várias vezes. Mas não pare o antiviral… a longo prazo ele ajuda a diminuir as crises sim.
      - Não termine com seu namorado por causa disso. Vc precisa se informar um pouco mais sobre a herpes genital, por isso recomendo o meu livro pois o assunto é extenso e coloquei todos os detalhes lá, inclusive como contar ao parceiro, evitar transmissão, tratamento etc… vai te ajudar muito garanto.
      Uma grande abraço,
      Edu

  150. Quero deixar aqui meu agradecimento a vc Edu, pois foi no seu blog que encontrei resposta para agonia que vivi esses ultimos dias. De fato para quem acompanhou meu caso meu marido é sim portador do herpes, porem totalmente assintomatico e só agora apois 10 anos fui contaminada. O medico chegou a afirmar que eu o teria traído mas que como ele não apresentava lesão ia padsar o exame só para desencargo de consciência. Espero que isso possa ajudar mas pessoas tb, grande bj.

    • Oi Vilma,
      Que bom que você conseguiu esclarecer isso.
      Pode ter certeza de que você não é a única que foi injustiçada com desconfianças.
      Isso acontece com muitas pessoas no mundo inteiro.
      Esse vírus engana em muitos casos.
      Abraços,
      Edu

  151. É muito legal achar um blog com tantas pessoas ajudando uns aos outros. Parabens aos moderadores. Fui diagnosticado com o Herpes Genital no inicio deste ano (jan/14), meu mundo caiu. Tive uma relação fora do casamento e contraí essa doença. Vontade de sumir ou suicidar, mas sem condições. Existem pessoas que precisam de mim.

    Tenho pesquisado sobre a Herpes,cheguei a conclusão (espero que um dia possa estar errado) que os grandes laboratorios nao estão interessados em buscar/encontrar A CURA. O mesmo pensamento para a AIDS. Minha tese é que eles perderiam MUITO R$ encontrando a cura e deixando de vender os antivirais. Enfim, espero que algo de sobrenatural (deixei de acreditar) aconteça e surja a cura pra todos nós.

    Obrigado aos adms por dedicar um pouco do(s) seu(s) tempo para este blog.

    • Oi Bosnega,

      É bom saber que vc gostou do meu Blog. Obrigado.
      Minha intenção aqui é que as pessoas possam ver que não estão sozinhas, é ajudar os que acabaram de descobrir e estão sofrendo mais, e trocar idéias e manter todos informados sobre notícias relevantes a tratamentos e pesquisas contra o herpes genital.
      Abraços,
      Edu

  152. Bom.
    Desculpem falar isso aqui, mais estava procurando algum pouco de consolo pela internet.
    Me sinto perdida.
    Descobrir no domingo, só em meu quarto enquanto a ao mesmo tempo que surgiam as bolhinhas de catapora pelo meu corpo, que eu tinha herpes.
    Não tinha, não tenho muito ainda, noção exatamente como é viver com isso.
    Sinto a cada dia meu corpo se afundar mais e meus pensamentos se tornarem negativos.
    Não me vejo tocando mais em alguém.
    Não sei a quanto tempo tenho isso, mais desconfio de um ultia relação sexual que tive sem camisinha. Antes dessa só fiz a 3 anos com o meu ex.
    Eu sei que aqui geralmente é para por palavras de consolo, mais eu não sei o que fazer.
    Não tenho ninguém que me entenda. Estou com medo pelo meu útero que aparentemente já foi comprometido também, infertilidade.
    Sempre sonhei em ter filhos. Estou caminhando para os meus 23 anos.
    Eu contei para minha mãe hoje, pois graças a catapora não teria condições de ir buscar mais remédios para mim na farmacia.
    Sinto me só, sem forças para viver, sem fé, me sinto um tanto perdida por não ter noção de como superar isso.
    E envergonhar a minha mãe dessa forma. Ela disse que esta do meu lado e me dá forças para me cuidar.
    Mas eu não sei.
    Acho que só não me fiz algo pior pois sei que ela não teria condições de pagar um funeral a essa altura e eu não quero endivida-la mesmo após a morte.
    Me perdoem por esse depoimento triste, por favor.
    Mas só aqui encontrei um caminho para me abrir.

    • Oi Beatriz,

      Não precisa se desculpar não… este blog é justamente para isso.
      E a grande maioria das pessoas que estão por aqui sabem muito bem pelo oque você está passando pois isso abalou todos nós, principalmente no começo.
      Com o tempo você vai ver que isso não é tão grave como parece e dá para se ajustar e se adaptar sim
      Muita Força para você…
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

    • Calma flor.. o susto é grande .. mas a dor é opcional. Esta fase de adaptação é demorada, chata , triste.. Mas para sair dela antes de tudo é preciso vencer seu próprio preconceito, observar que vc não contraiu pq quis, foi uma “fatalidade” que pode não ter cura, porém tem solução. A solução é vc ficar calma, reparar mais no seu corpo , verificar o que ajuda a desencadear uma crise e começar a testar as possíveis soluções. Fazer tratamento supressivo ( tomar aciclovir todos os dias até o corpo criar bastante anticorpos e as crises ficarem mais espaçadas), aplicar pomadas durantes as crise, tomar l-lisina, evitar alguns alimentos em excesso como derivados de milho, chocolate. Vc tem que prestar atenção em sintomas que aparecem mesmo sem ter as bolhas como fisgadas na virilha, urina em excesso, febrezinha, vermelidão.. ai vc aumenta a dose do remédio e talvez nem venha ter a crise. E devagar seu corpo e vc irão se adaptar a essas novas regrinhas.. Qto ao medo de ngm mais te querer, de engravidar e tdo mais .., olha todo mundo tem alguma restrição algo que não possa ou não consiga fazer.. tem dias que não vai poder fazer sexo .. em outros tdo ocorrerá normalmente, com camisinha, e qdo estiver se conhecendo bastante nesta nova fase vai saber a hora e com quem deve fazer seu filhinhos. Deus preparou alguém especial para vc, acredite.. com herpes ou sem herpes, pois os planos dele são muito melhores que os seus. Tenha fé, não se desespere.. uma vez q sua mãe agiu com naturalidade..já é um bom sinal q irá dar tudo certo.! Fique bem.

  153. edu como faço pra achar o seu livro? ah me tira uma dúvida ,no meu caso que estou gestante seria recomendado tomar aciclovir ou no estado que me encontro não posso,eu tenho crises todos os meses pelo menos umas duas vezes!

    • Oi Jil,

      Para comprar o meu livro entre no meu site: http://www.dosustoaosucesso.com
      Inclusive, tem um capítulo nele justamente sobre herpes genital e gravidez com todos os detalhes.
      Basicamente… o mais importante é não ter crise na hora do parto. Se isso acontecer, é recomendável que seu médico faça uma cesariana. Por isso é muito importante que seu ginecologista e/ou obstetra saiba sobre a sua herpes genital. Mantenha ele informado. Quanto ao aciclovir… a gravidez é uma fase que tem que ser avaliada pelo seu médico em função da condição específica e pessoal de cada mulher, por isso nesse caso somente seu médico poderá recomendar o aciclovir.
      Abraços,
      Edu

  154. gente,minha primeira crise ta finalisando,as feridaqs estão esbranquiçadas,porem agora está uma coceira infernal…..acontece isso mesmo?o que pode amenizar?

  155. Ola, descobri q tinha herpes em um a viagem pro exterior, foi horrivel, nao tinha medicos qualificados e eu tive q ficar buscando infos pela net. Eu nao consigo saber de quem eu contrai mas, acredito q tenha sido de um garoto q tinha herpes na boca. Depois de quase um ano da minha relacao com ele q eu tive a primeira crise. Como estava viajando, nao estava me alimentando bem e tomando mto sol tds os dias. Tbm tinha parada de tomar whay protein, q mesmo possuindo argigina tem uma maior quantidade de lisina. Para piorar ainda mais eu estava mestruando mto pq havia colocado um anti concepcional interno q desrreguloi todo o meu ciclo e maaais fiquei com dor de ouvido e tive q tomar anti biotico. Ou seja nao sei oq desencadeou ou se foi tudo. Acontece q depois disso, tenho crises frenquetes. Nao tomei nenhum remedio, voltei a me alimentar bem. Cono mto alho, propolis, limao e l-lysina. Minhas crises continuam mas mto mais leves a ponto de parecer somente um pelinho encravado. Acredito na medicina alternativa e no poder do ser humano. Gostaria de saber se alguem ja tentou a ozonioterapia, por favor, quero mto fazer este tratamento mas nunca vi depoimento algum de alguem. Obg e sorte para todos.

  156. ola……fui diagnositicada com herpes,porem o exame de sangue deu negativo…..isso é possivel,????tem alguma outra doença qiue pode ser confundida c herpes genital?

    • Sara, aconteceu o mesmo comigo. Descobri a 2 anos, pois tive aquela primeira e inesquecível crise, procurei na internet o que poderia ser e levei um susto. Com isso corri p meus 2 ginecologistas e ambos confirmaram ao ver o ocorrido. Fiz os exames 6 meses depois e para nossa surpresa deu negativo, repeti um ano depois e também negativo. Tive algumas pequenas crises, porém menos “marcantes” e senti que foram diminuindo a quantidade e espaço de tempo, até que não tive mais, isso tem mais de um ano, graças a Deus. Fiz outro exame hoje, semana que vem pego o resultado, pq mesmo com esse histórico, ficamos neuróticos.

  157. ahn,outra coisa,,,,,,,,,eu to sentindo uma dor esquisita,parecendo que levei um chute no bumbum,,,,,,,so nesse regiao…….faz parte???w

  158. Me identifico com tudo que é descrito aqui, eu sinto uma pressão no ânus,oque me levou a crer na primeira crise que fosse hemorróidas, tive sintomas de cistite, muita dor nas pernas, dor de cabeça, dor nas costas e um mal estar muito grande, fiquei duas semanas com os sintomas, iam passando muito devagar, foi horrível, estou tendo a segunda crise, tenho poucos sintomas e mais leves,as bolhas são poucas e espero que continuem assim, tenho um mal estar parecido com resfriado,dor nas costas e sintomas de cistite, bem leves, não tomei o aciclovir porque acredito que a crise passe com ou sem ele.

  159. Prezados, acho muito interessante um forum como este para a discussao da tematica da Herpes.
    Porem, devo confessar que os comentarios sao exageradamente dramaticos; a impressao que tem-se e que o HSV e um virus tao nocivo quanto o HIV, e que seus portadores estao fadados a segregacao afetiva. Por favor! Em primeiro lugar, e notorio que cerca de 90% da populacao mundial tem o virus, e que, destes portadores, cerca de 10% (somente) nao tem imunidade suficiente para adormecer o virus. Para que voces tenham uma ideia, a AIDS acomete menos de 1% da populacao mundial, ao passo que a hepatite, cerca de 2%.Ora, em assim sendo, ter o HSV e fazer parte de um grupo que engloba grande maioria dos seres humanos, de modo que o receio de transmitir o virus nao me parece de todo fundamentado, principalmente se os portadores se abstiverem do sexo durante as crises (sei que pode haver transmissao sem sinais da doenca, mas a verdade e que as chances sao baixas). Sem falar que a Herpes e uma doenca em geral benigna (embora chata), muito mais branda que a AIDS, por exemplo. A proposito, saibam todos que celebridades como Brad Pitt, Bill Clinton, David e Victoria Beckham, Pamela Anderson, Sheryl Crow, Britney Spears, Rihanna, Katie Holmes, Paris Hilton, Scarlett Johansson, Justin Timbelake, Colin Farell, Orlando Bloom, Jessica Alba (dentre outras) sofrem com a Herpes. Entao, por favor, vamos dar ao problema a real dimensao que ele tem. A leitura de muitos dos comentarios aqui fazem o portador do HSV se sentir um verdadeiro leproso nos tempos de Cristo! Embora as angustias dos comentaristas sejam compreensiveis, nao acho que esse desespero ajude as pessoas que sofrem com a doenca; muito antes pelo contrario. Tenhamos, por favor, uma visao mais otimista e, acima de tudo, mais realista do problema!

    • Oi Bernardo,

      Eu posso te falar por experiência própria que quando agente descobre que pegou herpes genital parece que o mundo acaba.
      Agente acha que nunca vai mais encontrar ninguém, medo de rejeição, vergonha, ect… vem tudo junto.
      Concordo que a herpes não deve ser encarada com um peso tão grande nas nossas vidas, mas não dá para descartar o real sofrimento que causa nas pessoas infectadas. Principalmente no começo.
      Por isso mesmo existem tantos relatos de pessoas sofrendo por aqui. Realmente leva um tempo para aprender sobre esta nova realidade e se ajustar.
      Vc tem herpes genital ou labial?
      Abraços,
      Edu

      • Bernando,não é drama, é desespero de quem pegou e não sabe lidar c isso ainda……eu também me senti assim,e foi o blog o lugar que mais me ajudou,pq ate medico incompetente eu achei ,para insinuar traição e tal……aqui fui vendo que as pessoas depois conseguem ir vivendo c o virus,mas no começo é horrivellllll,nao desejo p ninguem a dor fisica e mental que isso causa,.

  160. Edu:

    Foi você que mencionou sobre possíveis novidades para o tratamento da herpes para este ano?
    Por acaso existe outra doença ou remédio que poderia dá um falso positivo? Como por exemplo os anti-fungos?

    Beatriz:
    Fui diagnosticado com essa praga esse ano, acredite, tive os mesmos pensamentos. Perdi a fé, a vontade de viver, medo da rejeição,medo de perder o emprego e acho que valho mais morto do que vivo! Porem, tenho uma filha linda de 3 anos que depende de mim. Pais que precisam da minha assistência e amigos que sofreriam por com a minha ida.

    Mantenha as forças, acalma-se, morrer nao resolverá o problema, irá trazer outros.
    Estamos todos nós (blog) no mesmo barco, juntos!

  161. edu,meu exame deu negativo,a medica disse que pelo menos o ig…..devia ter dado positivo,fiz o exame logo no inicio da crise,no quinto dia,e as feridas estavam demais……………….assim ela disse que nao devia ser herpes…..oi que acha??agora ela me deu um creme vaginal p candidiase,,…..to usando e a coceira que veio no fim da crise está parando…..devo pedir outro exame??qual melhor epoca de fazer??

    • Oi Sara,

      -Se você fez o exame IgG logo em seguida da primeira crise, então é possível dar um falso negativo. O ideal é fazer depois de no mínimo 3 meses. O melhor é você pedir um exame depois desse tempo e enquanto isso ficar sob observação.
      - A herpes genital pode ser confundida com a candidíase (ou vice-versa) principalmente na primeira crise onde os sintomas são mais fortes e variam mais.
      - Mas continue sim a usar a pomada.
      Abraços,
      Edu

  162. Interessante o motivo pelo qual todos os médicos sem excessão me afirmaram com absoluta certeza e sem sombras de duvidas que o herpes genital somente é transmitido na fase da doença em que há bolhas( vesiculas). Me consultei com 2 dos melhores dermatologistas de Teresina-Pi, 3 Urologistas que são referencias aqui em teresina tambem, 1 infectologistas renomada e 1 imunoligista excelente. Esta ultima é bastante humanista e está fazendo comigo o que talvez nem familiares fariam. Ela está em busca de uma injeção que segundo ela tem excelentes resultados no combate do herpes genital. ela inclusive fez uso dela em sua residência em São Paulo com seus pacientes e os resultados eram excelentes. alguns dos pacientes segundo ela passavam meses sem ter crises. qualquer novidade informo aqui pessoal. Embora fazendo uso do valtrex, tive relações sexuais por 3 dias consecultivos, e no 4 dia, adivinha quem aparece? ele mesmo, esse infeliz. ja estou com 6 dias de crises e ainda apresento edema na região de prepucio. horrivel isso! :(

    • fgomes, já os médicos que consultei 1 ginecologista e um infectologista, ambos já com bastante tempo de experiência, me disseram que pode pegar sim, mesmo sem feridas, só que é muito mais difícil de acontecer. O Infectologista inclusive foi diretor do Emilio Ribas que é referência em doenças infecto contagiosas.

    • Sabem oque é pior? é nunca saber oque vai acontecer,no meu caso se tenho relações dois dias seguidos elas aparecem mesmo!! e aí? vou viver eternamente sem me envolver com ninguém, tenho uma pessoa e saímos as vezes, por medo de encarar uma relação séria e precisar explicar o motivo, insegurança e medo de não ser aceita.

  163. Oi gente ! Tenho 20 anos e fui ao ginecologista pela primeira vez nesta quarta-feira, pois apareceram essas benditas feridinhas em mim! ele me examinou e disse que eu tenho esse vírus! já estou com dores intensas há 3 dias, e parece que os remédios não me causam efeito algum! nao consigo ir ao banheiro, estou passando mt mal, mt enjoada, nao sei se é por causa dos medicamentos. e o médico disse que essa é só a primeira crise, que irá vir outra nas próximas semanas e eu ainda nem me curei dessa, que me causa imensas dores! eu nao sei o que fazer, nao contei para os meus pais, por vergonha! nem para os meus amigos! fico imaginando como a minha vida vai ser daqui pra frente.. é uma loucura isso! pra piorar minha imunidade é muito baixa, tenho medo de ter isso todo mês! me ajudem ::/

    • Oi Bia,
      A primeira crise é muito mais forte que as recorrências. Para mim foi assim também. Sei que não é fácil, mas aguente firme pois vai passar. Seu sistema imune está criando os anticorpos e logo logo vai fazer o vírus regredir.
      Sobre as recorrências… algumas pessoas apresentam crises constantes e outras não. Só com o tempo você poderá saber como será com você.
      Principalmente para você que está “começando” com herpes genital, recomendo muito meu livro.
      dê uma olhada aqui. http://www.dosustoaosucesso.com
      Abraços,
      Edu

  164. boa tarde edu..
    muito bom esse blog..
    parabéns pela atitude..
    gostaria de saber seu email para mim entrar em contato com vc..
    contrair a herpes genital a pouco tempo..e tenho algumas duvidas

  165. Muito mais difícil Monique? Ele chegou a falar em valores percentuais???? quero muito fazer sexo com minha namorada sem preservativo quando não estiver em crise. so que tenho muito medo de passar isso pra ela. ela não sabe que tenho o virus. :(

    • Oi fgomes,meu médico não falou em porcentagem, mas tenho consulta este mês vou ver se existe este dado e falo aqui. Agora eu mesma devo ter pego em fase de incubação, Estava namorando há 5 anos quando tive a primeira crise, meu parceiro nunca apresentou sintomas desde que estou com ele. Acabamos conversando sobre o assunto e ele tinha tido alguns sintomas parecidos com Herpes antes de namorarmos, mas nunca sentiu dor e nem percebe a crise.
      Existe a chance de eu ter pego de outra pessoa e ter ficado incubado por vários anos, mas meu médico acha improvável, pois sempre tive crises de baixa imunidade, segundo ele a doença teria se manifestado antes.

  166. edu
    há aproximadamente 5 meses saiu duas feridas em meu penis nada de caroço
    uma inflamação infernal tipo uma afita dolorida então achei q era herpes
    fui ao medico e as mostrei ele falou que poderia não ser herpes e sim uma inflamação
    pelo excesso de coro que tenho.
    beleza se passaram 4 meses e alguns dias e a infecção voltou
    então voltei ao medico alegando se não era herpes mesmo
    então ele me pediu para fazer exames fiz herpes simples tipo1/2 eie igg
    e herpes simples eie igm e os dois deram não reagente é possivel ainda ser herpes
    ou esta ipotese esta descartada, estou desesperado edu me ajuda
    e tambem sai essas mesmas feridas( aftas na parte interna da minha boca ) sera q pode ser
    alguma doença no figado ou o que sera me dê sua opinião
    desde já abraço!!

    • Oi Alifiron,
      Olha… se deu não reagente no IgG e como você fez o teste com mais de 4 meses da primeira aparição, então acredito que não seja herpes genital. Mas fique de olho… se aparecer denovo, então pode ser uma recorrência de herpes e aí seria interessante vc pedir um novo exame IgG.
      As aftas na parte interna da boca acho que não está relacionada. Porém somente um médico pode avaliar seu caso específico olhando o problema de perto para fazer um diagnóstico correto.
      Abraços,
      Edu

  167. tenho muitas duvidas sobre o herpes genital…
    eu peguei esse virus a 4 meses.. tenho crises 1 vez ao mes..
    eu pratico jiu-jitsu, e semana passada eu parti meu berço.em um rola…e ficou uma feridinha….no berço.gostaria de saber se essa feridinha pode vim a se transformar em uma herpes labial? ja que eu tenho o vírus em meu organismo..
    aguardando sua resposta edu..

  168. Boa tarde Edu.

    Tenho 32 anos e há uma semana descobri que tenho herpes genital.
    Assim como li em alguns comentários, a única bolinha que me apareceu ( tive uma ingua que apareceu dias depois, meu sistema reagindo né) dói menos do que o lado emocional. Sou uma pessoa conservadora em relação à sexo, não dormi com muitos homens… 7 sendo 2 namorados ainda soa muito. ..o fato é que dentre essas experiências me descuidei em duas e agora me encontro nessa. Estou triste comigo, preciso me perdoar, achar um meio de melhorar minha auto estima. ..o medo da rejeição é evidente.

    • Oi Simone,
      Eu costumo dizer que herpes genital é um pequeno problema de pele mas um grande problema emocional.
      Para mim também foi assim, principalmente no começo. Até agente aceitar e se adaptar a essa nova realidade é bem comum sofrer emocionalmente.
      Quando eu descobri que tinha pego herpes genital, há muitos anos atrás, (hoje estou com 40 anos) fiquei desesperado, deprimido, me isolei de novos relacionamentos por um tempo, ou seja, achei que minha vida amorosa tinha acabado e que nenhuma outra garota iria me aceitar por causa disso. É… o famoso medo de rejeição. Mas como conto no meu livro não foi bem isso que ocorreu. Não foi fácil para mim naquela época… nem internet tinha. Eu me sentia sozinho no mundo com isso.
      Mas olhe… dá para superar e se ajustar a isso sim. Tenho certeza de que você vai conseguir.
      Abraços,
      Edu

    • Ola simone,

      Minha história é bem parecida com a sua. Tbm me senti culpado e não me perdoei por muito tempo. Achava que devia ter me cuidado mais, não aceitava o fato de ter a doença… Consegui superar esta fase e tenho certeza que vc tbm vai conseguir. O medo da rejeição sempre vai existir, mas temos que ser honestos com nós mesmos e não nos ocultarmos do mundo. É como o Edu falou, apenas um detalhe que temos que nos adaptar. Seja forte e corajosa, confie em Deus e tudo vai dar certo.
      Se quiser, entra em contato comigo: franco_goncalves@hotmail.com

      Abçs.

  169. Não rafael..o a feridinha pode ser uma porta da entrada caso por exemplo se tenha contato através do beijo, objetos ( copo , talheres) e sexo oral com alguém que tenha o vírus e esteja em crise assin ou sintomatica

  170. Resumindo o meu histórico para melhor compreensão: tenho 41 anos, escolaridade superior, profissionalmente bem sucedido, contexto social – classe média alta, atraente e sociável.
    Contrai herpes genital há bastante tempo, cuja recidiva ocorre em média duas a três vezes ao ano. Quanto às consequências e sintomas físicos, são mínimos, em torno de seis a oito dias desaparecem.
    O que pior me ocorre desde então é que evito relacionamentos sérios, que transcendam a meros romances sem o compromisso do cotidiano, pois assim pode haver intermitência na relação, não sendo necessárias explicações. Isto, na realidade, para evitar revelar o fato e se colocar diante dele perante uma parceira, na ocasião de uma recidiva, pois neste ultimo caso não teria como me afastar sem justificativas, após os primeiros sinais até o total desaparecimento de qualquer sintoma.
    Busco contato com mulheres acima dos trinta anos, na mesma situação, profissionalmente independentes, e que preferencialmente resida ou costume vir a Fortaleza.
    Não tenho dúvidas de que o conforto e o alívio de saber antecipadamente que a pessoa que estamos nos envolvendo também já tem herpes, nos proporciona paz e tira 90% do peso que o herpes nos causa.
    contato: robertofortal333@hotmail.com

  171. Olá. Edu, gostaria de saber se pode me ajudar a esclarecer algumas coisas. Meu namorado teve pequenas bolhas no pênis há dois meses atrás, foi consultar em um dermatologista e este, afirmou, não se tratar de herpes, msmo sem ter realizando nenhum exame. Nos despreocupamos após a consulta. O problema é que agora em março, realizei meu preventivo de rotina, o papanicolau, e ao pegar o resultado, apareceu na conclusão do exame a seguinte frase “Aspectos sugestivos de infecção pelo vírus do Herpes Simples”. Fiquei chocada. Tenho Herpes labial há muitos anos, no momento da coleta do papanicolau, estava com uma herpes no lábio. Esta é uma de minhas duvidas, uma herpes no lábio indicaria um resultado positivo no papanicolau? O exame papanicolau pode realmente detectar uma herpes labial ou genital?
    Que outro exame é possivel realizar para detectar se essa informação é verídica? Seriam estes q vcs citam nos comentários, o IgG e IgM ou a algum outro?
    Grata!!!

  172. Vou relatar minha história aqui para que alguém possa colaborar com algum comentário. Descobri esta semana que estou herpes genital através do papanicolau que dizia “Aspectos sugestivos de infecção pelo vírus do Herpes Simples”, e hj pela manhã a ginecologista confirmou. Final do ano passado, meu ex-namorado apresentou umas bolhas no pênis, que duraram cerca de uma semana, (namorávamos a distancia, há 4 meses do momento da crise, e antes nao havia percebido nada), ele julgou terem surgido pelo atrito da camisinha, disse q era a primeira vez q dava isso nele (comentei que poderiam ser sintomas de herpes, pois tenho herpes labial, e as bolhas eram iguais),e contou tbm q depois foi consultar em um dermatologista, e este falou q não eram herpes, mas não fez nenhum exame para confirmar. Inicio de março, realizei o papanicolau, e ao mesmo tempo, na mesma semana, comecei a ter sintomas de ardência ao urinar. Fiz um exame de urina, achando que fosse infecção urinaria, mas o resultado foi negativo. Depois tive coceiras, eu e meu ex-namorado tomamos o fluconazol e as coceiras passaram, assim achei q fosse a candidíase. Mas, esta semana ao pegar o resultado do papanicolau, apareceu q tinha herpes genital, e depois de ler em vários sites, os tipos de sintomas que podem aparecer, julgo que a ardência q senti e a coceira, eram sintomas da herpes, já q foi na mesma semana que fiz o exame. Não tive bolhas, feridas, nada. Minhas duvidas são as seguintes:
    - É possível ter uma primeira crise tranquila, só com bolhas no pênis (como a de meu ex-namorado)sem nenhum outro sintoma aparente?
    - Eu ter sentido aqueles sintomas, e não ter tido as bolhas e ferida, representa mesmo assim, sintomas da herpes?
    - É possivel a seguinte transmissão: Eu, com herpes labial, bjar meu namorado, e através do sexo oral ele me passar o virus e eu adquirir o herpes genital e depois passar pra ele?
    - Estes exames que estão dizendo IgG e IgM, posso realizar para detectar mais alguma coisa?
    A ginecologista com a qual consultei, nao soube me informar, ou respondeu negativamente para algumas perguntas, e disse q é possivel apenas exames de herpes qdo se tem a lesão.
    Vou procurar outro para me informar melhor, e torço para que nao desenvolva estes sintomas tão cedo. :(.

    • Olá Si,

      Respondendo a suas perguntas…
      1 – Sim. Para algumas pessoas a primeira crise pode ser fraca. Por isso existem alguns que nem sabem que possuem herpes genital, porque suas crises são bem fracas. Para alguns, as bolhas podem ser bem pequenas e serem confundidas com outras coisas.
      2- Você pode ter apresentado realmente outra coisa junto com a herpes. Mas ardência ao urinar, coceira, vermelhidão pode ser sim sintomas pré-crise. Sabe que quando tive a minha primeira crise também tomei antifúngico (por conta) pois achei que era somente uma bactéria ou um fungo e não fiz correto de marcar uma consulta.
      3- Não é provável que foi assim. Se você já tem anticorpos para o tipo 1 então seria muito difícil vc pegar o mesmo na região genital, pois além disso não é o local de “preferência” deste vírus. No seu caso é provável que vc tenha o tipo 1 na região labial e o tipo 2 na genital. Não posso dizer com certeza, mas é mais provável que seu ex-namorado tenha transmitido o tipo 2 a vc através do sexo genital.
      4- o Exame IgG serve para detectar o tipo de vírus ao qual vc tem anticorpos ( hsv tipo 1 ou 2, ou ambos).
      Abraços,
      Edu

  173. Oi Boa tarde pessoal!
    Contrai essa doença em 2004 com meu segundo namorado, terminamos e eu tive outros parceiros, mais nunca nenhum comentou que tinha pego o vírus quando a gente estava se relacionando, porém sempre tive cuidado e nunca tinha relações quando as lesões apareciam, aí não sei se passei p eles.
    Minhas crises aconteciam de 3 em 3 meses, porém a 1 mês comecei a tomar whay protein e já tive 3 crises em 1 mês, gostaria de saber se posso tomar o BCAA no lugar do Whay? Pois o BCAA não tem arginina na composição e sim a Lisina.

    • Oi Gabriela,

      Não conheço esse BCAA, mas se não tem arginina já é uma grande coisa. O vírus da herpes genital “adora” arginina. Existe uma tendência grande de gerar novas reativações do vírus quando exageramos em alimentos com arginina. Pelo menos na minha experiência própria é assim, e pelo que pesquisei, isso parece ser o caso para muitas pessoas.
      Abraços,
      Edu

      • Alguem sabe me informar se o suplemento maltodextrina pode reativar o virus da herpes??? Obrigado. Comecei a usa-lo recentemente.

      • Excelente noticia. Ja esta disponivel no brasil a vacina pra HERPES ZOSTER. ISSO INDICA q poderemos estar livres desse demonio da herpes simples daqui a algum tempo.

  174. Muito obrigada pela informação Edu, pq tive várias crises em 2 meses que tô tomando whey, vou dar um tempo nos suplementos e depois vou testar o bcaa, quanto ao maltodextrina que meu amigo fgomes tá perguntando eu não sei informar, mais é só olhar na composição e ver se tem arginina, mais acredito que não.

  175. Gente, procurei o grupo fita amarela no face e nao achei. Bom, Edu, tive a liberdade de criar um novo grupo chamado EU NAO ESTOU SÓ.(https://www.facebook.com/groups/385958994876325/) se quiser administrar, passo os direitos para voce.

    A ideia é compartilhar experiencias, noticias, ideias, ajuda e tudo relacionado ao nosso probleminha.

    Bom, uso pseudo Bosnega. Acho que deveriam fazer o mesmo, caso nao queiram se expor.

    Se nao gostarem a ideia, vou excluir. abraço. Quero apenas ajudar.

  176. Ola, eu tenho a herpes a 15 anos, aprendi a lidar com ela, logico que ainda fico muito triste quando ela volta, mas já fiquei mais de 1 ano e meio sem crises, o que me ajudou muito foi meu dermatologista que me receitou o aciclovir manipulado que é bem mais barato, e eu tomo complexo B todos os dias, quando começo a ter os sintomas tomo o aciclovir e em dois dias não tenho mais nada., mas a vacina é muito esperado….

  177. Olá, amigos!
    Namorei por muitos anos o mesmo namorado, nunca tive nenhum tipo de sintoma.
    No mesmo período tive eventuais momentos de imunidade baixa, uma vez tive anemia e uns 2 anos após tive uma pneumonia muito forte,(mas nunca tive nenhum sintoma de ter esta doença). Fico em conflito querendo saber qual dos dois me contaminou, seria possível eu já ter a doença e ela nunca ter se manifestado, mesmo nestes períodos de baixíssima imunidade?
    Recentemente, terminei meu namoro e comecei a namorar outro rapaz, em 3 meses de relacionamento sem mais nem menos tive uma semana de horror, 2 bolhas apareceram na região vaginal, senti muita ardência na região ao urinar e ao contato com a água, dores fortes musculares também na região das nádegas. Fui ao médico e a mesma me deu a notícia que era Herpes Genital, fiquei apavorada. A crise durou cerca de 10 dias, quando comecei a tomar a medicação já estava tudo bem.
    O grande problema é que os medica me deixou um pouco constrangida e não soube me dar a notícia (me assustou e disse que eu nunca mais poderia fazer sexo sem camisinha)… “me senti a pessoa mais podre do mundo” (e olha que só tive apenas 2 parceiros sexuais na minha vida, tenho 25 anos).
    Queria tirar algumas dúvidas com vcs que já possuem certa experiencia:
    1. Meu namorado nunca teve nenhuma crise, existe algum exame que o homem possa fazer para saber se tem ou não a doença? Ou teremos que esperar alguma crise para saber se ele tem ou não?
    2. Li em alguns sites que a primeira crise é sempre a pior, que depois é menos dolorosa, verdade ou mentira?
    3. Supondo que ambos tenham a doença, existe problema em se relacionar sem camisinha? Ou mesmo que ambos possuam é bom sempre usar o preservativo?

    • Oi Luana,

      1- Como você teve uma forte crise, é quase certo que vc pegou herpes genital deste seu último namorado. O exame que ele deve fazer é o IgG específico para determinar a presença de anticorpos para o vírus HSV-2 ou HSV-1.
      2- Verdade. As recorrências são bem mais fracas do que a primeira crise.
      3- Se vocês dois possuem o mesmo vírus da herpes, então podem transar sem camisinha sim que não tem mais problema (somente em relação ao herpes ainda podem existem outras doenças). Mas não é recomendado transar se algum de vocês estiver com sintomas presentes.
      Sinto muito que a médica tenha te assustado desta maneira… mesmo que um tenha herpes e o outro não, se for consensual, ambos sabendo que existe uma pequena chance de transmissão assintomática, e nunca transando com crise ou sintomas presentes, é possível sim transar sem preservativos. Imagine só, se não fosse assim, casais discordantes ( quando um tem herpes e o outro não) nunca poderiam te filhor ou levar uma vida sexual normal.
      Abraços,
      Edu

  178. Oi gente.
    eu estou com uns sintomas de Herpes Genital, e não sei oq faço … meu medico esta marcado oro dia 05 e estou muito nervosa , ..na verdade eu nem sei se estou mas meus sintomas me mostram que ei tenho. meu ex fez oral em mim há uns 2 meses atras.. de um mês pra cá eu comecei a sentir bastante dor na região vaginal , e minha virilha e bumbum anda muito dolorido.. vi uma bolha entre os labios internos dai pesquisei e vi que era Herpes.. Não sei mais oq faço pq minha mãe vai me matar se soubber.. estou rezando pra q o médico diga q não estou mas tudo indica q sim…não sei mas oq vou fazer , ja sou mto depressiva agora ainda mais ….

    • Oi Aline,
      O importante agora é vc confirmar se tem ou não.
      Até lá, é bom ficar “sob observação” e evitar relações sexuais se estiverem presentes quaisquer sintomas.
      Se for herpes genital, tente manter a calma, não é o fim do mundo, tem maneiras de se adaptar a isso.
      Com alguns ajustes da nossa parte, é possível sim levar uma vida normal.
      Abraços,
      Edu
      PS: Não posso deixar de recomendar o meu livro sempre que vejo alguém que pode ter acabado de adquirir herpes genital. Principalmente nessa hora, tenho certeza de que o livro irá ajudar ainda mais.

  179. Olá, estou muito preocupada pois nunca apresentei nenhum sintoma, mais há poucos dias apareceram bolhas e fiquei preocupada, pesquisei e acredito ter contraído esta doença pois os sintomas batem.. Tenho 18 anos apenas e estou muito chateada, ainda não fiz nenhum exame mais vou fazer, e para piorar conheci uma pessoa e posso ter transmitido para ela pois não sabia o que era… O que eu faço?

    • Oi Thais,
      -Primeiro é preciso vc confirmar mesmo se é herpes genital.
      -Depois, se for, o importante é vc aprender tudo sobre esta doença. Sei que pode parecer assustador no início, mas dá para se adaptar.
      -Pode ser que vc não tenha transmitido para a outra pessoa… não tem jeito, vc só vai saber se acontecer algo e ela te falar.

      Thais… se for herpes , o meu livro pode te ajudar bastante. Tem toda a informação que vc precisa saber sobre como conviver com esse vírus, tanto fisicamente como emocionalmente.
      Abraços,
      Edu

  180. Muito complicado o lado emocional,estou vivenciando isso hj,a 3 dias descobri que eu estava com herpes genital, peguei de uma mulher que havia conhecido a 4 meses,e houve uma noite q a mesma me seduzio pra fazer sexo sem camisinha,eu ate disse não,mais ai ela me falou q era saudável,e fiz e muito medo persuadiu minha mente,em 4 dias começou uma coçeira e vermelhidão,até menosprezei que pudesse ser algo fe serio,pensei q fosse alergia a algo,ou um mosquito,mais ao passar do dia surgiu uma erupção e começei a me alarmar, e ela foi aumentando de tamanho e coçado em um local próximo ai foi a hora q me apavorei,começei a pesquisar e estava em dúvidas,até q eu percebi q estava com uma dst,minha dúvida seria se fosse sífilis ou herpes genital,antes de ir ao medico fiz um exame por conta própria o VDRL,mais deu negativo,e rapidamente fui ao médico e ele falou q eu estava com herpes,me passou um remédio penvir,desde esse dia minha vida mudou,fiquei indgnado comigo a cadamesmo,pq fui confiar na pessoa,desde os sintomas minha vida está confusa,pensei muitas besteiras,liguei pra mulher q a qual passou para mim,ela ficou chocada pq segundo ela n sentia sintomas de nada,ela ficou muito triste tbm,estou a cada dia mentalizando q minha vida nunca mais será a mesma,pois vou carregar um virus transmissivel p resto da vida até q descubram a cura,mais estou procurando me readaptar a melhor forma de viver,sei q é ruim mais temos q aceitar,da medo em ser rejeitado ao falar para namorada,mais temos que ter Deus em nossos corações e ter fé que a cura deve estar próxima,para nos tirar desse mal,boa sorte a tds nós.

  181. Estou interessado em fazer um concurso para a policia, lendo o edital vi que existe uma determinação quanto ao exames de vrdL que afirma (nenhuma doença sexualmente transmissivel operante) esse é o que me preocupa posso fazer ou nao?

  182. Olá Edu!
    Anteriormente já havia deixado 2 comentários com várias duvidas, e hj venho aqui apenas para parabenizá-lo. Agora já faz quase um mês que descobri que tenho Herpes, e desde q vi seu site, presumo que li tudo que a nele, desde suas postagens qto todos os comentários, e foram mto elucidativos. Por este motivo quero parabeniza-lo por seu trabalho, pelo seu livro, e dizer que continue arranjando tempo para responder aos comentários das pessoas, pois como vi, ha comentários desde 2011, e as preocupações e dúvidas (que eu tbm tive) são sempre as mesmas para quem descobre ter esta doença, e ter alguém que sane nossas dúvidas imediatas, faz toda a diferença. Não encontrei outro site que supere este. Então o que tenho a dizer é que, continue oferecendo seu livro a todos que passam por aqui, e recomendo às pessoas, se puderem, comprar, pq possui uma leitura mto importante.
    Estava tão desesperada há um mês atras, mas hj estou aprendendo a conviver com isso. Creio que contrai a doença ha uns três meses atrás, ainda não tive nenhuma crise, mas se tiver, estarei preparada. Por isso a importância tbm dos comentários das pessoas que vem até aqui para contar o q estão fazendo para prevenir as crises, aprendi mto e várias medidas naturais que li estou incluindo em meus hábitos da vida diária.
    A todos que passam por aqui, dediquem um tempo a leitura dos comentários que trazem explicações importantes sobre atitudes a serem tomadas, formas para evitar o contágio, e o que fazer qdo se está em crise.

    Obrigada Edu!

    • Oi Si,
      Obrigado!
      Sim… pretendo continuar sempre ajudando. Sei bem como é quando agente descobre que pegou herpes genital.
      Na época que peguei, eu sofri muito, sozinho com isso, sem ter ajuda de ninguém. Veja que naquela época (1994) a internet nem existia ainda por aqui!
      Deixei isso me atrapalhar muito por alguns anos no início.
      Um dos motivos de ter escrito o livro foi justamente para dar este suporte a quem mais precisa (os que acabaram de ser diagnosticados).
      Ha, obrigado também pela recomendação do meu livro.
      Abraços,
      Edu

  183. edu
    a 5 meses sairam feridas no meu penis
    fui ao medico ele me pediu ums exames e me disse q achava q n era herpes mas
    dentre os exames n tinha o igg nem o igm então 4 meses depois voltaram as feridas
    fui ao mesmo medico então ele pediu os exames que vc fala q é o certo e os dois deram não
    reagente ele denovo me falo q podia cer uma balanite e agora 1 mes depois denovo as feridas oq uqe vc acha edu sera possivel eu ainda estar com herpes mesmo com os exames dando negativo ? desde ja agradeço

    • Oi Alifiron,

      é estranho mesmo… já passou bastante tempo (4 meses) então se fosse herpes já deveria dar reagente pois nesse tempo vc já teria desenvolvido anticorpos suficientes.
      Por outro lado, essas suas feridas recorrentes (começam como bolhas?) podem ser sintomas de herpes sim.
      Pelo que sei, o Exame IgG para herpes pode dar um falso negativo sim, mas isso é mais provável quando a infecção é recente e os anticorpos ainda não foram bem estabelecidos.
      Como é um sintoma que vai e vem (bem característico de herpes genital), então acho que é recomendável você refazer os exames de IgG para HSV tipo 1 e 2. Mas de repente, mude de laboratório. E , é claro, mostre novamente ao seu médico.
      Espero que não seja, mas é bom investigar a fundo isso.
      Abraços,
      Edu

  184. Olá Edu,
    há 5 meses atrás,surgiu uma infecção bem grave na minha genital…surgiu inesperadamente como umas manchas brancas bem aderidas a pele da vulva!fui ao ginecologista e ele me pediu alguns exames para fazer e como os exames deram negativos para DST,ele me passou por precaução o aciclovir para tomar!tomei o remédio(3 vezes por dia)e a infecção piorou muito!Fui a um novo ginecologista e o mesmo me passou antibiótico e uma pomada que se chama Permut para passar no local!foram quase 2 meses passando a pomada para que secasse a ferida!perguntei a ele se poderia ser Herpes(tenho relação com meu namorado há um ano)ele me disse que não tem dst(ele é médico e tbem faz exames periódicos)bom…depois desse episódio há 5 meses atras,apareceu novamente na vulva um pequeno ponto de infecção(nada de bolha nem nada,apenas uma pequena infecção(bem pequena mesmo)como se fosse afta!fui novamente a um outro ginecologista e ela me disse que não tinha nada a ver com herpes,que era uma pequena infecção e colheu material da vagina e analisou microscopicamente.Ela me disse que não viu nada anormal e que era para eu passar uma camada bem leve da pomada Permut no local que resolveria..como de fato foi!Sabe..tenho dúvidas por que passei por 4 ginecologistas,o primeiro passou aciclovir talvez achando que seria herpes e os demais disseram que não seria!O Aciclovir não ajudou,pelo contrário..a infecção apenas aumentou,essa pomada permut pelo que li é contra indicada para Herpes simples,quando tive a infecção,não tive nenhuma bolha(nem quando tive no começo que foi fortíssima pois a segunda foi muito pquena e eu só observei pois fiquei com esse hábito e observo todo dia!A minha ginecologista me disse que não é para me preocupar por que não é dst,fiz exames e deram negativos,pelo jeito foi uma infecção bacteriana pois melhorou quando tomei e usei antibiótico!
    Edu…sei que vc tem herpes há algum tempo pois li sua história,o que vc acha disso que te contei ?te pergunto pois acho que as vezes quem vivencia ou vivenciou a situação tem uma visão melhor!fico insegura mas porém não perco a fé!teria como só da sua opinião se não for incômodo?
    obrigada pelo blog,paz e luz sempre a todos!!!
    abraços!!!!!

    • Oi Núbia,
      Se sua ginecologista chegou a olhar a infecção e disse que não era herpes, então acho que vc pode ficar tranquila, ainda mais que vc disse que fez os exames e não deu nada. Deve ter sido sim uma infecção bacteriana como ela falou.
      Abraços,
      Edu

  185. Conviver com Herpes é complicado, principalmente para mulheres que sofrem de crises de TPM, como eu. Contrai herpes genital do meu namorado, que é portador assintomático :/ Quando vi as bolhas fiquei em choque, pois já namoramos a mais de 1 ano, e a 3 meses que tive a primeira crise, foi horrível, passei uma semana sem sair de casa. Fiz uso de aciclovir por 10 dias, vitamina C com Zinco, a pomada de aciclovir e água boricada para limpar as feridas, fazia a limpeza a cada 4 horas, e passei a me alimentar bem e evitar alimentos gordurosos, com isso reduzi a infecção inicial para apenas 6 dias, mas continue com os remédios e tudo mais por os 10 dias. Hoje, estou de novo em crise, bem mais leve, é a minha segunda depois da inicial, apareceram sintomas de gripe ontem, além de stresses, hoje acordei com as bolhas :/
    Convivo bem com meu namorado, não culpei ele, estudo Biomedicina, sei que é uma doença normal, podendo até ser contraída da mãe na infância, mais de 70% da população mundial tem, ou teve contato, alguns portadores assintomáticos, outros sintomáticos. Não é bicho de sete cabeças, não é vergonha. Temos apenas que nos tratar quando tiver em crise e não ter relação no período. O mundo não precisa saber, mas seu parceiro/a sim!
    O que resta é levar uma vida saudável para tentar manter o sistema imunológico ao máximo e assim evitar as crises.

  186. Edu, rapaz… Sem saber comprei Creatina para a musculação. Já fazia uns meses sem nenhuma reação… Daí quando comprei a bendita creatina, surge novamente as bolhas. Daí, estava olhando uns comentários e percebi que o herpes adora a arginina como você falou. É isso mesmo, a creatina em seu composto tem a arginina. Poxa, que vacilo.

    Valeu Edu!

    • Oi Tony,

      Eu também uma vez “me preguei” a comer um monte de castanhas de cajú que eu tinha ganhado e eu já sabia que ira vir uma crise logo logo. E dito e feito…
      Pior é que eu não me arrependo das castanhas! :)
      Abraços,
      Edu

      • nossa eu nem sabia da castanha!!!mas tem muito sentido mesmo….quando sentir que ela vem só tomar complexo B, dois comprimidos de manha e dois a noite por 5 dias,

  187. Olá Edu, gostaria de esclarecer uma duvida… transei com uma mulher no sábado a noite, na segunda feira ela disse que estava com uma alergia nas partes intimas, foi ao medico e ele pediu o exame de Herpes, o exame deu positivo, isso faz 3 semanas e não senti nada e nenhum sintoma… estou com medo de fazer o exame… posso ter contraído a vírus mesmos assim?

  188. Olá Edu,há uma semana atrás descobri que estou com herpes genital,até o diagnóstico final tentei acreditar que não seria herpes ja que achava que o carocinho doloroso era diferente da herpes que ja tinha visto em fotos.Pois bem,fui na ginecologista,e ela me pediu o exame de sangue que confirmou a herpes.Ela me passou o penvir,mas não me deu informações a respeito da doença como eu gostaria.Bem queria saber agora qual médico devo procurar,porque ja me falaram que preciso procurar um imunologista,mas ja li que o infectologista seria o médico ideal.

    Abraços!!!

  189. Boa tarde Edu,
    Confesso que caí aqui, fazendo uma busca mais aprofundada a respeito da Herpes.
    Semana passada, foi mto difícil para mim, fiquei mto nervosa e minha imunidade caiu. Tive uma faringite muito forte, o que está durando até hoje e junto tive uma forte coceira na vagina. Como sempre q ficava nervosa tinha crises de Candidíase, comecei a tratar sozinha como se fosse mais uma. Porém, apenas do lado direito da vagina apareceram bolinhas, que na verdade pareciam-se com aftas. Mandei msgm ao meu ginecologista e ele agendou uma consulta de emergência. Ao olhar, constatou que é Herpes. Na hora, meu mundo parou. Sinceramente, acredito ter pego durante o sexo oral que fiz com um companheiro há poucos dias (não houve penetração). POrém, ao ler em diversos lugares que o vírus pode ficar latente até sua primeira ativação realmente não sei o q pensar, se realmente foi desse rapaz, ou se já tinha e jamais desconfiei. O caso é, que estou desesperada. Assumo, que o me dá mto prazer é o sexo oral. O que devo evitar daqui para frente?????? Não poderei fazer sexo sem camisinha com meu companheiro?????
    NO momento, as dores estão muito fortes, e meu médico disse q esta primeira crise é assim, as demais costumam ser mais amenas. Estou tomando o remédio Penvir duas vezes ao dia, e passando a pomada Penvir tbm…será que demorará muito para a dor e as “aftas”sumirem????
    Estou tentando trabalhar meu psicológico para aceitar isto, mas estou com mto medo. Sempre fui retraída, no que se trata de sexualidade e tive quadros depressivos graves durante toda a minha adolescência e tenho medo disto agravar agora.
    Contei apenas para minha mãe e uma amiga, que tentaram me tranquilizar. Mas realmente, estou perdida….
    Tenho 30 anos, sempre fui muito contida e acredito que daqui para frente me fecharei ainda mais.
    Li muito que a Herpes está presente em 80% das pessoas, porém a maioria ainda não a desenvolveu. Não sei como peguei….porque tive pouquíssimos companheiros, por isso a desconfiança caiu sobre o dia do sexo oral.
    Este blog me ajudou muito…mas td que li são pessoas que estão sofrendo demais…como devo agir agora??? Fiquei com vergonha até de pedir o remédio na farmácia….

    OBrigada pela atenção e pelo cuidado que tem com as pessoas que assim como eu, procuram ajuda aqui,,,,

    • Oi Kath,

      vou tentar responder algumas coisas que vc perguntou…
      - se sua crise está bem forte e foi a primeira que vc identificou com bolhas, então isso pode ser indício de uma infecção recente. As recorr~encias são bem mais fracas que a primeira crise.
      - Para saber se foi durante o sexo oral que vc pegou, vc precisará fazer um exame de IgG, que detecta os anticorpos presentes. Se foi pelo sexo oral, então dará reagente para o HSV tipo 1. O tipo um não é o maior causador de herpes genital, pois ele é o que causa herpes labial, porém atualmente está existindo um aumento de casos de herpes genital pelo tipo 1. Se por outro lado der reagente para o tipo 2, então vc se infectou por sexo convencional mesmo. Porém se vc fizer esse exame agora, pode dar um falso negativo pois seu anticorpos ainda estão sendo estabelecidos (se esta foi realmente sua primeira infecção). Por isso é melhor vc fazer o teste depois de no mínimo três meses da primeira crise. Bom… acho que vc poderia pedir ao seu médico para fazer um agora e depois fazer outro.
      - Se não for usar preservativo durante o sexo, vc e seu parceiro precisam estar cientes de que mesmo sem uma crise ou sintoma presente, existe uma chance de transmissão assintomática (sem sintomas).
      O principal para evitar transmissão ao parceiro é nunca transar se estiver com uma crise ou qualquer dúvida de sintoma presente, nem mesmo com camisinha.
      - As crises de herpes genital costumam sarar por completo entre 7 a 12 dias, porém uma primeira crise pode demorar um pouco mais. Mas como vc já está medicada, então acho que logo vc sentirá uma melhora.
      - O psicológico com certeza demora um pouco mais para resolver.
      Vc disse que leu muitos comentários aqui de pessoas que estão sofrendo demais… realmente, mas isso acontece porque a maioria acabou de descobrir que pegou, e no começo todos nós sofremos muito emocionalmente e isso aliado que o vírus tende a reativar mais frequentemente no início.
      Mas você vai conseguir se adaptar a isso sim, com um pouco mais de tempo.
      Não posso deixar de te recomendar o meu livro (e-book). Todos os assuntos estão bem detalhados lá.
      Abraços,
      Edu

      • Edu, agradeço sua atenção. Achei que jamais teria uma resposta, ainda mais com tanto cuidado.
        Comprarei seu livro com ctza…é que como recebi a notícia esta semana, ainda estou um pouco perdida e com medo de ler mais a fundo e me desesperar mais!
        Meu médico também disse que a infecção é recente, porém se é difícil ter acontecido via sexo oral, realmente não sei onde/qdo ocorreu, visto que penetração não tenho há alguns meses (e qdo ocorreu foi com camisinha), o único caso de contato foi este sexo oral que te falei.
        Para ter certeza se é herpes, devo fazer exame de sangue? Pois meu médico olhou, e afirmou que era. Fiz o preventivo em abril e não acusou nada!!!!!
        Hoje fui à terapia e chorei mto!!!! Contei a ela, pois faz parte do sucesso do tratamento…mas a vergonha foi grande…me senti relapsa com o meu corpo, descuidada com coisas básicas…sei lá!!! Acho q muitos aqui me entendem,
        O médico receitou o remédio 2 x ao dia, durante 4 dias. Isso é o normal?
        Na verdade ainda não notei mta melhora, apenas achei q desinchou um pouco…o processo é lento assim mesmo? Mal consigo permanecer sentada durante mto tempo.
        É verdade que em torno de 80 % da população está infectada e não sabe?

        Sabe, hj na terapia, disse q a dor física, eu sei q vai passar…q o remédio irá tirar…mas o q me incomoda é o emocional..o fato de não saber lidar com isso, ficar em cima do muro, se um “simples”sexo oral, pode me fazer contaminar meu parceiro…

        Novidades sobre vacinas e etc?

        Bom, agradeço novamente…e espero ter contribuído através de minhas milhares de dúvidas, com outras pessoas…com o tempo, ei de me adaptar…
        Embora com 31 anos, não tenho mtas experiências sexuais, sempre fui mtooo centrada, correta, careta, seja lá a forma como c pode chamar…e isso realmente tem grande peso no meu emocional…

        Abraços.

  190. Oi Eduardo,
    Comprei nesta madrugada o seu livro (já o li – gostei) e já enviei para minha filha, visto que ela está envergonhada, eu é quem estou como intermediária….Ela começou a namorar sério com este rapaz ha 3 meses, e no final de abril começou com dor de cabeça, ao qual atribuímos ser a visão , visto que usa óculos com um grau alto, dia 02/05 apareceu uma espinha nos lábios ela apertou mas não sentiu sair nenhum líquido apenas dor então logicamente não tocou mais.
    No dia 05 de maio ela teve relação apenas oral e prolongado, e rapidamente surgiram cortes imensos (como se a aglomeração das bolhas estourassem e formasse crateras na região da vagina).
    No dia 07 de maio ela parou no hospital com dores na região dos rins, logo eu (mãe) pensei, cálculo renal ou infecção urinária, mas diagnosticaram como lombalgia e receitaram dipirona e Muscoril (relaxante muscular).
    No dia 09 de maio retornou ao hospital por causa do surgimento dos cortes (não doíam) e medicaram com pomada para Cândida, chamada Travocort.
    Entre os dias 10 e 11 o quadro piorou consideravelmente, e houve o surgimento de inúmeras bolhas e ardia muito quando urinava.
    No dia 12/05 conseguiu passar com uma Ginecologista e diagnosticou Herpes genital, está tomando Fanciclovir 400 mg 3 vezes ao dia, je hoje já começou o processo de cicatrização, contudo as bolhas murcham e somem, não tem o processo de feridinha (pode ser por causa do detergente íntimo, chamado Emortrofine que a gineco passou??), e depois desaparecem.
    Após este episódio, o namorado dela disse que sua mãe muito raramente aparece herpes labial, e que ele ha 2 anos faz exame de AIDS devido a dois relacionamentos que teve anteriormente, depois comentou que o seu funcionário ha 2 anos teve herpes no pênis e nunca mais aflorou, mas o herpes labial ainda aparece. O namorado está extremante calmo, que não é o seu temperamento para ocasiões que saiam da rotina, inclusive disse que já falou com o médico dele, e o mesmo disse para já começar a tomar o medicamento, mesmo sem fazer os exames.
    Como disse acima gostei do livro, seria um apanhado geral de vários médicos e especialistas sobre o assunto e reuniu num livro, muito bacana e auxiliador seu relato pessoal, mas dúvida,também observando o que escreveu para a Kath:
    **Por ser a 1ª crise da minha filha e com um quadro assim avassalador….qual o percentual do namorado (também visto os comentários feitos por ele mesmo) ter o vírus (talvez nem saiba ou tenha alguns sintoma pensando ser HIV) e tê-la contaminado?
    Abraços.

    • Oi Luciana,

      Se esta foi a primeira crise da sua filha, e levando em conta que foi bem forte, então é certo que ela se infectou recentemente. Se ela teve relações sexuais somente com ele, então é 100% certo que ela pegou dele.
      Agora, se ele sabia ou não que tinha, aí é mais difícil de dizer. Algumas pessoas realmente não sabem pois os sintomas são bem fracos, outras porém infelizmente quando transmitem “dizem que não sabiam” para evitar a culpa.
      outra coisa, o fato da mãe dele ter herpes labial e do funcionário… eu não entendi direito como isso pode ser relevante para a herpes genital dele? Herpes genital se pega pela relação sexual. Ele com certeza deve ter pego em uma relação anterior se este foi o caso.
      - ha… provavelmente não cria casca nas lesões nos lábios internos da vagina, pois é um local úmido… isso é normal nesse caso.
      Abraços,
      Edu

  191. Eu de novo, esqueci de comentar um fator essencial, minha filha sentiu muito formigamento, e pouquíssima, praticamente nada de coceira antes de surgirem as bolhas;;;;;Grata.

    • Os prodromes (sintomas que aparecem antes das crises) podem ser um pouco diferentes de pessoa para pessoa, mas com certeza formigamento é um deles.
      Para mim, ocorre uma sensibilidade incômoda na pele em lugares diferentes, e também uma “dor interna”.
      Abraços,
      Edu

  192. OI EDU….ele comentou sobre a mãe da herpes labial, onde li e rê-li sobre o assunto, e se transmite através do beijo, compartilhando o mesmo copo, cigarro, etc….mãe as vezes da beijinho na boca do seu bebê como um afeto….no caso do funcionário achei relevante, pois sabe aquele que diz tinha um amigo…mas no fundo está se referindo a si mesmo! . No 1º caso, pode ser que ele tenha e não saiba, já no 2º caso ele sabe, e agiu de muita má fé….
    seguindo minha minha linha de raciocínio, o que acha? Grata.

  193. Oi, eu acabei de descobrir que tenho herpes genital, estou com muito medo e confusa. De principio fui em uma médica que identificou como cranco mole, uma médica sem noção do que estava falando, logo de principio já não gostei dela, passei a tomar os remédios que ela me receitou, e sabia, pelas pesquisas feitas na internet que eu estava com herpes genital, mas anão iria discordar da médica, hoje fui em uma especialista em DST e ela logo identificou como Herpes Genital, eu estou chorando muito nesses dias e tenho evitado ao máximo fazer xixi e consequentemente, tomar água. Você ou alguém tem alguma dica pra evitar a dor no xixi?

    Meu ex-namorado diz que nunca teve nada, mas eu tenho certeza que peguei dele. Não confie nas pessoas..elas mentem..pelo peso na consciência.

    Bjos

    • Oi Bel,
      Uma coisa que vc pode tentar fazer para amenizar a dor é fazer xixi em uma bacia ou banheira com água morna ou até mesmo no chuveiro. A água em abundância dilui a urina e pode diminuir um pouco a dor.
      Sei que isso não é muito prático, mas nessas horas ajuda.
      Na minha primeira crise a dor ao urinar era enorme também! Mas fique tranquila pois as recorrência são bem mais fracas. Tenho quase certeza de que vc não terá mais essa dor ao urinar.
      Abraços,
      Edu

      • Muito Obrigada Edu, sua dica foi preciosa. Agora não sinto mais dor! também gostaria de participar do grupo do face. Pode me mandar um e-mail com o convite?
        Obrigada

  194. edu
    tres meses apos uma infecção fiz os exames igg e igm e deram negativo
    o medico disse q poderia ser uma balanite e depois d 6 meses denovo a infecção fui em outro medico ele pediu para refazer os exames e hoje que peguei denovo deram negativo
    é possivel mesmo tendo repetido os exames 2 vezes e com isso sendo com um bom tempo da 1 infecção ainda ser herpes vlw edu abraço

    • Oi Alifiron,

      Se duas vezes vc fez e deu negativo, e também levando em conta que já passou bastante tempo da sua primeira crise para os anticorpos se estabelecerem, e se nesse tempo vc também não teve nenhum outro sintoma recorrente, então acredito que vc não está com herpes genital.
      De repente fique mais uns meses “sob observação” só por cautela, mas acho que vc pode ficar tranquilo.
      Abraços,
      Edu

  195. Olá Edu…fiz os exames de sangue para herpes 1 e 2 e os resultados foram os seguintes:
    IgG:27.2
    Igm:0.500
    então eu tenho herpes genital?
    obs:quando fiz os exames eu estava com uma infecção vaginal
    me ajude!!
    não quero mais viver,estou me sentindo horrível!
    eu ja tive herpes oral há muito tempo atrás mas nunca voltou…pelo que entendi,o igg deu reagente e o igm deu não reagente!me ajude..se for herpes,o que devo fazer para me cuidar e não passar para um eventual parceiro?

  196. Edu..só mais uma coisa,só não especificou qual herpes deu reagente no igg pois está sendo avaliado os dois!só achei estranho que o igm deu não reagente já que te falei que estava com uma infecção na vagina e realmente nos lábios não tenho nada!
    tenho que fazer mais alguma coisa ou não precisa,é herpes genital mesmo?

  197. EDU…como havia te falado antes,a primeira infecção foi há 5 meses atrás e agora como apareceu outra,decidi realizar o igm(mostra que está com uma infecçao ativa)!Eu sabia que o igg iria dar positivo pois já tive herpes labial porém pensei que o igm tbem daria positivo já que eu estava com uma infecção ativa na vagina e não deu!o que devo pensar?me ajude…porque o exame não identificou a infecção já que eu estava com ela?

  198. Edu, acabei de recer meu exame da herpes genital e tanto o igg quanto o igm deu não reagente! Não entendo, por que eu tive a inflamação na minha vagina e eu fiz o exame quando a
    Inflamação estava ativa. Você tem alguma ideia do que seria? Obrigada bjos

    • Oi Maria,

      Pelo que eu sei… o IgM não é muito confiável.
      O IgG sim é bem melhor para detectar o vírus inclusive o tipo específico, porém tem que ser feito (para ter mais precisão no resultado) no mínimo depois de 3 meses, melhor 4 meses.
      Att,
      Eduardo rosadarco

  199. Olá, sou bissexual. E ano passado engatei um namoro com um cara mais velho. Até então tudo bem, depois de 3 meses de relacionamento, em meio a uma discursão ele me revelou que tem herpes genital. E que há alguns meses queria me informar. Eu nada sabia sobre a doença, disse a ele que tudo bem, que isso não iria me afastar dele, pois eu o amava. E bem, ele disse que tinha medo de me contagiar, sendo que antes da revelação, já tinhamos tido relações sem preservativo. E confesso que fiquei com medo, depois de ter contado, transavamos apenas com camisinha, mas depois transamos mais algumas vezes sem preservativo e em uma dessas transas ele gozou dentro de mim, rapidamente corri pro banheiro para tirar todo o gozo de dentro de mim. Depois disso fiquei com medo. E algumas semanas depois do ocorrido, tivemos um discursão e terminamos. Ele quase não tinha crises e quando tinha não tinhamos relações sexuais, pois ele evitava e nem me deixava ver ele nu, mesmo morando juntos. E depois que terminamos voltei para casa e algumas semanas depois de voltar para casa, ao redor da cabeça do meu pênis começou a ficar avermelhado, as vezes doia e ainda dói, não tive e não tenho nenhuma bolha, nenhuma erupção. Apenas algumas lesões tipo arranhão que dói um pouco e gera algum desconforto. E então falei para ele que eu poderia ter contraido o virus, então ele mandou dinheiro para eu fazer o exame, feito o exame, recebi 5 dias depois e quando fui buscar o resultado já fui com muito medo e muito nervoso. Recebi o resultado e só abri em casa.
    Resultado:
    IGG: 19,4
    IGM: 1,78
    Atestando que tenho o virus, mas já faz mais de um mês que estou com os arranhões, não some.
    Já li e pesquisei de tudo, não tomei remédio algum, pois tenho vergonha até de ir comprar e também não procurei um médico, moro em interior, nem sei se aqui tem um médico especializado.
    Li sobre o Aciclovir, sobre o Enax, sobre o Oxyfend e sobre o chá da calendula(bem me que mal me quer). E confesso que tomei o chá da calendula.
    Não sei se devo refazer o teste, ou pode ser que seja apenas uma alergia, pois também não tomei antialérgico.

    • Oi Nico,

      Alguns comentários sobre o seu post…
      - herpes genital não passa pelo esperma, mas sim pelo contato e atrito pele-pele durante o ato sexual.
      - Se você está a um mês com sintomas te incomodando, e é a primeira crise que vc percebe, então é muito importante vc ir ao médico.
      - A primeira crise costuma ser bem mais forte que as recorrências e como vc não tomou remédios, então por isso pode ser que esteja demorando tanto para sarar.
      - Seu teste IgG foi feito para tipo específico de vírus? Vc alguma vez teve herpes labial? pois pode dar reagente tanto para HSV 1 ou HSV 2.
      - Vc tem que conseguir se livrar da vergonha. Isso só vai te atrapalhar. E para as pessoas que trabalham na área da saúde, herpes é uma coisa bem comum. Lembre o seguinte, o farmacêutico não sabe se é herpes genital ou labial, nem se o remédio é para vc. E os médicos já estão bem acostumados com isso. Sei lá… vai em uma farmácia que ninguém te conheça :)
      - Não acredito na eficácia do oxyfend.
      Atenciosamente,
      Eduardo Rosadarco.

  200. Olá amigos…vejo que muitas pessoas aqui fazem tratamento supressivo para evitar as crises do Herpes com aciclovir!O medicamento é realmente caro mas vou dar uma dica:pesquisando muito eu vi que comprar pela internet é bem mais barato e eu dei uma olhada no site da ultrafarma e lá sempre tem promoções de aciclovir!Geralmente vc compra 3 e leva mais 1 de graça e por ai vai!A medicação sai pela metade do preço das farmácias convencionais e chega muito rápido a residencia do cliente!Também tem vitaminas c com preços excelentes..pesquisem bastante antes de comprar pois dá pra fazer um bom tratamento dentro do seu orçamento mensal! A lisina tbem pode ser comprada pela internet…é bem mais barato e seguro!!Vale a pena dar uma olhadinha!!Sorte e paz a todos!!! ^_^

  201. alguém me poderia tirar uma duvida, o herpes pode ser transmitido através do sêmen sem ter contato sexual? , por exemplo é possível contrair a doença através de uma inseminação artificial com sêmen de um doador com herpes?, por favor me ajudem

  202. edu
    apesar do medico não me da a certeza que é herpes
    eu já quase tenho certeza que é, só nao quero acreditar
    mesmo tendo feito o exame 2 vezes um com 3 meses e outro com 6 meses da primeira infecçao
    nesses 6 meses já tive 4 infecçoes nesse periodo, e os dois
    exames deram nao reagente, ja nao sei mais oque
    pensar me ajuda edu me de sua opnião ?
    ninguem sabe que estou passando por esse pesadelo
    faço eng mecanica ja nao tenho cabeça pra estuda as pessoas que convivem comigo
    são muito conservadoras e sao de um patamar que nem lembram que existe essa doença
    como eu pensava que nao existia !!
    e oque mais me angustia é a forma com que eu posso ter pego pois
    tbm era muito exigente com minha parceiras foi só uma vez que fiquei com uma
    moça que pode-se dizer q e de rua tinha bebido acabado de comprar meu carro
    o momento que era pra ser o mais feliz da minha vida se tornou o pesadelo que jamais pensei viver !!! ainda quero continuar indo a medicos ate ter uma certeza de laboratorio que e herpes msm !!! vc edú ta de parabens cara !! me ajuda edú

  203. Alifiron…me desculpe entrometer mas,deu bolhas nessas 4 infecções que vc teve???caso volte de novo,esqueça o exame de sangue e peça para fazerem uma biópsia na lesão!Irão colher o material do local e analisarão o causador da infecção!Se houver o vírus do herpes…com certeza será visto pelo microscópio pois eles usam reagentes específicos!!Acho que te ajudaria bastante já que o de sangue não positivou!!!Bem,eu acho que vc não tem herpes mas…não custa tentar já que vc está ansioso para saber realmente o que é!!!!bjs e sorte!

  204. Boa tarde!
    Olá Edu, bem faz 2 anos que estou em um relacionamento serio e em uma de nossas relações sexuais meu namorado usou nele um lubrificante da queles esquenta esfria logo depois do ato percebemos muita irritação nos órgãos genitais dele ficaram bastante vermelho, no dia seguinte apareceram uma bolhas vermelhas e que depois ficaram pretas como queimaduras e logo virou feridas, fomos ao urologista e ele foi medicado por antibióticos e outras pomadas, o medico pediu um exame para saber se era herpes, mais o que achei mais estranho é que isso ocorreu em abril lá para o dia 22/04 e já estamos em maio e o avanço que ele teve foi a cicatrização das feridas mais infelizmente uma das feridas ainda permanece e é ai que esta a nossa preocupação… Ele ainda não fez o exame para saber se tem, mais o que achei estranho é que vai fazer 2 meses e não cicatriza totalmente. Então lá vai as minhas duvidas se for herpes uma crise pode durar tanto tempo assim?? e outra se é herpes será que teria a possibilidade de eu ter e nunca ter tido nem uma crise e ter transmitido para ele? E se ele tem herpes e não teve nem uma outra relação com nem uma outra pessoa além de min durante os 2 últimos anos como pode ter essa doença então?? Sou uma pessoa que não tenho medo de doença alguma ou nem uma, estamos nessa vida sujeitos a muitas coisas boas ou ruins e temos que enfrentar e encarar de frente, mais infelizmente o meu namorado não pensa assim como eu ele sofre muito por ansiedade e fala sempre que se ele tiver herpes não ira da continuidade ao nosso relacionamento pois ele diz que não se sente um homem completo, fico muito triste com isso…

    • Oi Ely,

      -Mesmo uma primeira crise de herpes genital que geralmente é mais forte, não costuma demorar tanto tempo.
      - Sim, e´possível que vc tenha herpes genital mas não saiba, e não apresente sintoma em você.
      Att,
      Edu

  205. Olá Edu, tire minha duvida por favor! Tive minha primeira crise e sofri muito, fui diagnosticada com herpes. tenho um unico parceiro a pelo menos 6 meses e ele não apresentou nenhum sintoma, mesmo a gente tendo tido relação sexual 1 dia antes dos meus sintomas. É possivel q ele tenha me passado o virus? é possivel que um parceiro mais antigo tenha me infectado e só agora se manifestou?

    • Oi Noã,

      Sim e Sim… por isso é difícil para algumas pessoas em saber exatamente de quem ou quando pegaram esse vírus.
      Mas é o seguinte… Se a sua primeira infecção foi bem forte, então é provável que você tenha se infectado recentemente.
      Por outro lado se a sua primeira crise foi fraca, então não dá para saber direito quando vc pode ter pego herpes genital.
      Vocês dois precisam fazer o teste IgG para tipo específico de vírus.
      Abraços,
      Edu

  206. Olá Edu!!tudo bem??Estava pesquisando sobre o Profetal e vi que ao que tudo indica,ele realmente cura o herpes…até li um comentário no blog no qual um rapaz dizia que a namorada dele mora na Rússia e que ela passou por uma consulta alegando ser portadora e o médico indicou o Profetal e disse que o vírus estaria eliminado de 1 a 2 semanas…lendo a composição,observei que na medicação tem INTERFERON(que segundo pesquisas retira o vírus da célula infectada) e provavelmente com o restante da composição,esse vírus que estaria exposto fora das células seria eliminado!!!Já que não tem essa medicação no Brasil…porque não juntamos todos do blog e pagamos para um voluntário ou até mesmo vc se estiver disponível para buscar essa medicação para gente!!!Até mesmo se informar melhor do que iremos estar fazendo uso já que não é uma medicação habitual do nosso país!!!Eu ajudaria com todo prazer!!!O que vc acha????

    • Oi Alberes,

      Ainda acho um pouco arriscado pois não temos evidência concreta de que este remédio seja realmente eficaz.
      Se fosse, já deveria ter aparecido outras matérias sobre ele com certeza na web.
      Acho que convém esperar mais um pouco.
      Porém se eu souber de alguma novidade sobre o Profetal coloco por aqui novamente.
      att,
      Edu

  207. edu
    hoje fui ao medico e ele então me falo o seguinte
    que tinha quase certeza era uma infecção por fungos por que
    ele tinha me passado a pomada quadriderme
    e a ultima infecção quando começou, eu ja começei a passar a pomada
    então tinhao duas minis visiculas brancas e com a pomada eles sumiram sem forma ferida
    então ele disse que a pomada era um teste pq essa pomada é contra indicada para herpes que se fosse herpes surgiria era uma reação adiverssa o que vc acha edu ?
    e vc ja ouviu falar em caso que o exame de sangue mesmo com 7 meses apos a primeira infecçao seja negativo para o igg e o igm e mesmo assim a pessoa ter o virus
    me ajuda edu ? nubia tbm me dê sua opinião desde já agradeço e

    • Eu fiquei na mesma situação sua Alifiron…quando surgiu a infecção em mim,tbem deu alguns pontos infeccionados(pequenos mas deram)como já havia feito vários exames e todos haviam dado normal..por conta própria eu decidi fazer o de herpes!esperei a infecção ficar ativa e fiz o igg e igm!tenho herpes labial então com certeza o igg daria reagente porém fiz o igm tbem pois se eu estivesse com uma infecção ativa,ele positivaria pois foi específico para o vírus e o nosso corpo produz o anticorpo diferente quando a doença está manifestada e só depois vira o igg!levei o resultado para a médica e ela me disse que a infecção no qual eu estava no momento não era herpes!

      entenda:igg e igm reagentes significa que vc teve contato com a doença há muito tempo e está com ela ativa
      igg reagente e igm não reagente significa que vc teve contato com a doença porém no momento não está com ela ativa
      igg e igm negativos significa que vc não teve contado com a doença
      ou seja…não é herpes!!!Uma dica,muda o foco pois vc pode estar sofrendo sem necessidade!Segundo a médica,a infecção que tive foi causada por bactérias e fungos e me medicou!Nós realizamos até biópsia e ela olhando,segundo ela foi isso que foi encontrado!!!tome lisina para melhorar sua imunidade e evitar essas infecções recorrentes e tente confiar no seu médico!!!quando eu tive tbem usei uma pomada que é contra indicada para herpes simples(permut) e o médico disse que se fosse herpes a pomada não combateria e na época tbem tomei aciclovir no qual não resolveu e como não estava tomando mais nada…a infecção aumentou!!!força aí…qualquer coisa que precisar estou aqui!!!

    • Oi Alifiron,

      Nunca vi isso do médico receitar uma pomada que poderia dar uma reação adversa se fosse herpes, mas em todo caso é o seguinte…
      Pelo que vc falou, na minha opinião vc não tem herpes.
      1-seu médico falou que é fungos.
      2-seu exame IgG depois de 7meses deu negativo para HSV
      Abraços,
      Edu.

  208. Concordo com o Alberes. Dou todo o meu apoio com relação ao aprofundamento da efetividade do PROFETAL. Venho aqui informar sobre os excelentes resultados que venho tendo com a gamaglobulina injetavel. Eu tinha crises quinzenais mesmo tomando valaciclovir. Me consultei com uma referenciada imunologista de teresina -pi e ela me prescreveu a gamaglobulina. O fato é q gracas a deus estou a 2 meses e meio sem crises. Continuo tbm fazendo uso do tratamento supressivo e da lisina. O fato é q consegui diminuir a dose do aciclovir. Qualquer duvida estou a disposicao.

      • Nao precisa de prescricao medica pra comprar. O nome da medicacao é beriglobina 2ml/320mg. Aplicacao intramuscular(gluteos). Mas é sempre bom consultar um medico imunologista. Indico dra. Giordana Portela. Atende o Hospital São Marcos. TERESINA -PI. ESTOU A 3 MESES SEM crise. Gracas a deus. Ela me prescreveu uma dose de ataque 1 injecao por semana por 4 semana. Agora estou tomando 1 a cada 15 dias. Irei ve-la hj novamente. Faz uns 2 meses q nao ha vejo. Abraco pessoal

  209. bom dia meu amigo

    sou portadora do herpes genital a 4 anos, e durante esse tempo so tive 3 recorrencias com lesoes, emfim, gostaria de saber o seguinte, estou quase começando um namoro com um rapaz muito especial, e gostaria de saber, se ele pode realizar sexo oral em mim normalmente, e claro durante o ato sexual com camisinha, digo realizar o oral normamente em mim depois de eu observar bem se tenho qualquer lesao, ele pode fazer sem se contaminar ou é arriscado oral sem lesoes?

    desde ja agradeço

    • Oi Nana,

      Se sua herpes genital é pelo tipo 2 ( que é o caso da maioria +- 90%) então pelo que pesquisei e conto no meu livro, é muito difícil o tipo 2 se estabelecer na área oral. E nas raras vezes que isso acontece, ele costuma criar somente a primeira crise e não desenvolve mais recorrências. Levando em conta isso e sabendo que a transmissão assintomática (sem sintomas presentes) é rara, posso dizer que na minha opinião é razoavelmente seguro. Porém como vc falou… tem que sempre se assegurar de que não existe (nem dúvida) sintoma presente. E acho importante, mesmo que vc tenha poucas crises, avisar seu parceiro. É o correto.
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco.

  210. Eu tenho Herpes Genital e descobri um medicamento que suspende a atividade do vírus, ou seja, interrompe o clico do herpes sem que ele progrida!

    Por conta da ansiedade que tenho… Sempre quando tenho crises opto em tomar 3ml de lexotan… Geralmente as crises de ansiedade vinham acompanhada da queda da imunidade e sempre aparecia… Logo percebi que após tomar tudo ia voltado ao normal… Muito interessante! Acredito que o calmante consegue acalmar o vírus! Interessante não é verdade? Será que o mesmo ou outros tipos de calmantes podem o interferir na progressão de outras doenças virais? Será que doenças virais mais sérias poderiam ser estacionadas com uso de calmantes? Ai vai a sugestão e uma luz para minimizar mais esses sofrimento. Abraços Att. DRML

  211. Olá alguém aqui teve bolhas com pus na virilha e próximo ao ânus na primeira ou nas primeiras crises?? Elas enchem e se espremer enche d novo? e fica avermelhado no local ond estavam? E dores abdominais?

    • Oi Nana, eu tomo um medicamento com essa substancia que falam nesse artigo, Echinacea purpurea, o nome do Remédio é ENAX, ele ajuda a aumenta a imunidade, depois pesquisa sobre ele.

  212. Olá Edu,gostaria de saber pq a Herpes apresenta em vários locais do corpo ?
    Eu tive a primeira vez nos grandes lábios,foi a primeira aparição.
    Levei quase cinco anos pra apresentar de novo.Agora só esse ano já tive duas vezes,só que bem na entrada do ânus,bemmmm mais em cima.
    Pq ??? Bijoos

    • Oi Viviane,

      Essa é uma pergunta que recebo com frequência.
      Basicamente é o seguinte…
      O vírus do herpes genital fica em estado latente no gânglio na base da coluna. Quando e se reativa, ele usa as ramificações nervosas que existem desde esse gânglio até a superfície da pele dos genitais. Dependendo de qual ramificação nervosa ele use pelo caminho, ele surge em diferentes partes da área genital.
      Por isso é normal e pode aparecer uma crise em qualquer área da região genital onde um “calção curto” cobriria. Falo sobre isso no meu livro. Na época em que peguei, eu não sabia muita coisa e fiquei assustado achando que tinha passado para outra parte do corpo.
      Abraços,
      Eduardo Rosadrco

  213. Oi Edu! Boa noite!
    Descobri ontem que tenho herpes genital, estou muito triste e preocupada!
    Comecei a sentir uma coceira e fui ao médico e ele me disse que era normal por conta da virose que eu estava na época, Eu e meu namorado transamos durante esse período que começou a coceira, corre o risco de ele ter pegado herpes? Eu não sei se eu peguei dele tb, mas se foi, ele nunca teve sintomas, faz dois anos que estamos juntos e sempre transamos sem camisinha depois de um certo tempo de namoro. Desde já agradeço a atenção.
    Abraços!

    • Oi Sara,

      A coceira nos genitais pode ser um sintoma prodrômico, ou seja, um sintoma que aparece antes de surgir uma nova crise de herpes. Então, se foi este o caso, é perigoso sim fazer sexo quando existe algum sintoma prodrômico pois o vírus já está ativo. Por outro lado, essa coceira nos genitais pode ter outra causa que não seja pela herpes genital, isso também é comum. Por isso é difícil saber se pode ter ocorrido uma transmissão.
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

  214. Bom dia,
    Edu e quem mais puder me ajudar…estou com uma dúvida há alguns dias, se vocês puderem me ajudar sanado-a ficarei muito feliz…
    Em maio tive minha primeira crise e foi horrível. Uma dor insuportável e umas espécies de aftas q levou a um inchaço enorme, em que eu mal podia andar. Depois de uns 15 dias tudo sumiu e acabei, por coincidência (pedido de outro médico, não me ginecologista) fazendo o exame para IgG e IgM e os dois deram “não reagente”. Como eu “recém”tinha saído da primeira crise, os exames não deveriam dar reagentes????
    Hoje, estou com 3 bolinhas que mais parecem bolinhas d’água, e confesso que assim como muitos declararam aqui não está tão dolorido, apenas um pequeno incômodo. Vcs costumam tomar remédio ou apenas esperam que elas sumam?? VI que muitos demoram a ter crises, e eu já estou com bolinhas de novo…confesso que isso me assustou novamente.
    Obrigada…e um bom dia a todos…

  215. Oi Edu :)
    Comecei com esta doença faz dois meses e na verdade ainda tenho duvidas sobre isso , ainda duvido que tenho herpes ; sempre tento procurar mais informaçao , procurar doenças com sintomas parecidos .. ha tardes e dias que passo lendo muitas págs webs sobre isto , e cada vez tenho mais duvidas .. nao sei como reaccionar, nao sei como sentir .. o unico que faço as vezes é esquecer mas nem assim .. já tenho uma visita marcada com o medico pra ver os resultados , mas sinto que o tempo nao passa e ainda falta um mes , pra isso :/ ja sei que é normal se sentir mal, triste , arrependida com tudo isso ,..
    como voce fez pra continuar vivendo sem se sentir tao mal?? voce contou as pessoas sobre tudo o que passou?? preciso de conselhos . Muito obrigada pela resposta :)

    • Laura, pode ter ctza que é dificil para todos. Até hoje (8 Meses) de infectado, ainda nao me conformo por ter sido exposto. Ao mesmo tempo, me chamo de BURRO, por nao ter me protegido.

      Nada me conforta, e sei que “A CURA” nao virá tao cedo.

      As vezes esqueço, as vezes lembro, as vezes qro cometer suicídio. Mas lembro que tenho uma filha de 3 anos que precisa de mim, por eqto..

      Enfim, estou tendo uma pequena crise (bolhas) depois de 5 meses da primeira crise.

      Mantenha-se forte. Se apegue nas pessoas que voce ama, como eu, minha filha. Talvez, digo, TALVEZ, tenha um alivio.

      Eu faria qualquer coisa, absolutamente, qualquer coisa, pra voltar atras ou n ter essa doença.

  216. olá amigos…boa noite!!!
    pesquisando na internet,li em alguns sites que a transmissão assintomática é mais comum nos primeiros 3 meses após a primeira crise!Depois disso,o risco é muito pequeno!!!
    é sempre bom pesquisar para se informar melhor do assunto!!Abraços!!!

  217. Pessoal, uma dica que eu tenho pra vcs é que com receita médica do aciclovir e a carteirinha do SUS, vcs podem retirar gratuitamente o medicamento na Farmácia Básica de suas cidades. Ontem peguei gratuitamente 90 comprimidos pra começar meu tratamento supressivo. Só não se esqueçam de pedir a seu médico de constar na receita “uso contínuo” e a quantidade certa de comprimidos que vcs querem retirar, que a mesma vai valer por 6 meses na Farmácia Básica.

    Abraço a todos!

    • Oi Lígia,

      Sim. O que o exame IgG detecta é se a pessoa já entrou em contato com o vírus da herpes em algum momento. Se ela já foi infectada, então ela criou anticorpos contra o vírus HSV. E é justamente os anticorpos que são detectados pelo exame, mesmo que a pessoa nunca tenha apresentado nenhuma crise de herpes.
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

  218. Boa tarde Edu, namoro firme a uma ano e foi com ele que perdi minha virgindade, há pouco mais de duas semanas ele estava com herpes na boca e mesmo assim nos beijamos e fizemos sexo oral, nunca imaginei que ele pudesse passar pra mim assim… há uma semana comecei já a sentir uma dorzinha pra urinar e coceira, depois de dois dias olhei dentro de mim e vi uma ferida, fui ao ginecologista q ele me deu uma pomada e disse que eu estava machucada devido as relações,, passados mais 4 dias a dor ao urinar aumentou muito, hoje esta INSUPORTAVEL, eu grito e choro toda vez, passo xilocaina 20 min antes pra amenizar um pouco e mesmo fazendo numa bacia com agua morna é muito dificil… desde esse mesmo dia ha 4 dias atras estou com bolinhas e bolhas na vagina, em volta dela, no anus, não consigo nem sentar nem andar.. voltei no medico e ele me receitoou acciclovir via oral e pomada… to fazendo compressa de cha de melissa (cidreira), também limpando com agua boricada, ainda nao vi melhora, estou desesperada…

    • Oi Thami,

      Pela sua descrição você está tendo uma forte primeira infecção, e inclusive, com sintomas parecidos como eu tive, porém na minha primeira não apareceram bolhas!
      Olhe… eu sei bem como é difícil e como dói ao urinar, mas vai passar. Vc terá que aguentar firme e continuar com o aciclovir. Vc também pode tomar alguma coisa para diminuir a dor… algum analgésico forte… quem sabe peça ao seu médico ou em uma farmácia.
      Acho que vc já